Segunda-feira, 10.01.11

Google


Dois feridos ligeiros são o resultado da aterragem de emergência do helicóptero de trânsito da TVI em Corroios, concelho do Seixal, a poucos metros da auto-estrada do Sul (A2), informou fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal à Agência Lusa.

 

Expressões Lusitanas

Com Lusa

 

A aterragem de emergência do aparelho aconteceu por volta das 09:00, junto a Corroios e a 300 metros a Oeste da A2.

 

Fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) disse ainda à Lusa que os dois feridos - um homem de 42 anos e uma mulher de 31 anos - sofreram ferimentos ligeiros, mas que, por precaução, foram levados para o hospital Garcia de Orta, em Almada.



publicado por Expressões Lusitanas às 11:19 | link do post | comentar

Sexta-feira, 26.11.10

 

A ideia surgiu em 2004 pelo repórter de imagem da RTP José Carlos Ramalho. Ficou adormecida, mas no decorrer de este ano a mesma tomou a forma de “Câmara de Reflexão”. 36 repórteres de imagem da RTP, SIC e TVI narram na primeira pessoa os momentos vividos com a câmara ao ombro.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

José Carlos Ramalho tinha participado num livro com histórias de ficção escritas por jornalistas – o “Curtas Letragens”. Era o único repórter de imagem a ter voz nesta literatura e tal facto fez-lhe “um pouco de impressão”.

 

Na altura, em 2004, surgiu a ideia de lançar um livro no qual os repórteres de imagem dos três canais nacionais tivessem a oportunidade de contar as suas vivências. Porém, o tempo foi passando e só este ano, “num dia em que estava sozinho em casa”, José Carlos Ramalho decidiu lançar mãos à obra e escrever a primeira história.

 

“A partir daqui decidi convidar mais três colegas e amigos para me ajudarem a coordenar esta cruzada”, refere ao Expressões Lusitanas.

 

As três pessoas são Paula Fernandes (TVI), Pedro Pereira Moreira (RTP) e Rui do Ó (SIC) e “não foram chamados ao acaso”. “Quando se escolhe uma equipa, baseia-se na competência e na amizade. Procurei especificamente um pessoa na RTP, SIC e TVI”, detalha.

 

Apesar de ser profissional na RTP, José Carlos Ramalho achou por bem não coordenar o grupo de repórteres da televisão pública. “Pretendia que o livro fosse um todo e não seria apropriado que a coordenação da RTP fosse assumida pelo coordenador geral do livro”, afirma. Desta forma delegou tarefas aos três colegas nomeados e cada uma deles “coordenava a sua estação de televisão”.

 

“É um livro muito democrático e serve para unir e não separar. As regras básicas do livro são simples: ter um número certo de repórteres de imagem por cada estação de televisão e a organização das histórias é feita por ordem alfabética, de maneira a não existir sobreposições”, assevera ao Expressões Lusitanas.

 

O título “Câmara de Reflexão” foi definido logo no início e apresenta vários significados, quer sejam “filosóficos”, “metafísicos” ou pelo facto de a câmara ser o instrumento de trabalho. Contudo, há um que impera.

 

“Uma câmara de reflexão é um local para onde as pessoas vão pensar. Quis jogar com as palavras. A palavra câmara escreve-se de forma igual nos dois contextos (câmara de reflexão e câmara de filmar). Transformar o meu objecto de trabalho num local de pensamento era o objectivo”, argumenta.

 

Apenas 36 repórteres de imagem participaram na elaboração do livro. Estima-se existir cerca de 200 profissionais em Portugal. “Houve alguns que ficaram melindrados por não terem sido escolhidos, mas trata-se de uma questão de tempo e de espaço. Era impossível escrever um livro com 200 pessoas”, garante José Carlos Ramalho.

 

Os direitos de autor da obra revertem a favor do Centro de Acolhimento Temporário de Menores em Risco “Janela Aberta” da Cooperativa Pelo Sonho é Que Vamos. Todavia, os direitos das histórias para fins cinematográficos permanecem no poder dos respectivos autores.

 

“Se algum realizador pretender fazer um filme sobre alguma das histórias, pode fazê-lo, mas primeiro tem de falar com o respectivo autor”, adianta José Carlos Ramalho.

 

O livro “Câmara de Reflexão” foi lançado oficialmente no passado dia 13 de Novembro.



publicado por Expressões Lusitanas às 18:35 | link do post | comentar

Sábado, 11.09.10

 

O recente reforço da equipa de programação da SIC, Gabriela Sobral, ex-braço-direito de José Eduardo Moniz (TVI), assegura ao Expressões Lusitanas que, “se puder”, traz Júlia Pinheiro para a estação de Carnaxide.


Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

À margem da apresentação da nova aposta de ficção nacional da SIC – “Laços de Sangue” - Gabriela Sobral afirma que Júlia Pinheiro “está bem onde está [TVI]”, mas, “se pudesse”, trazia-a para a SIC.

 

“A Júlia está feliz onde está e tem um projecto óptimo quase a estrear [Casa dos Segredos] na TVI”, diz.

 

Gabriela Sobral acrescenta ainda que “Casa dos Segredos” é um programa na posse da TVI “há dois anos”, ainda no tempo de José Eduardo Moniz enquanto director-geral da estação de Queluz de Baixo.

 

Devido ao facto de “exigir esforço financeiro”, o projecto foi adiado. Mais recentemente, a entrada de André Cerqueira para a direcção de programas da TVI “veio coincidir” com a “possibilidade financeira” de o colocar no ar.



publicado por Expressões Lusitanas às 11:11 | link do post | comentar

Sexta-feira, 10.09.10

Foto: Gabriela Sobral (ex-braço-direito de José Eduardo Moniz) e Nuno Santos (director programação SIC)

 

A ex-braço-direito de José Eduardo Moniz, Gabriela Sobral, recente reforço da equipa de programação da SIC, afirma ao Expressões Lusitanas que saiu da estação de Queluz por “falta de capacidade” de “retenção argumentativa” e “emocional” da nova direcção da TVI.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

Gabriela Sobral trocou recentemente a TVI pela SIC, logo após a saída de Fátima Lopes da estação de Carnaxide para a rival de Queluz de Baixo.

 

“Fui calorosamente recebida. Encontrei na SIC um núcleo de pessoas muito simpáticas, receptivas e esperançosas por mudança. Para todos os efeitos estive 11 anos na concorrência”, refere ao Expressões Lusitanas, à margem da apresentação da nova novela da SIC “Laços de Sangue”.

 

A responsável acrescenta ainda que a televisão de Carnaxide tem “todo o potencial” para se tornar num canal “muito mais forte” do que “é actualmente”. Nesta óptica considera que a ficção nacional “vai dar uma ajuda”.

 

A saída do ex-director geral da TVI José Eduardo Moniz foi um “choque de consciência” e Gabriela Sobral percebeu que a estação de Queluz de Baixo “não estava assim tão sossegada e pacífica como imaginava”.

 

“A [nova direcção da] TVI não teve capacidade argumentativa e emocional para me reter. Eram capaz de ter mais sucesso, caso o tivessem feito. Pelos vistos, a nova direcção não me conhecia e sobrestimarem-me”, explica.

 

Notícias relacionadas:



publicado por Expressões Lusitanas às 20:44 | link do post | comentar

Quarta-feira, 18.08.10

 

A TVI pediu uma “auditoria urgente” ao sistema de medição de audiências de televisão da empresa Marktest, alegando existirem falhas e falta de qualidade do serviço, de acordo com o comunicado enviado pela administração do canal televisivo.

 

Expressões Lusitanas

Com Agências

 

A exigência surgiu no domingo, 15 de Agosto, na sequência de um alegado erro nas audiências relativas a sábado e publicadas pela Marktest, que, segundo a TVI, constituiu “o culminar de um processo de descrédito total do actual sistema de mediação de audiências de televisão em Portugal”.


De acordo com os responsáveis da estação, “há já vários meses que a TVI vem alertando, quer a empresa Marktest, quer as entidades responsáveis pelo controlo do serviço prestado por esta [Comissão de Análise de Estudos de Meios – CAEM], das falhas que ciclicamente se detectam nos dados de audiências fornecidos”.


A “falta de qualidade do serviço prestado”, o “possível desrespeito pelas obrigações resultantes do contrato de prestação do serviço de medição de audiências” e a “dificuldade crescente da Marktest em dar cumprimento aos requisitos mínimos do sistema de medição de audiências” são os problemas apontados pela administração da estação de televisão.


A direcção do canal de Queluz sublinha que os dados de sábado são “particularmente inacreditáveis”, já que, “apesar de [a TVI] ter transmitido a primeira jornada da Liga Zon Sagres, a Marktest indica que a TVI apresenta uma quebra de 28 por cento de ‘rating’ [audiência] face ao sábado anterior”.


Uma quebra que a TVI contesta, considerando também “inexplicável” que, nos primeiros dados fornecidos pela empresa de audimetria, “não surgisse nenhum programa da TVI no Top 15 dos programas mais vistos do dia”.

