Terça-feira, 08.06.10

 

 

VOCALISTA DOS UHF CUMPRIMENTA OS LEITORES DO EXPRESSÕES LUSITANAS:


 

Os UHF estão de volta. ‘Porquê?’ é o título do novo disco da banda que conta com mais de 30 anos de carreira. É a pergunta que todos fazemos desde que “se começa a falar” até se “fechar os olhos no fim da vida”. A visão actual que os UHF têm do país e do sistema que “muitas vezes suportamos” - “um capitalismo desenfreado” - vai estar patente na escrita das letras que compõem ‘Porquê?’. Um álbum de “riscos” e “arrojado” em termos musicais e de produção. A “calma” do Alentejo proporcionou “desafios” às origens musicais dos UHF. Não se trata de um trabalho de “continuidade”. Um grupo com a carreira dos UHF tem de criar “energias” para que um disco “não seja a continuação de outro”. Depois do “sucesso” ‘Matas-me Com O Teu Olhar’, “o que é que vai ser o sucesso” deste novo disco? “Temos que viver com essa espada sobre nós. É algo que faz parte da vida musical”. O novo registo discográfico dos UHF vai ser editado em finais deste mês de Junho.

 

Expressões Lusitanas: Cinco anos depois do último trabalho – ‘Há Rock No Cais’ -, os UHF lançam agora um novo álbum intitulado “Porquê?”. Sentiam necessidade de lançar mais um disco?

António Manuel Ribeiro: A necessidade faz parte do trabalho e do sentir do músico. Nos últimos quatro anos fizemos sobretudo colectâneas, algumas delas com canções inéditas que fomos buscar aos nossos arquivos. Parámos! Contudo, há sempre aquela necessidade de escrever canções novas. Tinha chegado a idade madura para lançarmos o novo disco.

 

Expressões Lusitanas: Foi também um período de reflexão?

António Manuel Ribeiro: (pausa prolongada) Não sei se foi de reflexão… Foi mais de vivência. Tocámos muito ao vivo e chegámos, inclusive, a não ter férias, o que, curiosamente, não é nada bom para refrescar a cabeça. Fizemos aquele que é o trabalho brutal de estrada (muitos quilómetros, viagens, hotéis) e tudo isso sistematiza as coisas e cria rotinas, que comprimem o artista. É preciso parar! Precisei de uma pausa para escrever e compor.

 

Expressões Lusitanas: Toda essa rotina e vivência estão presentes neste novo disco? Ou, pelo contrário, tentaram quebrar a rotina e experimentar coisas novas?

António Manuel Ribeiro: Este é um disco de riscos. Não diria tanto na questão filosófica da palavra, porque a essência e o contexto dos UHF estão lá, tal como as canções de amor e uma visão social e política deste momento que atravessamos. Enquanto artista e compositor das canções não me separo da visão que tenho do país e transportei-a para algumas canções. Em termos musicais e de produção, penso que criámos um disco muito arrojado.

 

Expressões Lusitanas: Em que sentido?

António Manuel Ribeiro: Saímos do nosso campo normal. Fizemos experiências musicais em estúdio. Estamos a gravar no Alentejo e recebemos a calma que esta região proporciona, o que nos permitiu avançar para desafios às nossas próprias origens musicais.

 

Expressões Lusitanas: Qual é o significado do título do disco “Porquê?”?

António Manuel Ribeiro: (pausa) É aquela pergunta que fazes desde que começas a falar até que fechas os olhos no fim da vida. Nós (a maioria) fomos vítimas de um sistema que muitas vezes suportamos, uma espécie de capitalismo desenfreado e liberal que tudo permite, através da especulação. Não afundou a humanidade, para já, mas afundou muitas pessoas. Acho que, neste momento, muita gente faz esta pergunta: Porquê?

 

Expressões Lusitanas: Os UHF também se questionaram durante a fase de rotina de que falou há pouco? Estará o título relacionado com isto?

