Sexta-feira, 15 de Outubro de 2010

Apresentação da Antena 3 Dance e Antena 3 Rock no Lx Factory, em Lisboa


A rádio pública lançou duas novas rádios associadas à marca Antena 3. Explorando os géneros musicais ‘rock’ e de música de dança, as novas emissoras surgem de um “plano de desenvolvimento” de ‘web’ rádios por parte do grupo RTP.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

“Entendemos que a vida da rádio é de multi-plataformas e, por tal, não se esgota apenas no FM. Actualmente a rádio não é apenas ouvida na sua forma tradicional, mas em todo o sítio, como o computador ou o telemóvel”, explica ao Expressões Lusitanas o director de programas das rádios do grupo RTP, Rui Pego.

 

O responsável acrescenta ainda que o lançamento da Antena 3 Dance e Antena 3 Rock vem na sequência de um “plano de desenvolvimento” de rádios ‘web’. Os exemplos mais recentes são a Rádio Lusitânia, a Rádio Vivace e a Antena 1 Vida.

 

“Chegou a altura de lançar estas duas novas rádios, que são o desdobramento da marca Antena 3, e contemplam dois universos musicais (‘rock’ e ‘dance’) com expressão na programação normal do FM, mas que podem ganhar outra identidade e dimensão se tiverem espaços próprios”, detalha Rui Pego.

 

A programação das duas novas rádios vai assentar, na sua maioria, em programas de autor. A ‘playlist’ (lista de músicas pré-definida) vai ocupar oito horas diárias na Antena 3 Rock e sete horas na Antena e Dance.

 

“Vamos apostar na personalidade. As rádios ‘web’ não podem ser vistas como tendo música a metro”, esclarece o director de conteúdos para novas plataformas da RDP, Jorge Alexandre Lopes.

 

Programas a serem transmitidos no FM da Antena 3 vão ter espaço na ‘web’. Para já, adianta Rui Pego, “não há programas da ‘web’ a passar no FM”, porque “pretende-se que as pessoas conheçam” as novas apostas. “Pode ser que venha acontecer. Depende da carreira dos programas”, afirma.



publicado por Expressões Lusitanas às 13:34 | link do post | comentar