Segunda-feira, 26.07.10

 

O músico brasileiro apresenta-se hoje e amanhã em concerto no Coliseu dos Recreios, em Lisboa. Na quinta-feira, 29 de Julho, é o dia de Caetano Veloso rumar até ao Porto e pisar o palco do Coliseu da cidade Invicta. O espectáculo tem uma duração prevista de uma hora e meia e vai ter “novidades”.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

De acordo com a organização em comunicado enviado ao Expressões Lusitanas, uma das “novidades” trata-se da presença em palco de uma asa delta “verdadeira”, com 9,5 metros de largura por 3 metros de comprimento.

 

Nos concertos que Caetano Veloso vai dar nos Coliseus das cidades de Lisboa (26 e 27 de Julho) e do Porto (29 de Julho), o artista vai recorrer a algumas projecções em vídeo.

 

“Imagens do cineasta Miguel Przewodovski ilustram alguns dos temas  dedicados ao grande homenageado de ‘Zii e Zie’ [nome do último álbum de Caetano Veloso]: o Rio de Janeiro”, refere a organização.

 

“As imagens contextualizam a letra do tema que está a ser interpretado, como é o caso da canção ‘Lapa’”, através das quais é possível “visitar” o bairro “tradicional” e “boémio” do Rio de Janeiro.

 

Nos três concertos de Caetano Veloso em Lisboa e no Porto vão ser interpretadas canções novas, inéditas e revisitados temas célebres da carreira do músico brasileiro.

 

Em palco, a acompanhar Caetano Veloso, vão estar Pedro Sá (guitarra), Ricardo Dias Gomes (teclados) e Marcello Callado (bateria).

 

Os concertos têm início previsto para as 22:00.



publicado por Expressões Lusitanas às 16:29 | link do post | comentar

Quinta-feira, 29.04.10

 

Os Mão Morta regressam, onze anos depois, ao Coliseu dos Recreios, em Lisboa. A banda de Braga vai apresentar o seu novo disco "Pesadelo em  Peluche". O início do concerto está agendado para as 21:30.

 

Daniel Pinto Lopes

 

Para este espectáculo, o vocalista dos Mão Morta, Adolfo Luxúria Canibal, adianta ao Expressões Lusitanas que o repertório se vai basear em alguns temas do novo disco, assim como dos registos anteriores dos Mão Morta.

 

O grupo vai contar com a presença de Fernando Ribeiro em palco para interpretar o tema "Como um Vampiro", no qual o vocalista dos Moonspell faz um dueto com Adolfo Luxúria Canibal.

 

"Pesadelo em Peluche" teve como ponto de partida o livro “The Atrocity Exhibition" (“A Feira de Atrocidades”) do escritor chinês, mas radicado na Grã-Bretanha, J. G. Ballard.

 

Neste livro, Ballard retrata a nova percepção do real que o panorama mediático e cultural estabelecido pela moderna comunicação de massas induz no indivíduo.

 

A nova aposta dos Mão Morta é um disco de canções de rock, em que a sonoridade do grupo “está presente”, sublinha Adolfo Luxúria Canibal.

 

"Novelos da Paixão" é o tema de estreia deste trabalho discográfico, que pretende assinalar os 25 anos de carreira dos Mão Morta.

 

O concerto no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, tem início marcado para as 21:30.

 

 

Notícias relacionadas:

Mão Morta apresentam "Pesadelo em Peluche" - VÍDEO

 

 



publicado por Expressões Lusitanas às 06:01 | link do post | comentar

Sexta-feira, 09.04.10

 

David Fonseca sobe aos palcos do Coliseu de Lisboa e do Porto para apresentar o seu mais recente disco “Between Waves”. Os concertos vão ter uma “forte componente cénica”, criando um “ambiente envolvente”, a fim de que o público esqueça “por momentos” o seu quotidiano.

 

Daniel Pinto Lopes

 

O músico português mostra-se “muito satisfeito” com o percurso que o seu mais recente álbum está a seguir (surgiu em primeiro lugar na tabela de vendas na primeira semana) e com a adesão que o mesmo tem junto do público.

 

“É uma recompensa muito grande fazer um disco e depois ter a atenção e a participação activa das pessoas, que saiem de casa para ver os concertos, entre outras coisas”, destaca ao Expressões Lusitanas.

