Quarta-feira, 24 de Novembro de 2010

 

A reportagem “Comboio dos Direitos”, da autoria da jornalista da Rádio Renascença Filomena Barros, venceu o Prémio Nacional de Jornalismo do Ano Europeu do Combate à Pobreza e à Exclusão Social (AECPES), atribuído pela Comissão Europeia ao melhor trabalho na categoria audiovisual.

 

Expressões Lusitanas

 

Transmitida no programa “Princípio e Fim” da emissora católica portuguesa em 20 de Junho de 2010, a reportagem conta a viagem de comboio feita nesse mesmo mês por 600 crianças de todo o país, com o objectivo de falar sobre os direitos das crianças em situação de risco.

 

Filomena Barros é jornalista na Rádio Renascença há 20 anos e licenciou-se em Jornalismo pela Universidade Nova de Lisboa. Tem trabalhado nas áreas da defesa, educação e sociedade. Actualmente é sub-editora de Informação da emissora.

 

Neste concurso, lançado pela Comissão Europeia com o intuito de chamar a atenção da opinião pública para as temáticas relacionadas com o Ano Europeu de Combate à Pobreza e à Exclusão Social, foram atribuídos dois prémios nacionais entre os 36 trabalhos admitidos a concurso, nas categorias de Jornalismo audiovisual e Jornalismo escrito/online.

 

Na categoria de Jornalismo escrito, o vencedor foi o jornalista Luis Villalobos do jornal Público, com o artigo “Há 243 mil famílias em Portugal sem acesso a contas bancárias”.

 

O júri nacional do prémio de jornalismo foi constituído por Edmundo Martinho (coordenador nacional do AECPES), Ana Rita Moura (representação da Comissão Europeia em Portugal), Fernanda Freitas (embaixadora do AECPES), Ricardo Rodrigues (vencedor em 2009 do prémio de jornalismo “Pela Diversidade. Contra a Discriminação” e jornalista ‘freelancer’) e Sérgio Aires (representante da Rede Europeia Anti-Pobreza/Portugal).

 

Os vencedores nacionais estão agora a concorrer ao Prémio Europeu, atribuído também nas duas categorias. Os premiados serão anunciados no próximo mês de Dezembro.



publicado por Expressões Lusitanas às 19:38 | link do post | comentar