Quarta-feira, 15 de Setembro de 2010

Foto: Frederico Carvalho, presidente da Associação de Estudantes da Escola Superior de Comunicação Social (AEESCS)

 

Pela primeira vez, o Arraial promovido pela Associação de Estudantes da Escola Superior de Comunicação Social (ESCS), em Lisboa, vai ter dois dias de duração. O investimento é de 60 mil euros e são esperadas sete mil pessoas. Quim Barreiros, Klepht, Diego Miranda, Nu Soul Family ou Souls os Fire são alguns dos nomes confirmados. O evento realiza-se nos dias 24 e 25 de Setembro.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalistas

 

“Queremos fazer um evento comparado aos arraiais das faculdades que têm mais alunos, como é o caso do [Instituto Superior] Técnico ou do ISEL”, refere ao Expressões Lusitanas o presidente da Associação de Estudantes da ESCS, Frederico Carvalho.

 

O responsável afirma ainda que outro dos objectivos do investimento feito este ano consiste em “tentar colocar” a ESCS no “panorama dos arraiais a nível distrital”.

 

A “facilidade” de atracção de marcas patrocinadoras para um evento a realizar mais do que um dia foi outra das razões.

 

“É mais fácil conseguir atrair uma marca para estar dois dias num evento, porque, deste modo, evita montar o ‘stand’ e ter de o desmontar logo a seguir”, explica Frederico Carvalho.

 

A edição de este ano do Arraial ESCSito começou a ser preparada com quase quatro meses de antecedência, forma de trabalho não adoptada nos anos anteriores. “Os meus colegas do ano passado começaram a desenhar o evento duas semanas antes”, detalha.

 

São esperadas sete mil pessoas, numa média de 3.500 por dia, tratando-se de números ambiciosos, tendo em conta o registo de entradas no ano passado - 1800 pessoas. “É um risco que a Associação assumiu”, assevera Frederico Carvalho.

 

60 mil euros é o investimento do VII Arraial ESCSito, valor que inclui já os gastos com as bandas e respectivo agenciamento, produção e comunicação.

 

Para cobrir a despesa, a Associação de Estudantes da ESCS recorre a uma “fusão do dinheiro” proveniente dos patrocínios, da associação das marcas, em termos de produtos, e da comunicação feita pelas mesmas e, sobretudo, pelo número de bilhetes vendidos.

 

O Arraial realiza-se no parque de estacionamento do ‘campus’ de Benfica do Instituto Politécnico de Lisboa (IPL), local onde, para além da ESCS, está edificada a Escola Superior de Educação (ESE) e a recém-chegada Escola Superior de Música de Lisboa (ESML).

 

O palco a erigir vai ter 15 metros e telas de projecção, sendo que a respectiva parte técnica vai ficar a cargo de alguns alunos do curso de Audiovisual e Multimédia ministrado na ESCS.

 

“[Tal facto] permite aos alunos aplicar os conhecimentos adquiridos no decorrer do curso num evento destas dimensões”, diz o presidente da Associação da Estudantes.

 

Pelo palco vão subir vários artistas e grupos musicais “para todos os gostos”. O critério de delineação do cartaz prendeu-se pela conjugação de “nomes sonantes” com a apresentação de bandas ou grupos formados no todo ou na parte por alunos da ESCS, como são os casos da tuna (escstunis), The Agency, Red Rose Motel, Flow 212 e Dj Paul Soir.

 

Estão ainda confirmadas as actuações de Dj Fernando Alvim, Quim Barreiros, Klepht, Souls of Fire, Nu Soul Family e Diego Miranda.

 

Para além da componente musical, o Arraial ESCSito tem um “lado social”, que se materializa em reverter 0,50€ por cada bilhete vendido a favor da Associação Nacional de Futebol de Rua e da União Zoófila – cães e gatos abandonados.



publicado por Expressões Lusitanas às 19:44 | link do post | comentar