Sábado, 26.02.11

 

 

A terceira edição do Festival do Amor decorre entre os dias 01 e 05 de Junho, em Beja, um evento que tem como objectivo “dinamizar” a economia local e é antecedido por um conjunto de iniciativas concebidas para o “promover” junto dos interessados, como o programa romântico “Beja-me Muito”.

 

Daniel Pinto Lopes (enviado especial à BTL)

 

O Festival do Amor teve início há seis anos atrás. Pelo meio, e por “razões políticas”, houve um pequeno interregno e regressa este ano para a sua terceira edição, explica ao Expressões Lusitanas o vereador do turismo da câmara municipal de Beja, Miguel Góis.

 

O festival baseia-se na figura de Mariana Alcoforado, freira do Convento de Nossa Senhora da Conceição, em Beja, e considerada autora das cinco Lettre Portugaises enviadas ao oficial francês Noel de Chamilly, que lutou em Portugal durante a Guerra da Restauração (1640-1668), sob as ordens de Frederico de Schomberg.

 

“São as cartas de amor mais conhecidas no mundo inteiro e, pegando na figura da Mariana Alcoforado, desenhámos um festival com foco central no amor e nas suas mais variadas vertentes”, detalha o vereador com o pelouro do turismo.

 

A ter lugar “exclusivamente” no centro histórico da cidade alentejana, o Festival do Amor pretende “dinamizar” e “puxar” pelo tecido sócio-económico do concelho e da região, adianta.

 

A nível musical, estão já confirmadas as presenças de Jorge Palma, José Cid, Lúcia Moniz, António Zambujo & Os Azeitonas, Irmãos Catita, Virgem Suta (banda natural de Beja) e Morango Tango.

 

O radialista Fernando Alvim vai lançar o seu novo livro no Festival do Amor. A gastronomia afrodísiaca vai estar representada por vários ‘chefs’, como o argentino Chakall.

 

A anteceder o evento está programado um conjunto de produtos turísticos concebidos para o “divulgar” e “servir como rampa de lançamento”.

 

Em parceria com um operador turístico local, criou-se o “Beja-me Muito”, roteiros nos quais “é sugerido onde tomar um pequeno-almoço romântico, onde passar uma boa tarde a dois”, entre outros, acrescenta o vereador do turismo ao Expressões Lusitanas.

 

Quanto ao número de visitantes esperados, Miguel Góis diz ser “difícil” fazer uma previsão, tendo em conta que se trata de um festival  polinuclear, ou seja, vários eventos vão acontecer ao mesmo tempo.

 

 



publicado por Expressões Lusitanas às 19:48 | link do post | comentar

Sexta-feira, 25.02.11

 

Simas Santos e Miguel Cymbron

 

A agência Tryangle pretende promover o turismo no Triângulo dos Açores – ilhas do Faial, Pico e São Jorge – e torná-lo num destino de “excelência” da saúde e bem-estar. Outro dos objectivos passa por “conquistar” e “consolidar” o mercado turístico proveniente da Nova Inglaterra (EUA).

 

Daniel Pinto Lopes (enviado especial à BTL)

 

A agência Tryangle é o culminar de “um velho sonho” e é um nome escolhido a dedo. “Para além de simbolizar o Triângulo dos Açores, é simultaneamente um convite para se experimentar um novo ângulo [Try+Angle]”, refere o seu presidente Simas Santos.

 

Com sede em São Roque do Pico, a Tryangle tem como objectivos estratégicos tornar o Triângulo dos Açores num destino de “excelência” da saúde e bem-estar e “conquistar” o mercado da Nova Inglaterra.

 

“Estamos a falar de um mercado com cerca de 18 milhões de pessoas. Pensar nos Estados Unidos da América no seu conjunto é um erro estratégico, o qual nos tem saído muito caro”, explicou Simas Santos.

 

Como principais atractivos para os turistas provenientes desta região norte-americana, o responsável pela nova agência destaca as ligações aéreas directas entre Boston e Ponta Delgada e com uma duração de quatro horas e meia, a “fuga” a um clima “muito rigoroso” no Inverno e que pode desacandear num “efeito de arrastamento” para o restante mercado dos EUA.

 

O director regional do Turismo dos Açores, Miguel Cymbron, considera que é “importante” a afirmação do Triângulo como um “sub-destino” turístico do arquipélago, tendo em conta que apresenta “situações únicas”, tais como “a proximidade” e a “beleza” das três ilhas.

