Quarta-feira, 9 de Junho de 2010

 

O realizador Telmo Martins, autor da longa-metragem ‘Um Funeral à Chuva’ estreada na passada quinta-feira, 03 de Junho, em várias salas de cinema nacionais, foi homenageado pela câmara municipal de Oliveira de Azeméis, concelho do qual o jovem cineasta é natural.

 

Expressões Lusitanas

Redacção

 

“Em Oliveira de Azeméis gostamos de valorizar os que se distinguem em todos os domínios, desde as artes, ao desporto, à cultura e ao universo empresarial”, afirmou o presidente da câmara municipal de Oliveira de Azeméis, Hermínio Loureiro, citado em comunicado enviado pela autarquia.

 

‘Um Funeral à Chuva’, o primeiro projecto cinematográfico de Telmo Martins, custou 80 mil euros, uma verba que o próprio realizador, citado no mesmo comunicado, considera “insignificante”, comparada com “os milhões de euros gastos noutras produções”.

 

“Decidimos investir tudo neste projecto, à espera do retorno financeiro, uma vez que todos os subsídios sempre foram negados pelos organismos de apoio à produção cinematográfica”, disse o jovem realizador, natural da freguesia de Carregosa, concelho de Oliveira de Azeméis.


Para o cineasta de 31 anos, que frequentou o curso de Design Multimédia e algumas disciplinas de Cinema da Universidade da Beira Interior (Covilhã), ainda citado pelo comunicado enviado pela edilidade, “o filme é a concretização de um sonho, mas também uma chamada de atenção para que as pessoas, apesar das dificuldades, nunca devem resignar”.

 

Sem apoios financeiros e subsídios estatais, ‘Um Funeral à Chuva’ está desde quinta-feira, 03 de Junho, no circuito comercial e em exibição em várias salas de cinema.

 

‘Um Funeral à Chuva’ foi gravado na Covilhã em Setembro e Outubro de 2009 e relata a história de sete amigos - antigos estudantes da Universidade da Beira Interior (UBI) - que se voltam a reunir passados dez anos devido à morte de um deles. O grupo inicia uma jornada de auto-descoberta sobre a essência da amizade verdadeira.


O filme conta nos principais papéis com os actores Alexandre Silva, Hugo Tavares, Pedro Diogo, Pedro Gorgia, João Ventura, Luís Dias, Sandra Santos e Sílvia Almeida.



publicado por Expressões Lusitanas às 18:33 | link do post | comentar