Sábado, 22.01.11

 

 

David Fonseca vai levar a várias salas de espectáculo do país a sua mais recente criação intitulada ‘One man, a thousand instruments and a Polaroid’. Sozinho, rodeado de instrumentos e com uma máquina fotográfica, David Fonseca vai interpretar vários temas da sua carreira, desde os mais conhecidos aos menos tocados.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

O espectáculo estreou em Lisboa no passado mês de Dezembro. As oito sessões esgotaram e, em 2011, David Fonseca anuncia a realização de uma série de apresentações deste espectáculo pelo país, informa a editora do músico em comunicado enviado ao Expressões Lusitanas.

 

‘One man, a thousand instruments and a Polaroid’ é uma criação de David Fonseca e concebida a partir do tema “U Know Who I Am”, retirado do seu último álbum de originais chamado “Between Waves”.

 

A “surpresa” vai ser um elemento presente em todas estas apresentações, garante ainda a editora na nota enviada. “Com variações nos alinhamentos de concerto para concerto, com o recurso a instrumentos que não estamos habituados a ver em David, com as canções emblemáticas mas também com as menos tocadas, com temas seus e de outros, com conversa e com silêncios, acústico e eléctrico, com música e com imagens”. Esta é uma pequena antecipação daquilo que se pode ver.

 

O primeiro espectáculo em 2011 ocorre no Cine-Teatro de Estarreja, hoje, 22 de Janeiro. Seguem-se o Cine-Teatro de Rio Maior, a 05 de Fevereiro, o Casino da Póvoa do Varzim, a 14 de Fevereiro, o Cine-Teatro de Castro Verde, a 19 de Fevereiro, e o Cine-Teatro Messias (Mealhada), a 26 de Fevereiro.

 

Em Março, David Fonseca sobe aos palcos da Casa das Artes de Arcos de Valdevez, a 05 de Março, do Cine-Teatro Paraíso, em Tomar, a 11 de Março, o Cine-Teatro de Torres Vedras, a 12 de Março, o Teatro Garcia de Resende, em Évora, a 24 de Março, e do Fórum Cultural de Alcochete, a 26 de Março.

 

O preço dos bilhetes varia entre 12,5 e 15 euros, excepto em Rio Maior (7,5€) e no Casino da Póvoa do Varzim (50€, incluindo jantar).

 

 



publicado por Expressões Lusitanas às 09:05 | link do post | comentar

Sexta-feira, 10.12.10

 

Um homem, mil instrumentos e uma máquina fotográfica instantânea. Este é o mote para quatro concertos de David Fonseca no Jardim de Inverno do Teatro São Luiz, em Lisboa, nos dias 20, 21, 22 e 23 de Dezembro, às 18:30.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

David Fonseca concebeu para o final de este ano um novo espectáculo e vai estar acompanhado em palco apenas pelos seus instrumentos musicais e por uma máquina fotográfica instantânea. Tal concepção foi estimulada pela canção “U Know Who I Am”, incluída no seu mais recente álbum “Between Waves”.

 

Cada um dos quatro concertos vai ter características diferentes, tais como variações nos alinhamentos, recurso a instrumentos com os quais o público está pouco habituado a ver nas mãos de David Fonseca e o recurso a temas musicais menos tocados pelo artista, a par das canções marcantes da sua carreira.



publicado por Expressões Lusitanas às 12:33 | link do post | comentar

Quarta-feira, 23.06.10

 

O lisboeta Freddy Locks, o dj brasileiro de drum ‘n’ bass Dj Patife, os Mercado Negro e David Fonseca são as últimas confirmações portuguesas e de expressão portuguesa no festival Super Bock Surf Fest.

 

Expressões Lusitanas

 

A abrir o palco principal no dia 12 de Agosto vai estar o músico lisboeta Frederico Oliveira, que, em 2004, surgiu com o nome artístico Freddy Locks. No concerto vai passar em revista alguns dos temas do seu novo álbum ‘Seek Your Truth’, lançado este ano.

 

O fecho das actuações deste dia caberá ao dj de “drum ‘n’ bass” Wagner Borges Ribeiro de Souza, mais conhecido por Dj Patife.

 

No dia 13, o ‘reggae’ nacional dos Mercado Negro vai ser ouvido por todo o recinto do festival. Criada em 1999 por Messias (fundador dos Kussondulola), a banda vai revisitar os temas de sucesso que apresentaram durante mais de uma década.

 

Logo de seguida, David Fonseca sobe a palco para interpretar alguns dos temas do seu mais recente álbum (2009) “Between Waves”.

 

O Super Bock Surf Fest 2010 realiza-se na praia do Tonel, em Sagres, nos dias 12 e 13 de Agosto.

