Quinta-feira, 16 de Setembro de 2010

 

A terceira temporada do “5 para a meia-noite” termina na próxima semana com emissões especiais a partir da Casa da Música, no Porto. O programa “Sociedade Civil” vai ser também transmitido a partir da cidade Invicta e apresentará temas e assuntos “sobre o Porto e o Norte do país”.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

“Já tínhamos pensado várias vezes em fazer uma semana inteira no Norte, mas sobretudo no Porto. As redes sociais do ‘5 para a meia-noite’, que são muito activas, tinham até feito a sugestão de o programa se deslocar ao Porto”, explica ao Expressões Lusitanas o director da RTP2, Jorge Wemans.

 

Para além do ‘5 para a meia-noite’, também o ‘Sociedade Civil, apresentado pela jornalista Fernanda Freitas, vai ter emissões durante a próxima semana (20 – 24 de Setembro) a partir das salas da Casa da Música.

 

Ambos os programas vão focar-se nos assuntos da cidade, mas também da região Norte, não cingindo-se apenas ao Porto.

 

“Não vamos falar apenas sobre o Porto, nem os nossos convidados vão ser só da cidade. Vamos ter uma atenção ao Norte do país”, sublinha o responsável pela RTP2.

 

O ‘Sociedade Civil’ vai ter a presença em estúdio de, entre outros, Manuel Serrão, Pedro Abrunhosa, Mário Dormisnky, Odete Patrício (directora-geral da Fundação Serralves), Mário Ferreira, Hélio Loureiro e Rui Moreira para debater questões relacionados com o Norte de Portugal.

 

Por sua vez, o verbo da última semana de ‘5 para a meia-noite’ vai ser “Tripar”. Entre os convidados confirmados do programa de Filomena Cautela, Fernando Alvim, Nilton, Pedro Fernandes e Luís Filipe Borges estão nomes como Júlio Machado Vaz e Marta Ren.



publicado por Expressões Lusitanas às 12:25 | link do post | comentar