Sexta-feira, 29 de Outubro de 2010

 

A direcção do Sindicato dos Jornalistas (ST) está a propor à classe a adesão à greve geral convocada para o dia 24 de Novembro. A proposta consta de um resolução a ser colocada à discussão na Assembleia Geral agendada para 04 de Novembro.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

A Resolução redigida pelo Sindicato dos Jornalistas refere a “grava ofensiva” contra os direitos e condições de vida e de trabalho enfrentadas pelos jornalistas e “repudia” as medidas previstas no Orçamento de Estado, que “agravam” os encargos fiscais, “reduzem” os rendimentos e “impõem” cortes salariais e congelamento das carreiras.

 

O documento acrescenta ainda que os jornalistas “sofrem” ataques aos seus direitos, “assistem ou são alvos directos” da discriminação salarial, “testemunham ou são atingidos” pela precariedade que “campeia” em várias redacções, “agravada pela utilização imoral de jovens estudantes na produção noticiosa”.

 

Os jornalistas “são meras peças descartáveis através de processos de despedimento colectivo que não passam por vezes de encenações para operações de substituição de efectivos; são preteridos na oportunidade de novos empregos; a maior parte dos profissionais desempregados não volta ao jornalismo, muitos não voltam a ter emprego em actividade alguma”, detalha ainda a Resolução elaborada pelo Sindicato dos Jornalistas.

 

Neste sentido, “propõe” aos profissionais do sector a participação na greve geral convocada pelas duas centrais sindicais (CGTP e UGT) e agendada para 24 de Novembro.



publicado por Expressões Lusitanas às 16:33 | link do post | comentar