Sexta-feira, 11 de Junho de 2010

A RFM, rádio do grupo r/com, passa a comunicar com os ouvintes na segunda pessoa do singular (“tu”), deixando de lado o “você”, numa mudança “indicada” pelos ouvintes, tendo como base um estudo de mercado realizada pela emissora.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

Um estudo de mercado elaborado pela RFM concluiu que os ouvintes da rádio “esperam” que a mesma comunique “de uma forma mais próxima”.

 

Em comunicado enviado ao Expressões Lusitanas, a RFM esclarece que no dia-a-dia as relações entre as pessoas, em trabalho e em família “estão menos formais”.

 

“O Doutor e o Engenheiro estão a cair em desuso e nas relações pessoais o ‘tu’ impera”, pode ler-se no mesmo comunicado.

 

O director de programação da RFM acrescenta ainda que “numa rádio de proximidade o ‘você’ não é inclusivo”.

 

“Os ouvintes da RFM vêem-na como uma rádio informal e esta nova forma de tratamento torna esta relação mais próxima”, sustenta António Mendes.

 

Trata-se da primeira rádio nacional não dedicada a um público exclusivamente jovem a adoptar a comunicação com aqueles que a ouvem pela segunda pessoa do singular.

 

O Expressões Lusitanas sabe que esta nova estratégia da RFM começou a ser adoptada em antena desde esta segunda-feira, 7 de Junho.

 

A alteração de tratamento vai ser feita de forma gradual e envolvendo os ouvintes com perguntas, como “importa-se de que o trate por tu?” ou “se nos conhecemos há tanto tempo porque não tratarmo-nos por tu?”.


Tags: , ,

publicado por Expressões Lusitanas às 21:01 | link do post | comentar