António Manuel Ribeiro: Por acaso, não. O título aparece depois. O disco já estava praticamente gravado quando, finalmente, o título apareceu. Era para ter outro nome…

 

Expressões Lusitanas: Qual era, já agora?

António Manuel Ribeiro: Deixemos isso para o nosso baú de ideias. O título final é aquele que mais significa neste momento que atravessamos.

 

Expressões Lusitanas: O disco inclui 11 temas. Qual é a tónica dominante na sonoridade e na escrita das letras? Há alguma diferença, flutuações ou persiste a linha dominante dos registos anteriores?

António Manuel Ribeiro: Está lá o nosso som, naturalmente. Porém, existe a experimentação aplicada em estúdio que há pouco referi. Não é um disco de continuidade. Revela a grande coerência e cumplicidade que existe na banda, algo que se ganha ao vivo. Está a reflectir a maturidade do grupo. Não falo em qualidade, porque é subjectiva. Criámos uma regra: foram escritas cerca de 35 canções, algumas delas ensaiadas, 17 foram gravadas e apenas 11 vão estar presentes no disco.

 

Expressões Lusitanas: É um álbum especial para os UHF? Marca o regresso em força da banda?

António Manuel Ribeiro: É fundamental que um grupo com a carreira dos UHF crie energias para que um disco não seja a continuação de outro. Este álbum reflecte o momento artístico do grupo. É o culminar destes anos de trabalho.

 

Expressões Lusitanas: Dos 11 temas que compõem este trabalho discográfico, nove são originais, compostos pelo próprio António Manuel Ribeiro, e dois são versões dos temas “Vejam Bem”, de José Afonso, e de “O Vento Mudou”, interpretado por Eduardo Nascimento no Festival da Canção. Porquê a escolha destas duas músicas em particular?

António Manuel Ribeiro: Epá, não sei… (pausa)

 

Expressões Lusitanas: Foi algo que lhe surgiu no momento? São canções que têm algum significado para si?

António Manuel Ribeiro: Às vezes gosto de agarrar na guitarra e tocar uma ou outra canções que me dizem algo. O José Afonso foi diferente. Tratou-se de um convite feito por Júlio Isidro no ano passado para se comemorar o 25 de Abril. A RTP convidou vários compositores, autores, músicos, artistas, entre outros, para fazerem versões de temas da revolução. Nisto, o Júlio falou-nos do “Vejam Bem”. Fizemos uma versão espectacular e teve uma reacção muito boa. Começámos a tocá-la e tínhamos de a incluir no disco.

 

Expressões Lusitanas: E em relação a “O Vento Mudou”, celebrizada por Eduardo Nascimento?

António Manuel Ribeiro: São daquelas coisas que se dá de manhã. Acordei com uma ideia, fui ao ‘YouTube’ ouvir o Eduardo Nascimento, agarrei na guitarra e fiz aquela versão. Quando a banda chegou à tarde, mostrei-lhes a versão… Sei lá… Nem é uma canção que eu oiça…

 

Expressões Lusitanas: São coisas que surgem de um momento para o outro.

António Manuel Ribeiro: Não sei explicar… Foi acordar com um sonho e com uma ideia e concretizá-la.

 

Expressões Lusitanas: Os UHF têm mais de 30 anos de carreira. Ainda vêem muito caminho pela frente?

António Manuel Ribeiro: Não sei se é muito. Teremos enquanto isto valer a pena para nós, houver desafios e sentirmos o apoio das pessoas. Sou muito pouco dado a sentimentalismos e, sobretudo, ao arrastar das coisas.

 

Entrevista e edição: Daniel Pinto Lopes (Expressões Lusitanas)



publicado por Expressões Lusitanas às 19:59 | link do post | comentar

Sexta-feira, 04.06.10

 

 

As quatro Just Girls - Kiara, Helga, Diana e Ana Maria – regressam com o terceiro e novo disco de originais intitulado “Popstars”, que contém 11 temas, dos quais dez são originais e um é ‘cover’ (interpretação de tema de outro músico) de Bryan Adams.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

A ‘girls band’ da série “Morangos Com Açúcar” (TVI) apresenta o seu novo e terceiro álbum, com um registo de sonoridades que englobam a ‘pop’ e o ‘r&b’.