 

O novo disco de David Fonseca “Between Waves” apresenta algumas diferenças em relação ao anterior “Dreams in Colours”. O músico confessa que as diferenças entre álbuns são “necessárias”, pois serve para “estimular a criatividade”.

 

Passou-se de um disco “festivo” para este novo álbum que retrata o “dia seguinte desta festa”, que também carrega “alguma alegria e festividade”, mas tem uma “perspectiva diferente”.

 

“[O “Between Waves] acaba por ser um disco mais experimental em vários aspectos em relação ao disco anterior. Acho que é um álbum muito intenso”, explica.

 

David Fonseca sobe ao palco do Coliseu de Lisboa na sexta-feira, 9 de Abril. No dia 16, também sexta-feira, o artista ruma até ao Porto para actuar no Coliseu da cidade Invicta.

 

Os concertos nas duas cidades vão ser “semelhantes”, durante os quais a componente cénica vai estar “bastante presente”.

 

O músico promete “arriscar” em vários sentidos, tanto na parte cénica, como na forma como o concerto vai ser feito e nas canções que vai tocar até às surpresas que “estão preparadas”.

 

O objectivo consiste em criar um “ambiente envolvente” para com o público, a fim de que este se “esqueça”, por momentos, do seu dia-a-dia.

 

O repertório já está escolhido e não se centra apenas nas novas canções de “Between Waves”. O espectáculo vai percorrer vários momentos musicais da sua carreira, alguns deles “muito mais antigos do que aquilo que se possa supor”.

 

O público presente vai poder ainda ouvir canções dos Silence 4, grupo do qual fez parte.

 

Questionado pelo Expressões Lusitanas sobre para quando canta em português, David Fonseca afirma que a ideia de que não canta em português é “falsa”, recordando, por exemplo, a sua passagem pelos Humanos e algumas músicas “pontuais” em português que teve em discos anteriores.

 

“É uma decisão que tem de ser, acima de tudo, pessoal e algo que acontece porque tem de acontecer. Algo natural e não imposto”, conclui David Fonseca.



publicado por Expressões Lusitanas às 13:32 | link do post | comentar

Sexta-feira, 26.03.10

 

Gomo é o artista convidado para fazer a primeira parte do concerto dos alemães Alphaville no palco do Campo Pequeno, em Lisboa, hoje, a partir das 20:30.

 

Expressões Lusitanas (D.P.L.)

 

A actuação do português Gomo insere-se na tournée de promoção do último trabalho do músico, "Nosy". 'Final Stroke' e 'Still Inside Your Mind' vão ser alguns dos temas que Gomo vai hoje interpretar no Campo Pequeno, informa a agência do artista em comunicado.

 

O música português prossegue a tournée no dia 3 de Abril com a actuação no último dia da iniciativa "Tomar Jovem 2010", concerto que vai ter lugar no Cine-Teatro Paraíso, em Tomar.



publicado por Expressões Lusitanas às 11:17 | link do post | comentar

Segunda-feira, 22.03.10

O Expressões Lusitanas esteve no concerto da “Rua da Saudade Ao Vivo” e conta o que se passou no Coliseu dos Recreios, em Lisboa.

 

 

O projecto “Rua da Saudade” subiu ao palco do Coliseu de Lisboa para apresentar um concerto equilibrado e bem-disposto, que recordou alguns dos poemas de José Carlos Ary dos Santos agora transformados em canções.


Daniel Pinto Lopes

Passavam cerca de 20 minutos depois da hora marcada para o início do espectáculo (22:00) e o público, impaciente, já batia palmas. Aguardava pelo arranque dos primeiros acordes da tournée “Rua da Saudade Ao Vivo”.


As luzes desligaram-se e ouve-se uma gravação de José Carlos Ary dos Santos a declamar um dos seus poemas. De seguida abre-se o pano e vê-se a orquestra composta por 22 músicos vestidos a rigor e coordenada pelo produtor musical Renato Júnior. No centro do palco está uma mesa (com um candeeiro e quatro copos) e quatro cadeiras à sua volta.


