Sexta-feira, 21 de Janeiro de 2011

 

 

O Diário do Alentejo renova o grafismo e apresenta uma abordagem “diferente” nos conteúdos noticiosos, informa o director do semanário, Paulo Barriga, ao Expressões Lusitanas. Hoje, sexta-feira, é o dia em que o jornal chega às bancas.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

A renovação do grafismo do Diário do Alentejo prende-se essencialmente com o “desgaste” do modelo anterior. “Estava na altura de mudar”, explica o director da publicação ao Expressões Lusitanas.

 

O redesenho da imagem gráfica está também associado à tomada de posse da nova direcção, facto que teve lugar em Novembro do ano passado. Paulo Barriga sucedeu a João Matias, que colocou o lugar à disposição, após ter liderado os destinos do jornal durante quase três anos.

 

“Sempre que há uma nova direcção, existe sempre a vontade de mudar e de fazer um corte com o passado”, detalha ainda Paulo Barriga.

 

A abordagem aos conteúdos tornar-se-á “diferente” e reflecte-se na aposta na reportagem em detrimento da notícia pura e dura, num modelo assente no formato magazine.

 

Os efeitos da crise actual manifestam-se no jornal regional e traduzem-se na publicidade e num “abaixamento” nas assinaturas da publicação. “Há pessoas que ligam a dizer que têm de desistir da assinatura, porque não a conseguem pagar”, refere Paulo Barriga. Todavia, o responsável diz ao Expressões Lusitanas ter muita confiança no que se avizinha para este ano.

 

O Diário do Alentejo foi fundado em 1932 e é propriedade da Associação de Municípios do Baixo Alentejo e Alentejo Litoral (AMBAAL).

 



publicado por Expressões Lusitanas às 16:03 | link do post | comentar