Segunda-feira, 23 de Agosto de 2010

 

Os radialistas Fernando Correia e Carlos Dolbeth “abraçam” um recente projecto radiofónico sediado no norte do país e intitulado NFM, sabe o Expressões Lusitanas. Os jogos do Benfica, Sporting, FCPorto e, “pontualmente”, do SCBraga vão ser acompanhados, bem como as presenças lusas na Liga dos Campeões e na Liga Europa.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

Com o término do Rádio Clube Português, o convite surgiu de “uma série de amigos” que, “directa ou indirectamente”, estão “envolvidos no projecto recente da NFM”, explica Fernando Correia ao Expressões Lusitanas.

 

Mais tarde, os dois radialistas reuniram-se com o administrador da emissora João Vinhas, tendo sido “fácil” chegar a acordo.

 

“O projecto é interessante e tem algum significado na nossa carreira. Não convinha muito aderir a um projecto qualquer. É preciso ponderar e saber bem do que se trata. Tenho alguma dignidade”, sublinhou.

 

Por seu lado, Carlos Dolbeth salienta a “novidade” do projecto e a “vontade” de o “ajudar a crescer”.

 

“A primeira condição dada foi podermos ser iguais a nos próprios, ou seja, trabalhar sem censura”, assevera ao Expressões Lusitanas.

 

Em ano e meio de existência, a NFM adquiriu várias frequências de rádios locais de Norte a Sul do país. No horizonte está a compra de mais oito, duas das quais são na zona de Lisboa, área onde estão a ser negociados acordos com a Rádio do Concelho de Mafra (RCM) e a Rádio Baía (Seixal).

 

No imediato, a contratação dos dois radialistas traduz-se nos relatos semanais dos jogos do Benfica, Sporting, FCPorto e, “pontualmente”, afirma Fernando Correia, do Sporting de Braga, bem como dos jogos da Liga dos Campeões e da Liga Europa, sempre que haja equipas portuguesas.

 

No futuro, a NFM vai “recuperar o programa Bancada Central” apresentado por Fernando Correia na TSF, antes da sua saída para o Rádio Clube Português (RCP).

 

Face ao término repentino da emissora do grupo Media Capital Rádios (MCR), Fernando Correia diz sentir-se “triste”, tendo em conta que o RCP terminou “da pior forma”, recordando o recente despedimento colectivo.

 

“Agora tenho grande esperança neste projecto de rádio [NFM] a construir e que seja bastante diferente do RCP”, afirma.

 

Por sua vez, Carlos Dolbeth diz estar “melhor” na NFM do que no Rádio Clube Português, “uma emissora que já estava consolidada”.

 

“A NFM está em construção e o facto de a ajudar neste processo dá mais alento e satisfação às nossas vidas”, detalha.

 

A aposta desportiva da nova rádio sediada na zona do Porto vai enfrentar a concorrência das três rádios nacionais que jogam no mesmo segmento: Antena 1, TSF e Rádio Renascença (RR).

 

“É um desafio e, como tal, vamos ganhá-lo a pouco e pouco. Pode-se dizer que é um campeonato dentro de um campeonato. Vamos tentar ser melhores do que os outros e oferecer qualidade”, conclui.

 

A estreia de Fernando Correia e de Carlos Dolbeth na NFM ocorre este fim-de-semana com o relato dos jogos dos chamados três grandes do futebol português. Octávio Machado vai ser comentador do jogo que opõe o Benfica ao Vitória de Setúbal.



publicado por Expressões Lusitanas às 19:39 | link do post | comentar