Sexta-feira, 11 de Fevereiro de 2011

 

 

O Algarve registou cerca de 13,3 milhões de dormidas em 2010, de acordo com os dados revelados terça-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) e divulgados às redacções em comunicado enviado pelo Turismo do Algarve. O mercado interno foi crucial para a prestação alcançada.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

Face ao ano anterior (2009), houve um aumento de 2,6 por cento nas dormidas efectuadas na região algarvia. O comportamento do mercado interno foi determinante para o alcance do número agora atingido, com uma subida de 4,2 por cento, o que representa 3,8 milhões de dormidas de turistas nacionais.

 

Ainda de acordo com o INE, o número de hóspedes alojados em hotéis e estabelecimentos similares algarvios cresceu em relação a 2009 para 2,87 milhões, representando um acréscimo de 4,9 por cento.

 

A região do Algarve foi aquela que, indica o INE, “gerou maiores proveitos totais” em Portugal, com valores a rondar os 546 milhões de euros.

 

Os números divulgados pelo órgão estatístico permitem ao presidente da Entidade Regional de Turismo do Algarve (ERTA) fazer um balanço “francamente positivo”. Citado no mesmo comunicado enviado ao Expressões Lusitanas, Nuno Aires garante que os valores “superaram as expectativas iniciais”.

 

 



publicado por Expressões Lusitanas às 21:57 | link do post | comentar