Viviane foi a primeira a apresentar-se, sucedida por Luanda Cozetti. Seguiram-se Susana Félix e Mafalda Arnauth. As quatro vozes da “Rua da Saudade” começavam assim o espectáculo no Coliseu de Lisboa, que esteve bem composto em termos de público , mas longe de estar esgotado.


Luanda Cozetti questionava "para quê falar sobre Ary” se “todas as palavras viraram canções”. Por sua vez, Mafalda Arnauth destacava que, apesar de as quatro artistas estarem “muito felizes” neste projecto, não tiveram a “felicidade” de “privar” com o poeta.


Viviane sublinhava o “prazer enorme” que sentia ao estar no Coliseu para “festejar” o poeta. Já Susana Felix aproveitou para fazer uso do "passaporte da liberdade” que com ela nasceu.


O repertório musical esteve focado nas onze canções que compõem o disco de homenagem. Porém, o público presente teve a possibilidade de ouvir novas versões de grandes clássicos de Ary dos Santos.


Destaque para a surpreendente interpretação a capella de “A Desfolhada”, original com que Simone de Oliveira venceu o Festival RTP da Canção em 1969.


Sentadas nas cadeiras que rodeavam a mesa e num ambiente informal e algo boémio, cada uma das artistas interpretava partes do poema. Os últimos versos foram cantados em uníssono, num registo admirável que arrancou aplausos.


Após mais algumas interpretações chega o grande final do concerto. Por entre o público surgem os vários elementos da orquestra a tocar o refrão da “Tourada”, canção que deu a vitória a Fernando Tordo no Festival RTP da Canção em 1973.


A banda voltou a reunir-se com as quatro cantoras no palco para, juntamente com o público (a aplaudir de pé), acompanhar os versos do refrão da “Tourada”.

 

“Rua da Saudade Ao Vivo” ruma agora para o Norte. A cidade do Porto acolhe este projecto em concerto no Coliseu no dia 26 de Março.

 

Notícias relacionadas:

REPORTAGEM: As quatro "corajosas" cantam Ary dos Santos - Rua da Saudade

Rua da Saudade recebe galardão de platina e prepara concertos nos Coliseus



publicado por Expressões Lusitanas às 00:56 | link do post | comentar

Terça-feira, 16.03.10

 

A cantora paulista Cibelle vai pisar os palcos dos Coliseus de Lisboa e Porto durante a primeira parte do concerto dos norte-americanos Grizzly Bear nos dias 26 e 27 de Maio, respectivamente, informa a organização.

 

Expressões Lusitanas

 

A artista apresenta uma "nítida influência da bossa-nova, do tropicalismo de Caetano e da batida electrónica da lounge music, de onde emergem sons conceptuais e pós-modernos" e vai inaugurar o concerto dos Grizzly Bear nos Coliseus, pode ler-se no comunicado enviado pela organização.

 

A autora de “Punk da Periferia” e “Só Sei Viver no Samba” editou em Outubro do ano passado o seu álbum de originais, depois do sucesso de “The Shine of Dried Electric Leaves”.

 

Também no ano de 2009 Cibelle foi convidada por The Legendary Tigerman para colaborar no álbum “Femina”, com o tema “Don’t You Wanna Know”.



publicado por Expressões Lusitanas às 20:54 | link do post | comentar

Sexta-feira, 12.03.10

Créditos fotográficos: João Portugal

 

ÁUDIO da REPORTAGEM:

 

O cantor romântico Leandro sobe este sábado, 13 de Março, ao palco do Coliseu de Lisboa para apresentar o seu mais recente trabalho discográfico ‘Também Eu’, prometendo um concerto com algumas surpresas e que “vai bater nos corações”.

 
Daniel Pinto Lopes
 

Leandro actua em concerto no Coliseu de Lisboa, durante o qual vai interpretar temas do novo disco ‘Também Eu’, que tem o mesmo nome do tema de estreia, porque, diz o artista, é uma canção com a qual se identifica e conta uma “história de amor” que aconteceu a amigos seus.

 

Em traços gerais, Leandro explica ao Expressões Lusitanas que este álbum é mais um trabalho “romântico” e que reflecte a “experiência” ganha pelo artista ao longo do tempo.

