Sábado, 20 de Fevereiro de 2010

 

O mau tempo que fustigou hoje a Madeira é notícia de destaque nos portais electrónicos dos principais jornais, rádios e televisões da Venezuela, país onde mais de 80 por cento dos 600 mil portugueses residentes são naturais do arquipélago.

 

Com Sapo Notícias

 

“Ascendem a 32 o número de falecidos na ilha portuguesa da Madeira” diz o 'Últimas Notícias', o jornal de maior tiragem no país, que acrescenta que outras “68 ficaram feridas nas inundações e deslizamentos de terras causados por chuvas torrenciais e fortes ventos”.

 

A estação de televisão privada de notícias Globovisión avança que “há populações isoladas, estradas cortadas e graves danos em numerosas zonas do arquipélago”e relata também que o aeroporto do Funchal foi encerrado e que o “primeiro ministro José Sócrates manifestou a sua solidariedade para com os habitantes da Ilha”.

 

A estação de televisão estatal Telesul refere que “os caminhos do centro da cidade (do Funchal) converteram-se em torrentes de água, o que dificulta as operações de socorro”.

 

“Em várias zonas da capital da Madeira há uma avalanche de escombros e lodo, tudo produto de deslizamentos de terras que arrasaram casas e veículos”, precisa.

 

Notícias relacionadas:

Protecção Civil alerta para chuva forte em Lisboa, Leiria e Setúbal

Sobe para 32 número de mortos provocados pelo mau tempo na Madeira

Chuva intensa provoca caos em vários pontos da ilha da Madeira



publicado por Expressões Lusitanas às 20:38 | link do post | comentar