Quarta-feira, 6 de Outubro de 2010

Foto: Adelaide de Sousa, Maria do Céu Santo (médica obstetra e ginecologista), Pedro Boucherie Mendes (director dos canais temáticos da SIC), Sofia Carvalho (directora da SIC Mulher), Ana Rita Clara e chef Chackall

 

As novas apostas da SIC Mulher passam pela transmissão de mais produção nacional, factor que ”diferencia” dos restantes canais concorrentes e “aproxima” o público. Em Agosto e Setembro, o canal do universo SIC registou os melhores resultados a nível de audiências.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

“Sempre foi um objectivo da SIC Mulher apostar em produção nacional, tendo em conta que é algo que nos permite diferenciar dos restantes canais concorrentes e aproximar do nosso público”, explica a directora do canal, Sofia Carvalho.

 

“Mais Mulher”, apresentado por Ana Rita Clara, estreia a 11 de Outubro e terá 50 rubricas regulares com conselhos e informação dada por especialistas.

 

Os temas em cima da mesa neste novo programa, produzido pela SIC Mulher, englobam diferentes áreas, como a saúde, moda, comportamento humano, psicologia, finanças, trabalho, música, cinema, celebridades, literatura e crónica da actualidade.

 

“Vai ser um programa de conversa informal, dinâmica e descontraída. O ‘Mais Mulher’ quer, sobretudo, pedir permissão às pessoas para entrar nas suas casas diariamente, mas, por outro lado, fazer com que mulheres e homens se sintam em casa com o programa”, afirma Ana Rita Clara.

 

Uma das outras das apostas do canal chama-se “Entre Nós” e, semanalmente, Adelaide de Sousa conversa com nomes conhecidos do grande público e de áreas tão distintas, como a moda, a ciência, o jornalismo e a política.

 

“Vai ser um momento em que temos tempo para conversar com pessoas, de olhar para elas, escutá-las e, se calhar, colocar aquelas questões que sempre quisemos e não houve oportunidade”, refere Adelaide de Sousa.

 

“Amor Sem Limites”, produzido pela CBV, é outra das apostas. Dirigida pela média obstetra e ginecologista Maria do Céu Santo, os principais temas em conversa estarão relacionados com a saúde, emoções e sexualidade, um “assunto ainda tabu”, diz a especialista.

 

“Será um programa positivo, fazendo parte da solução e não do problema. Não vou levar desgraças, porque quero que as pessoas fiquem felizes e bem com elas próprias e quando o programa acabar, às 21:45, possam, por exemplo, fazer amor”, diz Maria do Céu Santo.

 

O cozinheiro argentino Chakall regressa à antena da SIC Mulher para um novo programa de culinária, produzido pela Panavideo.

 

Em “Chakall & Pulga”, o chef percorrerá o país de Norte a Sul com a sua cadela Pulga em busca de “sabores particulares” do “Portugal profundo”.

 

Os meses de Agosto e Setembro foram considerados “os melhores de sempre” em audiências pelo director dos canais temáticos de Carnaxide. “A SIC Mulher teve o melhor Agosto de sempre e ganhámos 800 mil telespectadores em Setembro, apesar de o share se manter o mesmo - 1,6%", salienta Pedro Boucherie Mendes.



publicado por Expressões Lusitanas às 12:39 | link do post | comentar