 



publicado por Expressões Lusitanas às 19:45 | link do post | comentar

 

 

O líder do PSD visitou esta sexta-feira a Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) e disse ser um “consumidor” do turismo interno. Passos Coelho espera que, nos próximos anos, o turismo ligado às áreas mais tradicionais seja um dos aspectos de “diferenciação” de Portugal.

 

Daniel Pinto Lopes (enviado especial à BTL)

 

Em declarações aos jornalistas, o líder do maior partido da oposição afirmou ser um “consumidor habitual” dos destinos nacionais. Todavia, “isso não quer dizer que, uma vez ou outra, não saia do país e procure outros destinos”, referiu Passos Coelho.

 

O líder do PSD não elegeu uma região do país em particular e adianta que tanto procura a praia, o litoral ou o interior. “É desde o Algave até Viana do Castelo”, indicou.

 

O presidente dos sociais-democratas espera que, no decorrer dos próximos anos, o turismo relacionado com as àreas mais tradicionais, como o religioso, o histórico, da saúde, entre outros, seja visto no seu conjunto como “um dos aspectos de diferenciação” de Portugal neste sector.

 

Passos Coelho esteve nos pavilhões 1 e 2 da BTL, na FIL, em Lisboa, nos quais estão presentes as várias regiões de turismo nacionais, algumas autarquias e diversas unidades hoteleiras.

 

Na quinta-feira foi a vez do líder do CDS-PP, Paulo Portas, visitar a Bolsa de Turismo de Lisboa. No dia inaugural, quarta-feira, o primeiro-ministro José Sócrates, o ministro da Economia Vieira da Silva e o secretário de Estado do Turismo Vieira da Silva destacaram a “importância” do sector para a economia nacional.

 

 



publicado por Expressões Lusitanas às 16:59 | link do post | comentar

Quinta-feira, 24.02.11

 

 

O presidente da Entidade Regional do Turismo do Algarve mostra-se “confiante” no turismo na região algarvia para este ano. Em entrevista ao Expressões Lusitanas, Nuno Aires realça os desafios que existem pela frente, a fim de o Algarve estar “cada vez mais na cabeça dos consumidores”, quando elegem o seu destino de férias.

 

Expressões Lusitanas: Qual é o balanço que a Entidade Regional do Turismo do Algarve faz do ano turístico de 2010?

Nuno Aires: É positivo. Ganhámos em toda a linha. Os números de receitas, de estadias e de presença de turistas no Algarve aumentou em 2010. Estamos a falar de uma recuperação em relação a 2009, um ano muito difícil. Temos aqui um tendência de crescimento que importa destacar.

 

Expressões Lusitanas: Os efeitos da crise não se fizeram sentir em 2010?

Nuno Aires: A crise fez com que houvesse mais trabalho por parte dos profissionais e uma promoção mais regular e focada, factos que culminaram nos resultados que obtivemos.

 

Expressões Lusitanas: Quais são as perpectivas para 2011?

Nuno Aires: É difícil fazer análises de médio e longo prazos, mas posso referir que, de acordo com as converas que estamos a ter com os hoteleiros e operadores [turísticos], o sector está animado e é sinal de que vamos ter, sobretudo, um bom verão. Eu acredito nisso.

 

Expressões Lusitanas: Que desafios pode a entidade a que presidente ter de superar este ano?

Nuno Aires: Vários e durante todos os dias. Jogamos num contexto internacional, com uma concorrência cada vez mais crescente e há alterações contínuas nos mercados internacionais e que alteram os fluxos turísticos. Em suma, o nosso desafio é estarmos presentes cada vez mais na cabeça dos consumidores, a fim de elegerem o Algarve como o seu destino de férias.

 



publicado por Expressões Lusitanas às 16:21 | link do post | comentar

 

 

O líder do CDS-PP defendeu esta quinta-feira uma aposta “radical”, “selectiva” e “focada” em sectores que permitem “melhorar” a produção nacional, promover o crescimento económico e aumentar as exportações, como o turismo, a agricultura e o mar.

 

Daniel Pinto Lopes (jornalista)

 

Em visita pela Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), Paulo Portas “elogiou” o evento que logrou estabelecer-se como um “certame de referência” num sector “crucial” para Portugal.

 

“Está aqui representado muito daquilo que o país é capaz de fazer e dos negócios que se podem realizar no sector do Turismo”, considera Portas.