 

“É um trabalho mais maduro e que tem mais a ver comigo. Nos outros dois trabalhos andámos ainda a procurar o registo musical que o meu público queria ouvir”, detalha.

 

O cantor descreve que este terceiro disco pediu “novas exigências”, sobretudo por parte do produtor Ricardo Landum, que, entre outros artistas, trabalha com Tony Carreira. Confessa que foi “complicado”, mas, por outro lado, foi bastante “gratificante” poder “superar uma missão” que o produtor tinha, “correspondendo” às suas expectativas.

 

A carreira de Leandro na música começou há cerca de cinco anos. Ao olhar para trás para fazer um balanço e uma retrospectiva, Leandro assegura que voltava a fazer “tudo de novo” e a “repetir todos os passos”, tendo em conta que “sempre foi um sonho” trabalhar com a equipa, editora e com o produtor Ricardo Landum.

 

Estamos a menos de um dia antes de Leandro subir ao palco do Coliseu de Lisboa. A preparação do espectáculo tem sido “intensa” e garante que já conseguiu recuperar algumas horas de sono, apesar de a ansiedade ser o sentimento predominante.

 

O artista afirma que tem algumas surpresas reservadas para o concerto, mas não as desvenda nem levanta um pouco a ponta do véu. Porém, diz que quem for assistir ao concerto no Coliseu de Lisboa pode esperar um espectáculo “bastante romântico” e que “vai bater corações”, tanto nas fãs, como nos homens.

 

Leandro admite que há “muitos casais de namorados” em que os homens “não aceitavam” a sua música, situação que se contrariou e acha “engraçado” que alguns lhe digam que “despertou um lado romântico” que desconheciam.

 

Antes de subir ao palco, Leandro deixa uma “mensagem de agradecimento” a cada um dos seus fãs através do Expressões Lusitanas.

 



publicado por Expressões Lusitanas às 19:41 | link do post | comentar

Segunda-feira, 01.03.10

 

O projecto Rua da Saudade, que reinterpreta algumas das canções escritas pelo poeta Ary dos Santos, recebeu o galardão de platina no dia em que se apresentou ao vivo pela primeira vez, a anteceder os espectáculos marcados para este mês nos Coliseus.

 
Daniel Pinto Lopes
 

O primeiro espectáculo ao vivo do projecto Rua da Saudade teve lugar na passada quinta-feira, 25 de Fevereiro, na Baixa lisboeta, um encontro que fica marcado pela entrega do galardão de platina, que assinala vendas superiores a 20 mil discos.

 

As quatro vozes do projecto – Susana Félix, Luanda Cozetti, Mafalda Arnauth e Viviane – estão a preparar os dois concertos nos Coliseus de Lisboa e do Porto a 19 e 26 de Março, respectivamente.

 

No palco vão estar reunidas as quatro artistas, juntamente com uma banda constituída por 22 músicos, informa a editora em comunicado enviado ao Expressões Lusitanas.

 

 



publicado por Expressões Lusitanas às 13:02 | link do post | comentar

Sábado, 06.02.10

 

REPORTAGEM ÁUDIO:

 

Mickael Carreira pisa pela segunda vez o palco do Coliseu dos Recreios, em Lisboa, um concerto que vai ter casa cheia e ser gravado para posterior edição em DVD, um dos passos que "faltava" na carreira do cantor.

 

Daniel Pinto Lopes

 

O concerto de hoje, sábado, às 22:00, vai ter como base as canções do novo disco "Tudo o Que eu Sonhei" e algumas dos dois álbuns anteriores.

 

O cantor promete que o espectáculo vai ser a "maior produção" que fez no decorrer da sua carreira. Mickael explica ao Expressões Lusitanas que "ficou de boca aberta" quando viu o cenário pela primeira vez.

 

"Quando entrei pela primeira vez esta semana no Coliseu, na altura das montagens, olhei para o cenário e fiquei como um puto, porque ver o cenário no computador é diferente de o ver ao vivo", lembra Mickael.

 

Para o cantor, voltar ao palco do Coliseu é "fantástico", estando a trabalhar para que o regresso a esta sala prestigiada de Lisboa seja "como se fosse pela primeira vez".