 

Dos 11 novos temas que compõem “Popstars”, dez são originais e um é ‘cover’ da canção “Everything I Do (I Do It For You)”, um original do músico canadiano Bryan Adams.

 

Em menos de três anos, as Just Girls editaram dois discos – “Just Girls” e “Play Me!” -, lançaram o DVD de coreografias e de ‘karaoke’ (“Dança e Canta Com Elas”) e o CD/DVD “Ao Vivo No Campo Pequeno”, tendo, ao todo, conquistado 11 discos de platina.



publicado por Expressões Lusitanas às 20:56 | link do post | comentar

Segunda-feira, 17.05.10

 

A artista brasileira Tânia Mara edita o seu primeiro disco ao vivo que inclui, para além de vários êxitos da cantora, o tema ‘Gostava Tanto De Você’, que faz parte da banda sonora da novela ‘Viver A Vida’.

 

Expressões Lusitanas

Redacção

 

“Falando de Amor” é o nome do primeiro disco ao vivo de Tânia Mara, hoje editado pela EMI.



publicado por Expressões Lusitanas às 20:03 | link do post | comentar

Sexta-feira, 14.05.10

 

Os Expensive Soul estão de regresso aos discos com o lançamento de “Utopia”, o terceiro trabalho discográfico do grupo a ser lançado na próxima segunda-feira, 17 de Maio. “O Amor É Mágico” é o tema de estreia.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

Passados quatro anos sem editar qualquer disco, “Utopia” sucede a “Alma Cara” (2006). Apesar de este período de interregno, os Expensive Soul afirmam que este factor permitiu o “crescimento” da dupla a “vários níveis”.

 

“Este disco mantém a linha ‘soul-funk-hip-hop’ dos trabalhos anteriores, mas também segue outras direcções. É mais eclético, talvez um pouco mais experimental, mais maduro”, revela a dupla (New Max e Demo) em comunicado enviado ao Expressões Lusitanas.

 

O terceiro e novo álbum é uma edição da New Max Records e vai contar com alguns convidados especiais que, de acordo com o mesmo comunicado, vão ser revelados em breve.

 

“O Amor É Mágico” é o tema de estreia, um “grito de felicidade” da dupla.

 

“É preciso dar um incentivo às pessoas. O amor toca a todos e o que é preciso é ser feliz”, explicam.

 

Recorde-se que os Expensive Soul vão marcar presença no Sunset do Rock in Rio Lisboa no dia 27 de Maio. A banda portuguesa vai partilhar o palco com Jean Paul Bluey Maunick dos “Incognito” e “Omar”, “dois nomes de proa do ‘acid jazz’ e da ‘nu-soul’ britânica”, detalha ainda o mesmo comunicado.



publicado por Expressões Lusitanas às 18:14 | link do post | comentar

Quinta-feira, 13.05.10

Créditos fotográficos: André Tentugal

 

Os Mind da Gap estão de regresso quatro anos depois ao apresentarem “A Essência”, o quinto álbum de originais do grupo. O concerto de apresentação do novo trabalho discográfico decorre na Casa da Música, no Porto, no sábado, 15 de Maio.

 

Expressões Lusitanas

 

O novo trabalho discográfico dos portugueses Mind da Gap engloba desde “temas festivos” à “pura introspecção”, explica a agência do grupo em comunicado enviado ao Expressões Lusitanas.

 

"A perspicácia da escrita é sustentada por suculentos ‘beats’ com o propósito de contaminar os melómanos mais exigentes", pode ainda ler-se no mesmo comunicado.

 

O concerto de apresentação de "A Essência" vai ter lugar na Casa da Música, no Porto, neste sábado, 15 de Maio.

