Sexta-feira, 24 de Setembro de 2010

 

As galerias romanas na Rua da Prata, em Lisboa, podem ser visitadas entre os dias 24 e 26 de Setembro. Com entrada livre, a visita é acompanhada por técnicos do Museu da Cidade entre as 10:00 e as 18:00.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

Apenas durante três dias num ano, as galerias romanas edificadas por debaixo da Rua da Prata, em Lisboa, podem ser visitadas.

 

Os bombeiros bombeiam toda a água existente, elemento considerado essencial para a conservação do sistema de estacas erigido no tempo de Marquês de Pombal, aquando da reconstrução da Baixa lisboeta.

 

Descobertas após o terramoto de 1755, esta estrutura romana foi alvo de vários estudos, a fim de se descortinar a sua função original. Hoje as teses indicam que se trata de um criptopórtico.

 

“Os criptopórticos eram construções abobadas, empregues com alguma frequência pelos romanos em terrenos instáveis ou de topografia irregular para criar uma plataforma de suporte a outras edificações, normalmente públicas”, pode ler-se na página da Câmara Municipal de Lisboa na Internet.

 

“As suas características construtivas, tipologia e materiais associados sugerem uma construção da época de Augusto, datada entre o século I a.C e o século I d.C., e contemporânea de outros grandes edifícios públicos da cidade de Olisipo”, lê-se ainda na página da edilidade.

 

Não é necessária marcação para se visitar as galerias milenares. No entanto, a autarquia e o Museu da Cidade recomendam que os interessados cheguem cedo, tendo em conta as extensas filas habituais nos anos anteriores.



publicado por Expressões Lusitanas às 19:40 | link do post | comentar