Quinta-feira, 18 de Março de 2010

 

António Chainho assinala 45 anos de carreira com o lançamento do seu novo disco "Lisgoa, Uma Viagem Musical ao Oriente", celebrando a "universalidade da guitarra portuguesa", juntando-a ao fado e às sonoridades da Índia.

 

Daniel Pinto Lopes

 

O novo disco de António Chainho é "mais uma escala no mapa dos afectos que o guitarrista tem desenhado no planeta", informa a agência do guitarrista em comunicado.

 

Em "Lisgoa", António Chainho viajou para a Índia e encontrou "cumplicidades" e "diferenças "que quis trazer para o seu mundo musical".

 

A primeira apresentação ao público do novo trabalho discográfico de Chainho decorre hoje pelas 18:30 no auditório do edifício sede do Montepio, na Baixa lisboeta.

 

Neste mini-concerto, o guitarrista é acompanhado de Tiago Oliveira na viola; Paulo Sousa na sitar (instrumento musical de origem árabe); Raimund Engelhardt nas tablas (instrumento musical de percursão utilizado na Índia) e as vozes de Isabel de Noronha e Natasha Lewis. O produtor e director musical Carlos Barreto Xavier vai acompanhar Chainho nos teclados.

 

No sábado, António Chainho continua a apresentação de "Lisgoa" no Auditório Eunice Muñoz, em Oeiras, pelas 21:30.

 



publicado por Expressões Lusitanas às 17:37 | link do post | comentar