 

Vídeo de apresentação de "Essência":




publicado por Expressões Lusitanas às 18:50 | link do post | comentar

Quarta-feira, 28.04.10

 

Os Mind da Gap estão de regresso quatro anos depois ao apresentarem “A Essência”, o quinto álbum de originais do grupo. O novo disco teve lançamento oficial esta segunda-feira, 26 de Abril.

 

Expressões Lusitanas

 

O novo trabalho discográfico dos portugueses Mind da Gap engloba desde “temas festivos” à “pura introspecção”, explica a agência do grupo em comunicado enviado ao Expressões Lusitanas.

 

"A perspicácia da escrita é sustentada por suculentos ‘beats’ com o propósito de contaminar os melómanos mais exigentes", pode ainda ler-se no mesmo comunicado.

 

O concerto de apresentação de "A Essência" vai ter lugar na Casa da Música, no Porto, no próximo dia 15 de Maio.



publicado por Expressões Lusitanas às 19:38 | link do post | comentar

Segunda-feira, 19.04.10

 

O mais recente disco de David Fonseca vai ser editado em Espanha no dia 11 de Maio pela Universal Music Espanha. Segue-se uma digressão de apresentação de "Between Waves" pelo país vizinho durante o próximo mês.

 

Expressões Lusitanas

 

Em comunicado, a editora de David Fonseca refere que a presença do músico português no mercado espanhol acontece "depois do sucesso  atingido com a edição de 'Dreams in Colour' [disco anterior]" e "com os concertos realizados em 2008 e 2009 em Madrid, Barcelona e Terrassa".

 

A presença de David Fonseca nas primeiras partes dos concertos que a banda inglesa Keane realizou por Espanha foi outro dos momentos que o músico teve no país vizinho.

 

O compositor natural de Leiria vai "estender" a digressão à Galiza, mais concretamente a Pontevedra (20 de Maio) e Santiago de Compostela (21 de Maio).

 

Barcelona (26 de Maio) e a capital Madrid (27 de Maio) fazem ainda parte do mapa desta mini-digressão de David Fonseca por Espanha.



publicado por Expressões Lusitanas às 23:54 | link do post | comentar

Terça-feira, 24.11.09

                  

 

Cinco anos depois do primeiro disco, Adriana Partimpim está de volta com um disco que não é só para crianças. Adultos podem também ouvir o regresso da cantora gaúcha com o novo "Partimpim Dois". * com DN
 
Quem se habituou a ver Adriana Calcanhotto de violão na mão a cantar "Vambora" pode muito bem ter apanhado um susto ao descobrir que ela também pode ser Partimpim.
 
Adriana Partimpim chega aos seus concertos descendo dos céus envolta em balões, usa máscaras divertidas e toca uma parafernália de instrumentos de brincar. Numa coisa, porém, Calcanhotto e Partimpim são muito parecidas: na qualidade do seu trabalho musical. Mesmo quando veste a sua roupagem infantil, Adriana não facilita.
 
O alter-ego da cantora gaúcha surgiu pela primeira vez em 2004 no disco Adriana Partimpim que teve inesperado sucesso. A sua versão para "Fico Assim Sem Você", de Claudinho e Buchecha, tornou--se um sucesso, quer entre as crianças, quer entre parezinhos apaixonados. Desde então, a cantora foi coleccionando temas que Partimpim gostaria de interpretar.
 
"Só consigo começar a trabalhar de facto quando algumas das canções se agrupam e acontece um clique, revela-se um disco", contou ao jornal "Folha de São Paulo". O clique aconteceu em Maio. Olhando para as mais de cem músicas que tinha na sua lista, Adriana percebeu que 11 delas poderiam, juntas, formar o novo disco de Partimpim que se chama assim, simplesmente, "Partimpim Dois".
 
Na capa, Adriana aparece fazendo o número dois com os dedos - "o gesto que as crianças fazem para dizer a idade quando têm dois anos significa também paz e amor", lembra a cantora.
 
ÁUDIO: Excerto do 'single' "Gatinha Manhosa"
 
 

Cortesia: Sony BMG



publicado por Expressões Lusitanas às 20:57 | link do post | comentar

Terça-feira, 03.11.09

 

O cantor romântico José Alberto Reis está de regresso aos discos com a apresentação do seu mais recente álbum “Espero Por Ti”, composto integralmente por originais.
 
