Domingo, 5 de Julho de 2009

                  

 

Na sequência da notícia que saiu a público sobre a intenção de Maria João Pires renunciar à nacionalidade portuguesa, o Diário de Notícias publica um texto no qual se descreve o desconhecimento desta intenção por parte da filha e de uma amigo da pianista.

 

O Expressões Lusitanas escreve agora um pequeno excerto desta notícia da autoria de Marina Marques e de Sérgio B. Motta, do DN. Pode ler a peça na íntrega nesta página do jornal.

 

 

(...)"

"

 

A viver no Brasil desde 2006, Maria João Pires terá afirmado que pretendia renunciar à nacionalidade portuguesa, adoptando a brasileira. Contactados pelo DN, tanto a filha, Joana Pires, como o amigo Adriano Jordão dizem desconhecer esta intenção da artista

 
"Li com algumas reservas o que saiu nos jornais, porque acredito que tenha sido mais um desabafo num centro comercial. Não seria a primeira vez que se publicava uma notícia com erros", afirmou ao DN Adriano Jordão, o pianista brasileiro e amigo pessoal de Maria João Pires, à margem da FLIP, Festa Literária Internacional de Paraty, sobre a notícia avançada ontem pela Antena 2. Segundo a estação de rádio, a pianista terá confidenciado ao jornalista Paulo Alves Guerra, durante um encontro casual num centro comercial de Lisboa, que iria renunciar à cidadania portuguesa, optando pela brasileira.
 
Joana Pires, filha da pianista e presidente da Associação Belgais, afirmou ao DN desconhecer essa intenção da mãe, a viver no Brasil desde 2006, onde desenvolve um projecto semelhante ao de Belgais, "embora adaptado à realidade brasileira", explicou.
 



publicado por Expressões Lusitanas às 15:26 | link do post | comentar