Sexta-feira, 21.01.11

 

 

O fadista Marco Rodrigues começa hoje, em Sintra, a apresentação ao vivo do seu segundo álbum de originais intitulado “Tantas Lisboas”. A digressão prossegue depois por diversas salas do país.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

Em “Tantas Lisboas”, o fadista está acompanhado quase sempre pela sua guitarra e apresenta dois temas em dueto, um com Carlos do Carmo, uma das suas referências, e outro com Mafalda Arnauth, duas vozes de diferentes gerações do fado.

 

 

Hoje, às 22:00, no Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra, Marco Rodrigues vai dar a conhecer ao vivo este seu trabalho discográfico. É o início de uma digressão por várias salas e casas de espectáculos do país.

 

 

Os próximos concertos decorrem este sábado, 22, no Casino da Figueira da Foz e a 04 de Fevereiro no Fórum Romeu Correia, em Almada.


“Tantas Lisboas” conta com a participação de Carlos do Carmo e Mafalda Arnauth e a colaboração de vários compositores e letristas, como Tiago Machado, o ‘rapper’ Boss AC, Tiago Torres da Silva e Inês Pedrosa.

 



publicado por Expressões Lusitanas às 14:40 | link do post | comentar

Quarta-feira, 24.11.10

 

Está esgotado o concerto de João Pedro Pais no Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra, nesta sexta-feira, 26 de Novembro, às 22:00.

Expressões Lusitanas

Neste concerto, os fãs do músico português podem ouvir as canções incluídas no último disco “A Palma e a Mão” (2008) e recordar temas intemporais da sua carreira, como “Louco Por Ti”, “Ninguém é de Ninguém” ou “Mentira”.



publicado por Expressões Lusitanas às 21:07 | link do post | comentar

Terça-feira, 21.09.10

 

O músico português Samuel Úria vai apresentar-se em concerto nos próximos dias 24 e 25 de Setembro no Centro Cultural Olga Cadaval (Sintra) e no Hard Club (Porto), respectivamente. Manuel Cruz, vocalista, guitarrista e letrista de bandas conhecidas do panorama musical português (Ornatos Violeta ou Pluto), é o convidado especial.

 

Expressões Lusitanas


Em Sintra e no Porto, Samuel Úria leva na bagagem os temas do disco “Nem Lhe Tocava” e sobe a palco acompanhado da sua banda.

 

Os bilhetes custam 10 euros para os dois concertos, que começam às 22:00 em Sintra e às 22:30 no Porto.



publicado por Expressões Lusitanas às 20:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 05.05.10

 

Os GNR subiram ao palco do Centro Cultural Olga Cadaval na passada sexta-feira para apresentarem alguns temas de “Retropolitana”, o novo disco do grupo, que, porém, ainda não tem data de lançamento oficial.

 

Daniel Pinto Lopes

 

O Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra, esteve longe de estar cheio. Havia bastantes cadeiras por ocupar.

 

Contudo, o público presente demonstrou-se bastante entusiasta e animado com o concerto dos GNR, sobretudo quando o colectivo interpretava temas intemporais, como “Popless”, “Tirana”, “Dunas”, “Asas (Eléctricas) ” ou “Pronúncia do Norte”.

 

Os novos temas do futuro álbum dos GNR, de seu nome “Retropolitana”, passaram despercebidos ao público presente, à excepção de “Rei do Roque”, que tem tido uma boa aceitação nas ‘playlists” das rádios.

 

O vocalista dos GNR, Rui Reinhino, assumiu o controlo do palco e não perdeu a forma na interpretação dos temas mais recentes e dos clássicos do Grupo Novo Rock, mesmo após o colectivo ter estado oito anos sem apresentar um álbum de originais.

 

Ao que o Expressões Lusitanas tentou saber, “Retropolitana” pode ser lançado para o mercado entre este mês de Maio e Junho. Decorre a fase de negociações com as editoras discográficas.

 

Uma referência para a parca comunicação entre Rui Reininho e o público presente. A música seguia-se quase de forma ininterrupta, faltando um elo de ligação entre os músicos em palco e os fãs e admiradores da banda ali presentes.

 

Não obstante, o público fez chamar duas vezes os GNR a palco após o concerto ter sido dado como terminado. Foram interpretadas, ao todo, mais quatro músicas, a pedido do público, que exclamava “só mais uma”.