O ‘single’ de estreia é “Mas Antes de Partir”, uma balada intemporal que relata uma história de amor que terminou, na qual os intervenientes encontraram outros caminhos, mas sonham um dia voltar ao passado.
 
“Espero Por Ti” é um álbum composto por 11 temas essencialmente românticos e que marca o regresso de José Alberto Reis aos originais, depois de um ano de pausa com o lançamento em 2008 de “Sozinho”.
 
Natural de Guimarães, José Alberto Reis assina contrato com a EMI-Valentim de Carvalho em 1985. No ano seguinte inscreve-se na Sociedade Portuguesa de Autores, dando assim início à sua carreira profissional.
 
Mais tarde, em 1993, assina contrato com a Vidisco para, cinco anos depois, romper o mesmo contrato e assinar com a Espacial.
 
Com vários discos lançados ao longo da sua carreira, José Alberto Reis apresenta agora “Espero Por Ti”.
 
Alinhamento:
 
1 - Hoje na rádio
2 - Lenço branco p'ra chorar
3 - Mas antes de partir
4 - Espero por ti (só por ti)
5 - Catarina (Sê feliz)
6 - Que mais queres de mim
7 - Na mesma moeda
8 - O meu maior amor (quem é, quem é)
9 - Eu sem ela
10 - Diz-me que é mentira
11 - Ajuda para esquecer


publicado por Expressões Lusitanas às 12:53 | link do post | comentar

Sexta-feira, 30.10.09

                                                

 

As Docemania estão de volta com novos elementos (da primeira formação apenas continua Jessica Tavares) e com um novo álbum, que foi lançado esta segunda-feira, chamado “Sou Quem Eu Quero”.
 
O primeiro ‘single’ retirado deste novo trabalho é “Desejo”, uma versão portuguesa do tema “Leave Me Alone” da norte-americana Pink.
 
Para além das versões em português de outros temas anglo-saxónicos, “Sou Quem Eu Quero” apresenta três temas inéditos – “O Amor Não Mata”, “Fogo Frio” e “No Meu Mundo”.
 
Biografia das Docemania:
 
As Docemania nasceram em Novembro de 2005 pela mão de Helena Coelho, um dos elementos fundadores do grupo ‘Doce’. Ana Margarida, Sofia Lamas, Joana Coimbra e Jéssica Tavares foram os elementos da primeira formação das Docemania direccionada para um público mais infantil.
 
Em 2006, o grupo lança o seu primeiro álbum ‘Docemania’, atingindo o Ouro e a Platina.
 
O segundo disco ‘2+2’ chegou às lojas em 2008, alcançando a marca de Ouro.
 
Desde então, as Docemania realizaram vários espectáculos pelo país. Foram também as convidadas especiais da primeira edição do ‘Festival da Canção Juvenil’.
 
Em 2009, as Docemania mudam de editora, assinando com a Sony Music e lançam o terceiro álbum ‘Sou quem eu quero’.
 
O projecto Docemania dirige-se agora a um público adolescente. Os elementos que actualmente compõem o grupo são Jessica Tavares, Soraia Guanilho, Luísa Abreu e Sara Calisto.


publicado por Expressões Lusitanas às 13:33 | link do post | comentar

Quarta-feira, 14.10.09

                    

 

“Pela Primeira Vez” é o nome do novo e segundo álbum de originais da banda portuguesa Oioai, um trabalho discográfico que surge dois anos depois da estreia da banda no mundo dos discos.
 
O novo álbum tem 11 novos temas e contou com a produção de Nuno Rafael (ex-Peste & Sida e director musical de Sérgio Godinho). “O Ponto Fraco” (por acaso é a faixa número um) é o primeiro ‘single’ extraído do novo trabalho.
 
