Sábado, 8 de Janeiro de 2011

 

A SIC Notícias surgiu a 08 de Janeiro de 2011 como um canal informativo de 24 horas em directo e em português. É, aliás, o lema da estação. Passados dez anos, mudaram-se as formas de ver televisão e de fazer jornalismo.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

Às 07:00 do dia 08 de Janeiro, Pedro Mourinho deu início às emissões regulares da SIC Notícias. O canal nasceu fruto de uma parceira estabelecida entre a SIC e a então TV Cabo (agora ZON) e da reformulação do CNL – Canal de Notícias de Lisboa.

 

Antes de existir a SIC Notícias, os hábitos de consumo de informação dos portugueses consistiam em “ver as notícias duas vezes por dia (almoço e jantar), com algumas excepções para debates ou entrevistas”, considera o director do canal, António José Teixeira, em declarações ao Expressões Lusitanas.

 

A existência de um canal informativo português 24 horas por dia mudou “significativamente” o modo como “a sociedade se relaciona com a comunicação social”. Outra das mudanças apontadas pelo responsável assiste-se na relação entre os políticos e a política com o meio televisivo.

 

As mudanças não surgem apenas da adaptação de uma só parte. António José Teixeira afirma que a SIC Notícias teve de se “adequar” e “responder” da “melhor forma possível” aos acontecimentos que foram irrompendo e na “forma de os explicar, enquadrar e questionar”, feita de uma forma considerada “distanciada” e “independente”. Tal facto fez com que o canal ganhasse “credibilidade”.

 

Dez anos se passaram e a efeméride foi celebrada publicamente com uma conferência subordinada ao tema “Uma década de jornalismo – o que mudou e o que vai mudar”, que teve lugar na manhã de quinta-feira na Fundação Oriente, em Lisboa.

 

A dificuldade de fazer prognósticos e de prever o futuro da SIC Notícias para os próximos dez anos obriga António José Teixeira a reger-se por uma “certeza” e uma “convicção”. “Continuaremos empenhados a fazer jornalismo de qualidade e estarmos atentos às evoluções tecnológicas e às possibilidades de proximidade, ligação e interactividade com os espectadores que as mesmas oferecem”.

 

Hoje, dia de aniversário, o canal estreia uma nova imagem gráfica e sonora, mas mantém o modelo informativo “reconhecido” e funcional” em vigor durante esta década de emissões.



publicado por Expressões Lusitanas às 07:01 | link do post | comentar