 

O líder centrista referiu ainda que a aposta em sectores “determinantes”, como o turismo, a agricultura e o mar, é essencial para Portugal travar o endividamento “astronómico” que atingiu e para “retomar o caminho” do crescimento económico e da criação de emprego.

 

“Temos de resolver a questão do endividamento, que vai levar bastante tempo, e para isso é necessário apostar nestes sectores determinantes”, disse.

 

Paulo Portas é o primeiro líder da oposição a visitar a BTL, depois de, no dia de ontem, o primeiro-ministro José Sócrates, o ministro da Economia Vieira da Silva e o secretário de Estado do Turismo Bernardo Trindade terem marcado presença no evento.

 



publicado por Expressões Lusitanas às 15:12 | link do post | comentar

 

 

 

O presidente da câmara municipal de Albufeira criticou esta quinta-feira os cortes feitos no sector do turismo e o clima de austeridade económica, factores que podem afectar o sector e a região do Algarve.

 

Daniel Pinto Lopes (enviado especial à BTL)

 

Desidério Silva criticou hoje a introdução de portagens na Via do Infante, o aumento da taxa do IVA, os cortes feitos pelo Turismo de Portugal no sector e a “falta de promoção” da TAP dos voos que efectua para Faro.

 

“Tudo isto não facilita o turismo no Algarve e pode causar danos na região e no destino Algarve”, referiu o autarca de Albufeira em declarações aos jornalistas, na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), que se realiza na FIL, em Lisboa.

 

“O discurso feito é que o turismo é necessário para o país, mas, na prática, não se vê nada disso”, aponta Desidério Silva.

 

Ao Expressões Lusitanas, o presidente da Entidade Regional de Turismo (ERT) do Algarve afirma que o edil de Albufeira “fez sentir” um constrangimento na área da promoção turística, “tal como em outras áreas do país”. “O nosso esforço é com menos dinheiro tentar fazer melhor”, afirmou Nuno Aires.

 

Será o discurso do presidente da ERT Algarve mais animador? “É uma questão de estilo”, remata o responsável ao Expressões Lusitanas.

 

O presidente da câmara de Albufeira defendeu ainda o “combate” à sazonalidade do turismo, com a existência de iniciativas fora do período do Verão, referindo-se em concreto ao Congresso Europeu de Confrarias Enogastronómicas, a ter lugar em 2011 e cuja candidatura foi ganha pelo Algarve, passando à frente de alguns países, como a Bélgica e a Grécia.

 

 



publicado por Expressões Lusitanas às 14:06 | link do post | comentar

 

 

A Fundação do Gil e o Grupo Sol Melia assinaram esta quarta-feira uma parceria, cujo objectivo consiste na recolha de fundos atribuídos pelos clientes dos vários hoteis do grupo. No momento do ‘check-out’, os hóspedes são “convidados” a doar um euro.

 

Daniel Pinto Lopes (enviado especial à BTL)

 

A ideia per si “não é original” e é um conceito já adoptado em vários países. “Ainda não se fazia a favor de uma instituição portuguesa. Só roubámos uma boa ideia do mundo e aplicamo-la em Portugal”, explica ao Expressões Lusitanas a administradora-executiva da Fundação do Gil, Magarida Pinto Correia.

 

A iniciativa propõe a doação de um euro aquando do ‘check-out’ (pagamento da estadia e saída do hotel). Margarida Pinto Correia considera que esta parceria é uma “vitória”, mas vai depender da “adesão dos clientes” e do “contágio” que a ideia “pode vir a ter noutros hóteis ou em futuras parcerias”.

 

A experiência piloto teve lugar na unidade hoteleira do grupo Sol Melia na Madeira e foi alargada aos restantes hoteis do grupo empresarial.

 

A responsável adianta ainda ao Expressões Lusitanas que 2010 foi o primeiro ano em que a fundaçãoo fechou com valores negativos, atravessando assim “o pior ano da sua vida”.

 

“Os nossos parceiros chegaram a reduzir para 50% aquilo que nos davam e, pelo facto de não reduzirmos os nosso serviços, fechámos em terreno negativo”, explica a administradora-executiva da Fundação do Gil.

 

A apresentação da parceria teve lugar na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), que decorre na FIL, em Lisboa, até domingo, 27 de Fevereiro.

 



publicado por Expressões Lusitanas às 02:03 | link do post | comentar

 

 

O Turismo da Madeira apresentou hoje, 23 de Fevereiro, o seu novo ‘site’ institucional. Os conteúdos estão organizados por cada uma das ilhas do arquipélago (Madeira, Porto Santo e Desertas e Selvagens) e  aposta na interactividade.