 

Cartaz do festival:

 

Dia 12
DJ Patife
Alborosie
Souldiers of Jah Army
Anthony B
Freddy Locks

Dia 13
Patrice
Vanessa da Mata
David Fonseca
Mercado Negro
Mikkel Solnado



publicado por Expressões Lusitanas às 20:50 | link do post | comentar

Quinta-feira, 27.05.10

 

O músico português termina a sua mini-digressão por Espanha com um concerto na Sala Caracol, em Madrid. David Fonseca continua a apresentar o seu mais recente álbum “Between Waves”.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

Após passagem por Pontevedra, Santiago de Compostela e Barcelona, David Fonseca fecha a sua ‘tournée’ ibérica com um espectáculo na capital espanhola, Madrid.



publicado por Expressões Lusitanas às 06:43 | link do post | comentar

Segunda-feira, 19.04.10

 

O mais recente disco de David Fonseca vai ser editado em Espanha no dia 11 de Maio pela Universal Music Espanha. Segue-se uma digressão de apresentação de "Between Waves" pelo país vizinho durante o próximo mês.

 

Expressões Lusitanas

 

Em comunicado, a editora de David Fonseca refere que a presença do músico português no mercado espanhol acontece "depois do sucesso  atingido com a edição de 'Dreams in Colour' [disco anterior]" e "com os concertos realizados em 2008 e 2009 em Madrid, Barcelona e Terrassa".

 

A presença de David Fonseca nas primeiras partes dos concertos que a banda inglesa Keane realizou por Espanha foi outro dos momentos que o músico teve no país vizinho.

 

O compositor natural de Leiria vai "estender" a digressão à Galiza, mais concretamente a Pontevedra (20 de Maio) e Santiago de Compostela (21 de Maio).

 

Barcelona (26 de Maio) e a capital Madrid (27 de Maio) fazem ainda parte do mapa desta mini-digressão de David Fonseca por Espanha.



publicado por Expressões Lusitanas às 23:54 | link do post | comentar

Sexta-feira, 09.04.10

 

David Fonseca sobe aos palcos do Coliseu de Lisboa e do Porto para apresentar o seu mais recente disco “Between Waves”. Os concertos vão ter uma “forte componente cénica”, criando um “ambiente envolvente”, a fim de que o público esqueça “por momentos” o seu quotidiano.

 

Daniel Pinto Lopes

 

O músico português mostra-se “muito satisfeito” com o percurso que o seu mais recente álbum está a seguir (surgiu em primeiro lugar na tabela de vendas na primeira semana) e com a adesão que o mesmo tem junto do público.

 

“É uma recompensa muito grande fazer um disco e depois ter a atenção e a participação activa das pessoas, que saiem de casa para ver os concertos, entre outras coisas”, destaca ao Expressões Lusitanas.

 

O novo disco de David Fonseca “Between Waves” apresenta algumas diferenças em relação ao anterior “Dreams in Colours”. O músico confessa que as diferenças entre álbuns são “necessárias”, pois serve para “estimular a criatividade”.

 

Passou-se de um disco “festivo” para este novo álbum que retrata o “dia seguinte desta festa”, que também carrega “alguma alegria e festividade”, mas tem uma “perspectiva diferente”.

 

“[O “Between Waves] acaba por ser um disco mais experimental em vários aspectos em relação ao disco anterior. Acho que é um álbum muito intenso”, explica.

 

David Fonseca sobe ao palco do Coliseu de Lisboa na sexta-feira, 9 de Abril. No dia 16, também sexta-feira, o artista ruma até ao Porto para actuar no Coliseu da cidade Invicta.

 

Os concertos nas duas cidades vão ser “semelhantes”, durante os quais a componente cénica vai estar “bastante presente”.

 

O músico promete “arriscar” em vários sentidos, tanto na parte cénica, como na forma como o concerto vai ser feito e nas canções que vai tocar até às surpresas que “estão preparadas”.

 

O objectivo consiste em criar um “ambiente envolvente” para com o público, a fim de que este se “esqueça”, por momentos, do seu dia-a-dia.

 

O repertório já está escolhido e não se centra apenas nas novas canções de “Between Waves”. O espectáculo vai percorrer vários momentos musicais da sua carreira, alguns deles “muito mais antigos do que aquilo que se possa supor”.

 

O público presente vai poder ainda ouvir canções dos Silence 4, grupo do qual fez parte.

 

Questionado pelo Expressões Lusitanas sobre para quando canta em português, David Fonseca afirma que a ideia de que não canta em português é “falsa”, recordando, por exemplo, a sua passagem pelos Humanos e algumas músicas “pontuais” em português que teve em discos anteriores.

 

“É uma decisão que tem de ser, acima de tudo, pessoal e algo que acontece porque tem de acontecer. Algo natural e não imposto”, conclui David Fonseca.



publicado por Expressões Lusitanas às 13:32 | link do post | comentar