Quarta-feira, 18 de Agosto de 2010

 

O artista angolano Yuri da Cunha e a sua comitiva composta por seis pessoas envolveram-se em confrontos no aeroporto de Lisboa com um funcionário dos Serviços de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), noticia o diário “i”.


Expressões Lusitanas


De acordo com o mesmo jornal, Yuri da Cunha e a sua comitiva pretendiam passar pela fila prioritária, regularmente utilizada pela tripulação e outros funcionários ou pessoas com dificuldades motoras.

 

O funcionário do SEF tentou barrar a passagem, mas sem sucesso, tendo em conta que os cerca de seis homens que acompanhavam o artista angolano “fizeram frente” ao funcionário, impedindo a detenção de Yuri da Cunha e a passagem pela fila prioritária.

 

Ainda segundo o “i”, “ficou por investigar a possibilidade de um crime de desobediência e de resistência e coacção sobre funcionário”.

 

O incidente teve lugar por volta das cinco horas da madrugada. Recorde-se que Yuri da Cunha subiu ao palco do Campo Pequeno, em Lisboa, para um concerto que teve lugar no passado dia 30 de Julho.



publicado por Expressões Lusitanas às 14:21 | link do post | comentar