 

À medida que a hora do concerto se aproxima - "a hora da verdade", como diz Mickael -, os nervos "aparecem", porque pretende que "tudo corra bem".

 

O repertório já está escolhido e "muito bem alinhado". Mickael vai combinar canções do novo disco com outras que foram bem sucedidas nos dois e únicos álbuns anteriores.

 

"Fui repescar alguns dos temas dos três discos, porque, falando por mim, acho que é um erro quando se baseia o alinhamento só no último disco. Há outros temas que as pessoas fazem questão de ouvir e que marcaram estes quatro anos", sublinha.

 

O concerto de hoje à noite vai ter casa cheia, algo que Mickael admite ao Expressões Lusitanas ter sido a "primeira vez" que aconteceu com "tanto tempo de antecedência".

 

Se Mickael pudesse referir alguma coisa a cada pessoa que vai estar hoje no concerto, dizia, de forma humorística, que "iria fazer um 'striptease'".

 

"Não, estou a brincar (risos). O que eu posso dizer é que as pessoas vão ficar muito surpreendidas e não sairão daqui desiludidas", garante Mickael.

 

Tony Carreira marca presença no concerto para interpretar o tema "Filho e Pai". Esta foi a canção que Mickael deu voz juntamente com o pai na primeira vez que pisou o palco do Coliseu em 2002.

 

Mickael diz que o pai "tinha de estar presente" no concerto - um convidado que "não podia faltar" -, indo mais longe ao referir que se está "nas tintas" para aqueles que pensam que está sempre a "convidar o papá".

 

A cantora natural da Indonésia, mas com cidadania francesa, Anggun, é também convidada do concerto. Anggun fez um dueto com Mickael Carreira no tema "Chama Por Mim (Call My Name)".

 

O espectáculo vai ser gravado para posterior edição em DVD, um dos passos que "faltava" na carreira do cantor.

 

"Não vou esconder que é uma das coisas que queria fazer há já muito tempo. Achei que este ano era o momento certo e o Coliseu é uma sala de que gosto muito e pela qual tenho muito carinho", conclui.



publicado por Expressões Lusitanas às 10:32 | link do post | comentar

 

Onze anos depois de terem pisado o palco do Coliseu dos Recreios pela primeira vez, os Mão Morta regressam a esta prestigiada sala de Lisboa para apresentar o novo álbum de originais e celebrar 25 anos de carreira.

 

Daniel Pinto Lopes

 

A banda formada em Braga apresenta assim em concerto o novo álbum "Pesadelo de Peluche" no ano em que celebram 25 anos de música.

 

O disco sucessor de «Nus» está a ser gravado em estúdios de Braga e do Porto pelos seis músicos e vai ser editado em meados de Abril pela editora Universal Music Portugal.

 

A data escolhida para os Mão Morta voltarem a pisar o Coliseu dos Recreios, em Lisboa, é 29 de Abril. Os bilhetes vão ser postos à venda a partir de segunda-feira, 8 de Fevereiro.



publicado por Expressões Lusitanas às 08:59 | link do post | comentar

Sexta-feira, 05.02.10

 

Os bilhetes para o concerto de Mickael Carreira no sábado, 6 de Fevereiro, no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, estão esgotados. O cantor promete a "maior produção" que realizou até hoje.

 

Daniel Pinto Lopes

 

O concerto de Mickael na prestigiada sala de espectáculos de Lisboa vai contar com a presença em palco do pai Tony Carreira e da cantora Anggun (natural da Indonésia, mas com cidadania francesa), com quem Mickael fez um dueto na canção "Chama Por Mim (Call My Name)".

 

O concerto de amanhã à noite (22:00) no Coliseu vai ser gravado para posterior edição em DVD. Prevê-se que o lançamento para o mercado ocorra ainda durante este ano.



publicado por Expressões Lusitanas às 12:24 | link do post | comentar

Sexta-feira, 30.10.09

                                                 

Mariza inaugurou ontem na Invicta a série de quatro concertos nos Coliseus do Porto e de Lisboa, com a digressão do platinado “Terra” em pano de fundo.
 
O Porto recebe hoje o último espectáculo no Coliseu desta cidade. Amanhã e no domingo, feriado de Todos os Santos, a fadista desce até Lisboa para cantar o seu fado no Coliseu da capital.
 
