Sábado, 24 de Outubro de 2009

                           

 

Os relógios vão esta madrugada atrasar 60 minutos em Portugal, entrando oficialmente na chamada hora de Inverno, a exemplo dos restantes países da União Europeia.

 
Assim, quando forem duas horas da manhã em Portugal Continental e na Região Autónoma da Madeira, os ponteiros do relógio vão recuar até à uma hora da manhã. Na Região Autónoma dos Açores, e de acordo com o Observatório Astronómico de Lisboa, à mesma hora os relógios recuam da uma hora da manhã para a meia-noite.
 
Com a mudança de hora, os portugueses podem dormir mais uma hora, visto que o domingo vai ter, no total, 25 horas. De acordo com o director do Observatório Astronómico de Lisboa, Rui Agostinho, a mudança da hora prende-se com razões civis, uma vez que, do ponto de vista astronómico, apenas faz sentido um atraso de 37 minutos em relação à hora solar.
 
Os horários de Verão e de Inverno têm como objectivo a poupança de energia, algo que já foi contestado. Um estudo da Universidade de Cambridge, liderado por Elizabeth Garnsey, defende a manutenção da hora, pelo facto de se verificar um maior gasto de energia no período da tarde. Com o atrasar dos relógios em uma hora, há um gasto extra de 447 mil toneladas de carbono, o que equivale à electricidade para 200 mil casas.
 
Portugal adoptou a existência de um duplo horário (hora de Verão e de Inverno) num mesmo ano desde 1916. Porém, e até aos dias de hoje, houve alguns anos em que a mudança para o horário de Verão não verificou: entre 1922 e 1923; 1925; 1930; 1933; 1967-1975.
 
Entre 1992 e 1996, Portugal regeu-se pelo horário comum aos países da Europa Central (uma hora mais tarde em relação à nossa actual). A medida do então primeiro-ministro Cavaco Silva facilitava as comunicações e transportes internacionais, mas foi contestada por afectar o ritmo do sono e o rendimento escolar.
 
A directiva do Parlamento Europeu uniformizou a aplicação da hora aos países da União Europeia em 1997, ano a partir do qual Portugal, o Reino Unido, a Irlanda e as Canárias (ilha de Espanha) adoptaram a hora do meridiano de Greenwich.
 
Recorde-se que a próxima mudança de hora vai ser feita no dia 28 de Março de 2010, instituindo-se novamente o horário de Verão.


publicado por Expressões Lusitanas às 14:20 | link do post | comentar