 

No final, Rui Reininho afirmou que “valeu” estar no Centro Cultural Olga Cadaval e agradeceu a “noite maravilhosa”.



publicado por Expressões Lusitanas às 06:21 | link do post | comentar

Quarta-feira, 28.04.10

 

“Retropolitana” é o título do 11º álbum de originais dos GNR, um disco “assumidamente pop” e “próximo da essência sonora” da banda portuense. O primeiro concerto de apresentação acontece esta sexta-feira no Centro Cultural Olga Cadaval (Sintra).

 

Daniel Pinto Lopes


O novo trabalho discográfico dos GNR foi o primeiro álbum da banda gravado em estúdio próprio, no Porto, refere a agência da banda em comunicado enviado ao Expressões Lusitanas.

 

O tema de estreia já roda em algumas rádios e chama-se “Rei do Roque”.

 

Composto por 14 temas originais, “Retropolitana” é um álbum “assumidamente pop” e com uma sonoridade “próxima” daquilo que os GNR têm vindo a habituar ao longo dos quase 30 anos de carreira, esclarece o mesmo comunicado.

 

A primeira apresentação de “Retropolitana” vai ter lugar no Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra, na sexta-feira, 30 de Abril, às 22:00.



publicado por Expressões Lusitanas às 16:40 | link do post | comentar

Sexta-feira, 23.04.10

 

“Retropolitana” é o título do 11º álbum de originais dos GNR, um disco “assumidamente pop” e “próximo da essência sonora” da banda portuense. O primeiro concerto de apresentação acontece no Centro Cultural Olga Cadaval (Sintra), a 30 de Abril.

 

Daniel Pinto Lopes


O novo trabalho discográfico dos GNR foi o primeiro álbum da banda gravado em estúdio próprio, no Porto, refere a agência da banda em comunicado enviado ao Expressões Lusitanas.

 

O tema de estreia já roda em algumas rádios e chama-se “Rei do Roque”.

 

Composto por 14 temas originais, “Retropolitana” é um álbum “assumidamente pop” e com uma sonoridade “próxima” daquilo que os GNR têm vindo a habituar ao longo dos quase 30 anos de carreira, esclarece o mesmo comunicado.

 

A primeira apresentação de “Retropolitana” vai ter lugar no Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra, na próxima sexta-feira, 30 de Abril, às 22:00.



publicado por Expressões Lusitanas às 19:38 | link do post | comentar

Segunda-feira, 12.04.10

Créditos fotográficos: Marcelo Anjos

 

Quase casa cheia para receber Rita Guerra no Centro Cultural Olga Cadaval, Sintra, num espectáculo com um repertório variado e composto por temas do novo disco “Luar” e outros de registos anteriores. O ponto alto da noite foi a interpretação do fado de Amália “Perfeito Coração”, revelando uma outra faceta de Rita Guerra.

 

Daniel Pinto Lopes


A boa acústica do auditório Jorge Sampaio no Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra, esteve intimamente ligada à voz característica de Rita Guerra.

 

O concerto começou cerca de 12 minutos depois da hora marcada (22:00) perante uma sala bem composta, mas não esgotada. Durou quase duas horas.

 

Recorde-se que este espectáculo foi exclusivo para os clientes de uma grande superfície de comércio de electrónica e de electrodomésticos que compraram o novo disco de Rita Guerra, “Luar”.

 

O palco apresentava uma lua cheia em pano de fundo, que ia mudando de cor e de palavras ao som das diferentes canções que estavam escolhidas no alinhamento deste concerto de arranque da ‘tournée’ de divulgação do novo trabalho de Rita Guerra.

 

A artista cantou e ainda teve a oportunidade de se sentar ao piano para tocar algumas das baladas que estavam programadas.

 

O momento alto da noite aconteceu quase no final do espectáculo, quando Rita Guerra, sentada ao piano e sem a banda em palco, interpretou o fado de Amália “Perfeito Coração”, revelando uma faceta desconhecida para muitos dos seus fãs. No final, o público aplaudiu e houve quem dissesse “Ah, fadista”.

 

Um dos espectadores protagonizou um episódio caricato e hilariante. Quando Rita Guerra se preparava para cantar o tema “Chegar a Ti”, ouve-se uma voz da plateia que exclama “Espera!”. A artista e o público tentaram perceber do que se tratava. Era um menino que, em pé, pedia a Rita Guerra que esperasse “um pouco” para poder tirar uma foto.

 

Face a este pedido, a artista saiu do piano e dirigiu-se para o meio do palco, a fim de concretizar o desejo do seu fã mais jovem presente na sala.

 

Os próximos espectáculos de Rita Guerra, abertos a todo o público, durante este mês de Abril são em Lagoa (17 de Abril), Estremoz (29 de Abril) e Lisboa (30 de Abril).



publicado por Expressões Lusitanas às 19:31 | link do post | comentar