 

Daniel Pinto Lopes (enviado especial à BTL)

 

A novidade foi apresentada pela directora regional de turismo da Madeira, Raquel França, na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), que se realiza até domingo, 27 de Fevereiro, na FIL.

 

Entre os vários conteúdos disponíveis, Raquel França destaca a apresentação semanal de uma receita tradicional madeirense na área ‘Gastronomia’ e a aposta na interactividade, com ligações directas para diversas redes sociais.

 

A nova página do Turismo da Madeira vai estar disponível em cinco línguas (português, inglês, espanhol, francês e alemão) e em vários dispositivos móveis.

 



publicado por Expressões Lusitanas às 00:59 | link do post | comentar

Quarta-feira, 23.02.11

 

O vice-presidente executivo da TAP, Luís Mor, foi um dos distinguidos pela AJOPT

 

A Associação de Jornalistas Portugueses de Turismo (AJOPT) premiou esta quarta-feira o director da Entidade Regional de Turismo do Oeste, António Carneiro, e o vice-presidente executivo da TAP, Luís Mor, com o ‘Prémio Personalidade Turística do Ano’ e ‘Troféu Consagração Turística’, respectivamente.

 

Daniel Pinto Lopes (enviado especial à BTL)

 

A cerimónia de entrega dos prémios decorreu quarta-feira na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), na FIL, em Lisboa.

 

O ‘Prémio Personalidade Turística do Ano’ pretende premiar entidades ou personalidades que “tenham promovido a actividade turística”, explicou o presidente da Associação de Jornalistas Portugueses (AJOPT), Salvador Dias.

 

A distinção foi entregue ao director da Entidade Regional de Turismo do Oeste, António Carneiro, pelo “amplo contributo” para o sector do turismo e o seu “vasto” currículo na área.

 

“Estou um pouco enrascado, porque estes prémios são promovidos pela entidade regional de Turismo a que presido”, afirmou António Carneio. A fim de esclarecer “mal entendidos”, o presidente da AJOPT asseverou que “tudo foi feito às claras”.

 

Por seu lado, o o ‘Prémio Personalidade Turística do Ano’ foi entregue ao vice-presidente executivo da TAP, Luís Mor.

 

“A TAP tem sido muito responsável pela promoção do destino Portugal e destaco o trabalho feito no Brasil. A TAP é a companhia aérea de entrada dos europeus no Brasil e dos brasileiros na Europa”, referiu o responsável pela Associação de Jornalistas Portugueses de Turismo.

 

 



publicado por Expressões Lusitanas às 23:51 | link do post | comentar

 

 

O secretário regional da Econonia dos Açores, Vasco Cordeiro, definiu esta quarta-feira a prioridade para o turismo no arquipélago, que consiste na “captação de fluxos turísticos”. O mercado francês é uma das apostas.

 

Daniel Pinto Lopes (enviado especial à BTL)

 

“A prioridade passa pela captação de fluxos turísticos e é para aí que se dirige todo o nosso esforço”, disse esta quarta-feira o secretário regional da Econonia dos Açores, Vasco Cordeiro, na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), na FIL, em Lisboa.

 

Em 2011, os responsáveis pelo turismo dos Açores pretendem voltar a apostar no mercado francês, após algumas experiências “menos bem conseguidas” no passado.

 

Para tal, dois vectores “estratégicos” vão estar em cima da mesa. Por um lado, o “aumento da notoriedade” da região dos Açores como destino turístico em França e, por outro lado, “fomentando” as acessibilidades no acesso ao arquipélago.

 

Neste último aspecto, Vasco Cordeiro adiantou que foi delineada uma parceria entre a companhia aérea SATA e a francesa Aigle Azur.

 

 



publicado por Expressões Lusitanas às 21:08 | link do post | comentar

 

Vieira da Silva à saída da BTL, em Lisboa

 

O ministro da Economia Vieira da Silva afirmou esta quarta-feira que a crise no Médio Oriente, provocada por um clima de instabilidade popular, “não é benéfica” para nenhum país, contrariando em certa medida as declarações proferidas pelo secretário de Estado do Turismo.

 

Daniel Pinto Lopes (enviado especial à BTL)

 

Bernardo Trindade disse esta semana que a instabilidade vivida em países do Médio Oriente podia trazer “vantagens” para o turismo nacional.

