Domingo, 21 de Fevereiro de 2010

 

O secretário dos Assuntos Sociais da Madeira, Francisco Ramos, confirmou hoje pelas 12:00 que até ao momento há o registo de 40 mortos, 120 feridos e 240 desalojados na sequência do temporal que assolou sábado o arquipélago.

 

Com DN

 

"Existem 40 vítimas mortais já identificadas, esperemos que este número não aumente, mas provavelmente aumentará dadas as circunstâncias em que aconteceu este dilúvio", disse o governante madeirense em conferência de imprensa.

 

Francisco Ramos acrescentou que os números de desaparecidos "neste momento não são fiáveis porque há pessoas que são dadas como desaparecidas, mas que estão incontactáveis”, dadas as “grandes dificuldades de comunicação, nomeadamente com a rede da TMN".

 

O governante identificou como zonas mais problemáticas os sítios da Furna, Pomar da Serra, Espigão, São João, Curral das Freiras, Madalena e Paul do Mar, Jardim da Serra, que, por estarem isolados, ainda não foi possível lá chegar.

 



publicado por Expressões Lusitanas às 17:05 | link do post | comentar