Quarta-feira, 24.02.10

 

O Governo Regional da Madeira assumiu segunda-feira ao início da noite que errou na contagem do número de mortos, alterando assim o número oficial de 42 para 37 vítimas mortais.

 

Com Diário de Notícias

 

O Governo Regional da Madeira rectificou o número de mortos causados pelo temporal na Madeira para 37, admitindo que “terá havido um erro na contagem inicial”.

 

Este número é oficial e pode comprovar-se na página do Twitter da Presidência do Governo Regional da Madeira. 

 



publicado por Expressões Lusitanas às 01:26 | link do post | comentar

Segunda-feira, 22.02.10

 

O temporal que assolou no sábado a Madeira já causou 42 mortos, mais de cem feridos e 248 desalojados, numa altura em que a ilha tenta restabelecer acessos e comunicações. O Governo da República anuncia três dias de luto nacional.

 

Com Sapo Notícias

 

O Governo vai reunir segunda-feira num Conselho de Ministros extraordinário, no qual irá decretar três dias de luto nacional pelas vítimas da tempestade na Madeira.

 

O executivo vai ainda analisar novas medidas de apoio às populações afectadas e à recuperação do que ficou destruído.

 



publicado por Expressões Lusitanas às 01:36 | link do post | comentar

Domingo, 21.02.10

 

O secretário dos Assuntos Sociais da Madeira, Francisco Ramos, confirmou hoje pelas 12:00 que até ao momento há o registo de 40 mortos, 120 feridos e 240 desalojados na sequência do temporal que assolou sábado o arquipélago.

 

Com DN

 

"Existem 40 vítimas mortais já identificadas, esperemos que este número não aumente, mas provavelmente aumentará dadas as circunstâncias em que aconteceu este dilúvio", disse o governante madeirense em conferência de imprensa.

 

Francisco Ramos acrescentou que os números de desaparecidos "neste momento não são fiáveis porque há pessoas que são dadas como desaparecidas, mas que estão incontactáveis”, dadas as “grandes dificuldades de comunicação, nomeadamente com a rede da TMN".

 

O governante identificou como zonas mais problemáticas os sítios da Furna, Pomar da Serra, Espigão, São João, Curral das Freiras, Madalena e Paul do Mar, Jardim da Serra, que, por estarem isolados, ainda não foi possível lá chegar.

 



publicado por Expressões Lusitanas às 17:05 | link do post | comentar

Sábado, 20.02.10

 

A Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) alertou para um agravamento do estado do tempo no final do dia de hoje, com períodos de chuva forte, sobretudo nos distritos de Lisboa, Setúbal e Leiria.

 

Com DN

 

A Protecção Civil realça a possibilidade de cheias rápidas e inundações em meio urbano, bem como a formação de lençóis de água e aconselha a limpeza de todos os sistemas de escoamento.

 

Todo o continente, à excepção do distrito de Évora, está em alerta amarelo, o terceiro de uma escala de quatro, de acordo com os alertas do Instituto de Meteorologia (IM).

 

Notícias relacionadas:

Sobe para 32 número de mortos provocados pelo mau tempo na Madeira

Imprensa venezuelana destaca tragédia provocada por temporal na Madeira

Chuva intensa provoca caos em vários pontos da ilha da Madeira



publicado por Expressões Lusitanas às 20:48 | link do post | comentar

 

O vice-presidente do Governo Regional da Madeira, João Cunha e Silva, revelou hoje que já estão confirmadas 32 vítimas mortais provocadas pela tempestade que assolou a ilha.

 

Com Diário Digital

 

Além dos 32 mortos, o hospital do Funchal registou a entrada de 68 feridos, dois dos quais tiveram de ser sujeitos a intervenções cirúrgicas, revelou o governante.

 

Por seu turno, o presidente do Governo Regional, Alberto João Jardim, disse que está a preparar o envio a Bruxelas de «um pedido de apoio», com «documentação fundamentada».


Notícias relacionadas:

Protecção Civil alerta para chuva forte em Lisboa, Leiria e Setúbal

Imprensa venezuelana destaca tragédia provocada por temporal na Madeira

Chuva intensa provoca caos em vários pontos da ilha da Madeira

 



publicado por Expressões Lusitanas às 20:40 | link do post | comentar

 

O mau tempo que fustigou hoje a Madeira é notícia de destaque nos portais electrónicos dos principais jornais, rádios e televisões da Venezuela, país onde mais de 80 por cento dos 600 mil portugueses residentes são naturais do arquipélago.

 

Com Sapo Notícias

 

“Ascendem a 32 o número de falecidos na ilha portuguesa da Madeira” diz o 'Últimas Notícias', o jornal de maior tiragem no país, que acrescenta que outras “68 ficaram feridas nas inundações e deslizamentos de terras causados por chuvas torrenciais e fortes ventos”.

 

A estação de televisão privada de notícias Globovisión avança que “há populações isoladas, estradas cortadas e graves danos em numerosas zonas do arquipélago”e relata também que o aeroporto do Funchal foi encerrado e que o “primeiro ministro José Sócrates manifestou a sua solidariedade para com os habitantes da Ilha”.

 

A estação de televisão estatal Telesul refere que “os caminhos do centro da cidade (do Funchal) converteram-se em torrentes de água, o que dificulta as operações de socorro”.

 

“Em várias zonas da capital da Madeira há uma avalanche de escombros e lodo, tudo produto de deslizamentos de terras que arrasaram casas e veículos”, precisa.

 

Notícias relacionadas:

Protecção Civil alerta para chuva forte em Lisboa, Leiria e Setúbal

Sobe para 32 número de mortos provocados pelo mau tempo na Madeira

Chuva intensa provoca caos em vários pontos da ilha da Madeira



publicado por Expressões Lusitanas às 20:38 | link do post | comentar

Quinta-feira, 31.12.09

                

 

As autoridades garantem um festa molhada para quem brindar a chegada de 2010 ao ar livre, mas os principais espectáculos na rua não foram cancelados. Na Madeira, o mau tempo não afectou o turismo. *com DN

 
Mais do que o tradicional brinde de champanhe, quem decidir celebrar a passagem de ano ao relento tem garantido um brinde de chuva. "É muito provável que os eventos que vão realizar-se ao ar livre sejam brindados com precipitação", afirmou ao DN João Verde, do Comando Nacional de Operações Socorro, da Protecção Civil.
 
Mas, apesar de todos os 18 distritos do País se encontrarem em alerta amarelo e assim  permanecerem até ao dia 2 de Janeiro (sábado), não houve cancelamento dos principais 'réveillons' programados para espaços a céu aberto.
 
Notícias relacionadas:
Guia de Passagem de Ano 2009/2010 (ACTUALIZADO)
 

 



publicado por Expressões Lusitanas às 13:44 | link do post | comentar