Sexta-feira, 23 de Julho de 2010

Visita guiada a património edificado na Beira Interior (Geopark Naturtejo)

 

Trinta e dois alunos da Universidade de Berkeley (Califórnia) estão em Portugal a frequentar um curso de Verão intitulado “Língua e Cultura Portuguesas”. Os estudantes universitários de diversas áreas de estudo entram em contacto com a língua, história e património do nosso país.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

O curso de Verão começou no dia 18 de Junho na ilha de São Miguel, nos Açores, e termina a 07 de Agosto na capital portuguesa, Lisboa. Actualmente, os 32 estudantes estão no Porto.

 

O objectivo do curso de Verão passa por realizar um “baptismo cultural” a este grupo de estudantes norte-americanos de diferentes áreas de formação.

 

“Nos EUA, o ensino do português está muito virado para a vertente brasileira e Portugal é bastante desconhecido. Por isso, pretende-se demonstrar que temos uma cultura e um património vastíssimos, inseridos na Península Ibérica”, explica ao Expressões Lusitanas a organizadora deste curso anual, Deolinda Adão.

 

O curso é promovido pela Universidade de Berkeley (Califórnia), sob a alçada do Programa de Estudos Portugueses (Portuguese Studies Program), no qual Deolinda Adão é responsável e docente.

 

Durante as sete semanas de duração do curso, os 32 alunos entram em contacto com o ensino da Língua Portuguesa e com obras literárias de vários autores consagrados, como Eça de Queiroz, Almeida Garret, Manuel Alegre, José Saramago, Lídia Jorge, Teixeira de Pascoaes ou Natália Correia.

 

Para além da vertente linguística, Deolinda Adão detalha ainda que o curso engloba uma vertente cultural, cujo objectivo é “construir um ‘puzzle’” sobre a cultura portuguesa.

 

“Vamos percorrendo várias zonas e áreas de Portugal, que, de alguma forma, funcionam como peças de um ‘puzzle’ que vão representar a cultura portuguesa”, explica a responsável.

 

Os alunos vão palmilhar várias cidades e localidades portuguesas, à excepção da Madeira, do Baixo Alentejo e do Algarve.

 

Nesta viagem pelo país têm acesso a espaços museológicos e ao património edificado português. A escolha dos locais onde estão hospedados é tida em conta.

 

“A selecção dos referidos locais inclui grandes centros urbanos, como Lisboa e Porto, mas também os mais pequenos, como as vilas e aldeias, para que possam perceber a cultura portuguesa e a multiplicidade cultural existente”, afirma.

 

Na rota deste curso de Verão, que este ano completa cinco anos de existência, estão ainda incluídas experiências gastronómicas e provas de vinho.

 

Deolinda Adão faz um balanço “muito positivo” da iniciativa, que tem motivado “o aumento do número de inscritos nas aulas de português” na instituição de ensino norte-americana.

 

“Já houve dois alunos que alteraram o tema da tese final e redigiram-na em e sobre Portugal”, acrescenta a docente.



publicado por Expressões Lusitanas às 21:41 | link do post | comentar