Quinta-feira, 27 de Agosto de 2009

 

Recentemente, o Expressões Lusitanas ultrapassou a marca dos 10 mil visitantes.
 
Tudo começou há cerca de dois anos e meio, com o objectivo de promover a música portuguesa, divulgando as novidades e apresentando as entrevistas com músicos, directores de editoras e de estações de rádio, entre outros que se destaquem, em algum momento, a favor da música portuguesa.
 
Tudo isto apenas em formato “podcast” e num servidor mais limitado e de tráfego internacional, com base numa frase-chave: “Porque a música portuguesa também é para ouvir”.
 
Mais tarde, desde Março deste ano, o (agora) Portal Expressões Lusitanas transferiu todo o conteúdo até então publicado no Mypodcast.com para a plataforma do Sapo, ao sentir a necessidade natural de evolução e de se afirmar cada vez mais. Para isso, optou por alargar (em certa medida) o âmbito de actuação para outras áreas, também de expressão lusitana, como o teatro e a literatura. Contudo, a base ainda persiste, ou seja, a música portuguesa.
 
O ponto de mudança
 
Cinco meses se passaram na plataforma do Sapo, onde foi adoptado um novo estilo. Ao invés de o formato ser exclusivamente "podcast", o que levava a que o blogue estivesse durante algumas semanas ou meses desactualizado, a solução passou por combinar som/música e texto. E é o trabalho que o Expressões Lusitanas tem vindo a realizar durante estes cinco meses. Um trabalho que, penso eu, é compensado com o número de leitores fiéis do portal e com aqueles que, ocasional e esporadicamente (o Google também ajuda), por aqui passam. A todos, um muito obrigado!
 
 
Muitos daqueles que acompanham o Expressões Lusitanas têm percepcionado que, por alguns momentos, o portal não tem tido tantas actualizações, que, durante vários meses, eram diárias.
 
Tal situação deve-se à minha actividade profissional, o que, em alguns dias, não me é possível actualizar o Expressões Lusitanas com a frequência diária de outros tempos.
 
Porém, com mais ou menos actualizações diárias, o seu Portal vai continuar a disponibilizar as notícias, lançamentos de discos, “podcasts”, entre outros, “porque a música portuguesa também é para ouvir.


publicado por Expressões Lusitanas às 14:09 | link do post | comentar