Segunda-feira, 27 de Abril de 2009

                                     

 

 

Um olhar diferente sobre nove temas cantados por Amália é o que propõem os ‘Hoje’.
 
O álbum "Amália Hoje", à venda a partir de hoje, homenageia o legado da fadista, transformando-o em canções ‘pop’.
 
O trabalho, com produção e arranjos de Nuno Gonçalves, reúne três vozes alheias ao universo do fado: Sónia Tavares, dos ‘Gift’; Fernando Ribeiro, dos ‘Moonspell’, e Paulo Praça, dos Plaza.
 
O disco pretende demonstrar que, dez anos volvidos sobre a morte da fadista, "é possível recriar fados que cantou dando-lhes uma roupagem pop actual. E é também um elogio à canção cantada em Português, mas sem o som das guitarras portuguesas", sublinha Nuno Gonçalves, um dos rostos dos Gift e o autor deste projecto.
 
"Amália Hoja" inclui nove fados, a maioria deles com música que Alain Oulman compôs para letras de poetas portugueses, como são os casos de "Abandono" e "Nome de rua" (David Mourão-Ferreira), "Fado português (José Régio), "Gaivota" e "Formiga bossa nova", ambos de Alexandre O'Neill.
 
Fernando Ribeiro, dos ‘Moonspell’, que dá voz a "Formiga bossa nova", num registo muito diferente da imagem de vocalista de banda ‘heavy metal’, diz que esta sua participação não é de todo descabida. "No universo gótico, há coisas que tocam o fado. Mesmo nos ‘Moonspell’, quando se passa além do preconceito, é possível ver-se que há um trabalho poético", lembra.
 
Fonte: Jornal de Notícias
Fonte da imagem: Circo Natureza (por Google Imagens)


publicado por Expressões Lusitanas às 10:00 | link do post | comentar