Conheça agora o alinhamento do disco:
 
1. O Ponto Fraco
2. Uma Pomba
3. Tudo o Que Precisamos
4. Procurando Alice
5. Cruzámos os Dois
6. Pela Primeira Vez
7. Vem em Segredo
8. Sou Eu Que Estou Aqui
9. Desobedecer
10. Palavra Que Não Quero Ouvir
11. Ser Magoado
 
Veja e oiça o novo 'single' "O Ponto Fraco":
 


publicado por Expressões Lusitanas às 23:06 | link do post | comentar

Sexta-feira, 09.10.09

                                 

 

O novo disco de José Cid chegou esta quarta-feira às lojas e, ao contrário do que tinha sido anunciado na página oficial do cantor, o álbum não se chama «Clube dos Corações Solitários do Capitão Cid» (uma alusão a «Sgt. Pepper's» dos Beatles), mas «Coisas do Amor e do Mar».
 
José Cid regressa assim aos originais (o último foi lançado em 2003), num álbum que conta com as participações de André Sardet, Luís Represas e Susana Félix.
 
«Coisas do Amor e do Mar» é composto por 12 temas apresentados através do single «+ 1 Dia», a canção escolhida para o genérico da nova telenovela da TVI, «Meu Amor».
 
O disco inclui ainda uma faixa bónus: uma versão de «Strawberry Fields Forever», um original dos Beatles.
 
Entretanto, José Cid tem concerto marcado em Lisboa para o dia 28 de Novembro. A Arena do Campo Pequeno vai receber as novas canções, bem como os grandes êxitos do cantor que este ano foi distinguido pela Sociedade Portuguesa de Autores com o Prémio Carreira.
 
O alinhamento de «Coisas do Amor e do Mar» é o seguinte:
 
1. Todas as mulheres do mundo
2. O teu corpo sabe a maré
3. + 1 Dia
4. No meu veleiro (dueto com Luís Represas)
5. Ela, ele e a cidade
6. E por vezes (dueto com Susana Félix)
7. Madrugada na praia deserta
8. É no silêncio das coisas
9. Só eu, tu e o vento
10. Super Gira
11. Asas brancas (dueto com André Sardet)
12. Strawberry Fields Forever (faixa bónus)

 



publicado por Expressões Lusitanas às 22:32 | link do post | comentar

Quarta-feira, 09.09.09

                                 

 

Durante anos embaixador da música popular, Roberto Leal voltou-se há alguns anos para a música tradicional portuguesa. O resultado mais recente dá pelo título de 'Raiç/Raíz' e acaba de chegar ao mercado. O segundo disco neste registo (depois de 'Canto da Terra', em 2007), será apresentado às 22h00 no Cabaret Maxime, em Lisboa, e também em directo no site do CM.

Horas antes de subir ao palco, Roberto Leal confessou ao CM porque decidiu aventurar-se na música tradicional portuguesa. 'Faltava alguma coisa. Era um grito calado que tinha dentro de mim e que agora soltei. Era um caminho necessário', adiantou.
 
Segundo Roberto Leal, gravar 'Raiç/Raíz' 'não foi fácil', tendo o trabalho de pesquisa, recolha e gravação demorado dois anos. 'Cheguei a chorar de emoção no estúdio', disse, salientando que uma das maiores dificuldades que conheceu foi aprender mirandês. 'Felizmente o Dr. Amadeu, que foi o meu professor, teve muita paciência e corrigiu-me muitas vezes.', afirmou. 
 
Segundo capítulo de um investimento nas raízes musicais portuguesas, iniciado 'há cinco anos', 'Raiç/Raíz' é também uma homenagem às suas origens transmontanas e 'uma abertura maior do que no primeiro disco ('Canto da Terra').
 
'Nesse apostei na musicalidade da minha infância, mas neste já fui mais longe. É um disco mais arriscado, fui buscar o Zeca Afonso...e porque não? É lindo ('Que Amor Não me Engana')', adiantou, sublinhando a ajuda do grupo Galandum Galundai, 'que foram incansáveis'.
 