Recorde-se que Mariza já pisou o palco de algumas das mais prestigiadas salas de todo o mundo. Do Carnegie Hall, em Nova Iorque, à Sidney Opera House, passando pelo Barbican Hall, em Londres, o Palau de la Musica Catalana, em Barcelona, ou o Chan Centre for Performing Arts, em Vancouver, no Canadá, entre outras.
 
Mariza sobe agora ao palco dos Coliseus para interpretar os temas do álbum responsável pelos bem sucedidos “Rosa Branca” e “Beijo de Saudade” – “Terra” (editado em 2008). Um álbum que é merecedor da melhor posição de sempre de um disco nacional na ‘World Charts’ da Billboard (5º lugar nos Estados Unidos e 3ª posição no Canadá).
 Daniel Pinto Lopes
 
EXTRAS:
 
Reportagem áudio de Ana Sofia Carvalheda (Antena 1):
 

 

Vídeo do tema "Rosa Branca", que faz parte do mais recente álbum "Terra":

 



publicado por Expressões Lusitanas às 14:14 | link do post | comentar

Segunda-feira, 19.10.09

                           

 

O Porto vai ter uma data extra à que já estava prevista para o concerto de Mariza no Coliseu, refere ao Expressões Lusitanas a promotora do espectáculo “Música no Coração”.
 
A fadista vai subir nos dias 29 e 30 de Outubro ao palco do Coliseu do Porto para, no dia seguinte e no dia 1 de Novembro, descer até Lisboa para cantar o fado no Coliseu da capital.
 
Natural de Moçambique, mas criada no bairro alfacinha da Mouraria, Mariza é hoje considerada por muitos a voz mais significativa da música portuguesa em todo o mundo.
 
Com quatro álbuns de originais lançados, Mariza sobe agora ao palco dos Coliseus do Porto e de Lisboa para um total de quatro espectáculos.


publicado por Expressões Lusitanas às 23:38 | link do post | comentar

Quinta-feira, 15.10.09

 

Foi com entusiasmo e sem tristeza que os Delfins se despediram oficialmente de Lisboa com um concerto no Coliseu dos Recreios esgotado há cerca de um mês. Vinte cinco anos depois do lançamento do primeiro single, «Letras», a banda de Cascais disse adeus ao som dos 25 maiores êxitos que marcaram a sua carreira.

 

Leia o artigo na íntegra na página do IOL Música. Clique aqui.

 

Fonte da imagem: IOL Música



publicado por Expressões Lusitanas às 00:00 | link do post | comentar

Segunda-feira, 11.05.09

                                           

 

 

A cantora brasileira Maria Rita actua este mês de Maio nos coliseus de Lisboa e do Porto, no âmbito de uma digressão pela Europa com o álbum "Samba meu", editado em 2007.
 
No dia 22, Maria Rita vai estar no coliseu do Porto e dois dias depois ruma ao de Lisboa.
 
Maria Rita tem estado em digressão desde que lançou o terceiro disco, "Samba meu", vencedor de um Grammy Latino de melhor álbum de samba.
 
Antes de chegar a Portugal, Maria Rita vai estar no dia 16 em Espanha, no festival Tensamba, em Tenerife, e no dia 21 vai passar por Amesterdão, na Holanda.
 
Esta será a segunda vez que Maria Rita apresenta este álbum em Portugal, depois de uma passagem em 2008 pelos coliseus de Lisboa e do Porto.
 
Maria Rita, filha da cantora Elis Regina e do músico César Camargo Mariano, iniciou uma carreira profissional em 2001, com 24 anos, tornando-se um dos nomes importantes da geração de 1970 da música popular brasileira.
 
Tentou sempre descolar-se da imagem de "filha de Elis Regina", embora muitos apontassem notórias semelhanças vocais entre ambas.
 
Além de "Samba meu", editado também num DVD ao vivo, Maria Rita lançou outros dois álbuns de originais: "Maria Rita" (2003) e "Segundo" (2005), cada um deles já premiado com um Grammy Latino.
 
Fonte: Diário de Notícias
Fonte da imagem: Maria Rita

 



publicado por Expressões Lusitanas às 23:04 | link do post | comentar