 

Todavia, em visita à Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), o ministro da Economia fez saber que a crise vivida nesta região do globo “não é benéfica para ninguém” e é uma situação que “preocupa a todos”.

 

Alguns destes países são “concorrenciais” em relação ao destino Portugal e Vieira da Silva confessa que “pode haver um natural desvio de fluxos” turísticos. Porém, alerta para o facto de este ser um “fenómeno passageiro” e que a capacidade de desenvolvimento da indústria turística portuguessa passa pela “melhoria da sua qualidade” e “presença no mundo”.

 

 



publicado por Expressões Lusitanas às 20:45 | link do post | comentar

 

José Sócrates e o ministro da Economia Vieira da Silva na BTL, em Lisboa

 

O governo de José Sócrates tem “consciência” da importância do sector do turismo na recuperação da economia portuguesa e, para tal, o primeiro-ministro deslocou-se esta quarta-feira à Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) para “agradecer” aos empresários do sector e dizer que “fizeram um bom trabalho” em 2010.

 

Daniel Pinto Lopes (enviado especial à BTL)

 

José Sócrates referiu esta quarta-feira que o seu executivo ficou “orgulhoso” do trabalho realizado pelos empresários do turismo em 2010.

 

“Foi o melhor ano de sempre, em que batemos todos os recordes. Os proveitos subiram cerca de 10% em relação a 2009 e atingiu-se um nível de lucro acima dos 7,6 mil milhões de euros”, afirmou o primeiro-ministro aos jornalistas.

 

Sócrates fez ainda questão de dizer que os empresários do sector turístico “fizeram um bom trabalho” no ano passado e deram uma “excelente contribuição” para a recuperação da economia do país.

 

“O turismo é essencial para dar emprego e aumentar as exportações. Julgo saber que para 2011 as expectativas são positivas”, declarou.

 

O primeiro-ministro adiantou ainda que a subida dos proveitos em 2010 está relacionada com uma “melhoria da qualidade” da oferta turística e Portugal compete hoje com níveis de segmento de mercado “mais exigentes” e “sofisticados”.

 

No final da conferência de imprensa, Sócrates não quis responder às perguntas dos jornalistas, numa altura em que o Norte de África e o Médio Oriente estão em período de revolução popular e quais os efeitos que tal facto pode originar no turismo nacional.

 

 



publicado por Expressões Lusitanas às 20:22 | link do post | comentar

 

Os portugueses viajaram mais para a Madeira, tornando-se assim um dos mais importantes mercados turísticos para a região, a par do inglês e do alemão. Contudo, apesar da subida da quota de mercado do turismo nacional, o número de hóspedes e os proveitos totais cairam em 2010. A excepção vai para o turismo de cruzeiros.

 

Daniel Pinto Lopes (enviado especial à BTL)

 

Os responsáveis pelo Turismo da Madeira têm “consciência” das dificuldades enfrentadas em 2010, relacionadas, sobretudo, com o temporal de 20 de Fevereiro.

 

Para fazer face às consequências da catástrofe natural, seguiu-se um trabalho de recuperação de imagem realizado pela Secretaria Regional do Turismo e Transportes da Madeira, culminando na “reformulação das várias acções promocionais previstas para 2010”, referiu hoje a directora regional de Turismo, Raquel França.

 

A nova campanha intitulada “Madeira, Bela Como Sempre” teve uma “forte” e “intensa” presença em Portugal e, posteriormente, nos restantes mercados emissores de turistas para a região.

 

Contudo, os dados preliminares do Turismo de Portugal indicam que, apesar de o mercado nacional ter subido em 2010, o ano transacto ficou marcado por descidas no número de hóspedes, dormidas e proveitos totais.

 

Deste modo, a Madeira recebeu 975 mil hóspedes (descida de 7,9% comparativamente com 2009), registou cerca de cinco milhões de dormidas (menos 8,9%) e alcançou um total de 227,5 milhões de proveitos, 11,1% abaixo do verificado em 2009.

 

Por seu lado, o turismo de cruzeiros é uma excepção. Em 2010, cerca de 495 mil passageiros passaram pela Madeira, signficando um acréscimo de 14% em relação a 2009, e foram feitas 294 escalas (mais 6%).

 

A tendência positiva neste segmento do mercado turístico verificou-se em Janeiro de 2011, com um aumento de 14% do número de pasasgeiros (53.627) e de 8% nas escalas (27).



publicado por Expressões Lusitanas às 14:25 | link do post | comentar