Para o cantor, o seu caminho, a sua 'necessidade', passa agora por ouvir muito e privilegiar a essência da música, tal como o testemunhou Giacometti. 'Temos de beber nessa fonte', adiantou.
 
Com carreira feita no Brasil, Roberto Leal pensa já em apresentar o novo disco do outro lado do Atlântico. 'Quero muito mostrar esta música no Brasil, com muita força. Quando fui para lá não pude levar esta música. Cantava um país que não conhecia'.
 
Fonte: Correio da Manhã
 
 


publicado por Expressões Lusitanas às 22:03 | link do post | comentar

Domingo, 16.08.09

                              

 

Já foi lançado mais um disco da colectânea Romântica FM, que agora chega ao oitavo volume.

 
No âmbito do lançamento dos dois CD’s anteriores (Romântica FM 6 e 7), o Expressões Lusitanas esteve à conversa com Carlos Ribeiro para saber mais sobre a ideia de que norteia esta colectânea de discos da emissora do grupo Media Capital, sobre os projectos actuais e futuros da Romântica FM e ainda o recordar do passado e presente de uma figura importante na divulgação da música portuguesa, como é o Carlos Ribeiro.
 
Para ouvir ou recordar as conversas que o Expressões Lusitanas manteve com Carlos Ribeiro clique em:
 
CD Romântica FM: Carlos Ribeiro - 1ª Parte
 
CD Romântica FM: O Volume VI - 2ª Parte
 
Carlos Ribeiro apresenta CD Romântica FM - Volume 7 1ª Parte
 
Carlos Ribeiro apresenta CD Romântica FM Volume 7 - 2ªParte
 
 
 


publicado por Expressões Lusitanas às 12:12 | link do post | comentar

Sexta-feira, 07.08.09

                                    

O novo disco dos Madredeus & A Banda Cósmica foi lançado esta segunda-feira, dia 3 de Agosto. O sucessor de "Metafonia" tem o nome de "A Nova Aurora" e é o primeiro trabalho com composições originais da Banda Cósmica, visto que o reportório de "Metafonia" já estava escrito antes da união da banda.
 
(Relacionado) "Metafonia"dos Madredeus & A Banda Cósmica é Ouro
 
As onze canções que compõe 'A Nova Aurora' "vivem separadamente, mas também poderiam consistir nas canções de um musical, de uma peça teatral, ou de um filme, já que existe uma possível narrativa que as une", salienta Pedro Ayres Magalhães.
 
"Seria a história de seis biliões de pessoas, que se encontram a viver há muito pouco tempo num vasto e antigo universo, cuja natureza e dimensão só agora estão a descobrir. Como crianças, presumem a sua solidão e ambicionam viajar por esse universo, para o conhecer e tranquilizar a sua curiosidade vital, para encontrar alguém também consciente e acabar com a solidão da humanidade…, Mas essa viagem dura muito mais tempo do que o tempo de vida que cada um tem... Só que como a viagem já começou…, a história vai acabar bem", refere o compositor Pedro Ayres Magalhães sobre este novo disco, aquele que é também um dos fundadores dos Madredeus.


publicado por Expressões Lusitanas às 13:44 | link do post | comentar

Segunda-feira, 29.06.09

                             

 

 

A dupla romântica brasileira Lucas & Matheus tem um novo disco, à qual apelidaram 'Vai Rindo'.

 
Os ritmos sertanejos desta dupla brasileira regressam em mais um trabalho discográfico.


publicado por Expressões Lusitanas às 20:49 | link do post | comentar

Segunda-feira, 22.06.09

                                                 

 

 

Já está a venda o DVD das Just Girls, que resulta da gravação do esgotado concerto da banda em Março no Campo Pequeno, em Lisboa.
 
O Expressões Lusitanas esteve presente neste concerto, marcado pela música, dança, cor e animação, contando-lhe assim tudo o que por lá passou. Para ouvir ou voltar a ouvir clique aqui.
 
Durante cerca de hora e meia, as Just Girls reviveram os êxitos conquistados em um ano de carreira e levaram ao rubro os milhares de crianças presentes no Campo Pequeno.
 
As Just Girls são a primeira banda feminina a sair da série da TVI líder de audiências no segmento "Morangos com Açúcar" e acumularam num ano dez galardões de Platina.
 
Existe ainda uma Edição Especial, onde estão quatro postais autografados e uma galeria de fotos no DVD.
 
Saiba agora qual é o alinhamento deste DVD:
 
1. Ser Radical
2. Não te deixes vencer
3. O tempo joga contra mim
4. Devo perguntar
5. Enquanto o amor quiser
6. Passa o vento
7. Sei que tudo vai mudar
8. Viver a vida feat. 4Taste
9. Respostas Vagas
10. Karma
11. O que és em mim
12. Entre o sonho e a ilusão
13. Se acabar assim
14. Cansei feat. Angélico
15. Para lá desta porta
16. O jogo já começou
17. Bye, Bye
18. A vida te espera
Encore
19. Ser Radical
20.Não te deixes vencer


publicado por Expressões Lusitanas às 12:56 | link do post | comentar

Segunda-feira, 15.06.09

                                                    

 

O cantor romântico Beto acaba de lançar a colectânea "O Melhor de Beto", onde estão reunidos todos os êxitos da carreira do intérprete.

 

O disco é editado pela Farol Música e tem o certificado da Romântica FM.

 

Conheça, desde já, o alinhamento do disco:

 

1. Vem daí (estou aqui para sentir)

2. Memórias esquecidas

3. Tudo por amor

4. Sonhar mais um dia

5. Dois corações unidos

6. Fugir dos meus medos

7. Nunca deixei de sonhar

8. Posso jurar

9. (Aquele) Porto de Abrigo

10. Quem espera desespera

11. Tudo o que fiz foi por ti

12. Por minha conta e risco

13. Não voltarei a ser teu

14. Contra tudo e todos

15. Não basta o teu olhar (dueto com Ménito Ramos)

16. Os mais perfeitos momentos

 



publicado por Expressões Lusitanas às 22:49 | link do post | comentar

Quarta-feira, 03.06.09

                                                

 

Os Taxi lançam hoje o novo disco "Amanhã", com apresentação oficial marcada para sexta-feira num concerto no Coliseu do Porto.

 

Há já 22 anos que os Taxi não entravam em estúdio para compôr um disco de originais, visto que o álbum mais recente da banda ("The Night") data de 1987.

 

No concerto de sexta-feira no Coliseu, intitulado "Ontem, Hoje e Amanhã", os Taix vão tocar temas do novo disco, conjugados com os temas clássicos do grupo.

 

O primeiro "single" retirado deste novo disco é o tema "Não Sei Se Sei", que vai ser lançado conjuntamente com a edição de sexta-feira do jornal Público.

 

Os Táxi são um nome incontornável do pop/rock português da década de 1980. Os temas mais conhecidos são os êxitos "TV WC", "Cairo", "Chiclete", entre outros.

 



publicado por Expressões Lusitanas às 00:05 | link do post | comentar

Sábado, 30.05.09

                          

 

O primeiro vencedor do programa "Uma Canção Para Ti", Miguel Guerreiro, vai lançar o seu primeiro disco.

 

"Eu Quero Aquela Estrela" é o nome escolhido para o disco com data de lançamento marcada para o dia 2 de Junho.

 

Com dez anos de idade, Miguel Guerreiro lança um disco, editado pela Farol Música, e vai estrear-se como actor durante a série de Verão de "Morangos Com Açúcar".

 

Conheça agora o alinhamento das 12 canções que podem ser escutadas neste disco:

 

1. A minha música

2. Maria Albertina

3. Não há estrelas no céu

4. Primeiro beijo

5. Eu quero estrela

6. Deixa-me rir

7. Canoas do tejo

8. O Anzol

9. Festa da vida

10. Gaivota

11. A minha casinha

12. Vida de marinheiro

 



publicado por Expressões Lusitanas às 12:17 | link do post | comentar