Os valores indicados pela Marktest foram, entretanto, corrigidos, após uma reclamação da TVI, tendo a empresa de estudos de mercado referido a existência de um “erro”.


Face à situação, a TVI defende a “urgência” de realizar uma auditoria ao processo de medição, mas também “o lançamento de um concurso com vista à selecção de um novo sistema de medição de audiências em televisão”.



publicado por Expressões Lusitanas às 13:52 | link do post | comentar

Domingo, 04.07.10

 

A apresentadora de televisão Fátima Lopes sai da SIC para “iniciar um novo desafio profissional na TVI”, avança a edição ‘online’ do Correio da Manhã.

 

Expressões Lusitanas


Recorde-se que Fátima Lopes colaborou durante 15 anos com a estação de Carnaxide. ‘Vida Nova’ foi o último programa apresentado na SIC.



publicado por Expressões Lusitanas às 05:07 | link do post | comentar

Sábado, 19.06.10

 

O filme “Ensaio Sobre a Cegueira”, realizado por Fernando Meirelles e inspirado no romance de José Saramago, publicado em 1995, estreia domingo na TVI. A exibição da película surge dois dias após a morte do prémio Nobel da Literatura.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

O filme retrata a história de uma repentina epidemia de cegueira que infecta os habitantes de uma grande cidade, à excepção de uma mulher, que, em segredo, acompanha o marido infectado para o local de quarentena decretado pelas autoridades - um antigo hospital, entretanto abandonado e sem condições.

 

O número de infectados aumenta e o espaço começa a ser cada vez mais exíguo. Com fome e sem qualquer orientação ou apoio, um pequeno grupo toma o controlo do local de quarentena pelo uso da força, submetendo os restantes a humilhações e cometendo actos horrendos.

 

Todo o pesadelo é visto pela mulher que não foi infectada pela epidemia, que, apesar de todas as situações sofríveis, mantém o seu segredo, acompanhando o marido e mais sete desconhecidos.

 

Mais tarde consegue levá-los para fora da quarentena em direcção às inóspitas e deprimentes ruas da cidade. São os vestígios de uma civilização em colapso.

 

A película retrata assim a essência do ser humano em situações limite e as fraquezas do próprio Homem, numa espécie de “salve-se quem puder”, em que o individualismo e o egoísmo imperam.

 

Baseado no romance de José Saramago, publicado em 2005, “Ensaio Sobre a Cegueira” foi realizado pelo brasileiro Fernando Meirelles, vencedor de um Óscar de Melhor Filme Estrangeiro com “A Cidade de Deus”.

 

A estreia na TVI está marcada para a 00:15 de domingo, 20 de Junho.



publicado por Expressões Lusitanas às 21:51 | link do post | comentar

Sexta-feira, 04.06.10

 

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) aprovou a criação do canal TVI Internacional, que vai transmitir para os países lusófonos as novelas, séries de ficção nacional, programas infantis da TVI e a informação do TVI 24.

 

Expressões Lusitanas

Redacção

 

O primeiro canal internacional da estação de Queluz de Baixo vai começar a emitir inicialmente para Angola e Moçambique.

 

Porém, o objectivo da estação de televisão passa por alargar a sua emissão a outros países lusófonos.

 

A ERC deliberou autorizar "a actividade de televisão através do serviço de programas generalista de cobertura internacional e acesso não condicionado com assinatura, denominado TVI Internacional", requerido pela estação de Queluz de Baixo a este organismo regulador.

 

A emissão do TVI Internacional vai ser feita em português, aproveitando os programas do canal generalista TVI, como ‘talk-shows’, novelas e programas infantis, e a componente informativa do TVI 24.



publicado por Expressões Lusitanas às 20:03 | link do post | comentar

Terça-feira, 25.05.10

 

Os três canais generalistas querem fazer um acompanhamento a par e passo da preparação da selecção e do Mundial de Futebol apostando em jogos em directo, emissão em 3D e uma visão da África do Sul extra competição.

 

Expressões Lusitanas

Redacção (com agências)

 

O responsável da SIC pela Operação Mundial, Carlos Rodrigues, citado pela Lusa, explica que o canal aposta no "acompanhamento a par e passo da selecção, nas transmissões de futebol e numa atenção particular a reportagens mais aprofundadas da realidade socioeconómica do país".

 

A estação de Carnaxide vai emitir 18 jogos da competição, 16 da primeira fase e dois dos oitavos de final e exibe ainda resumos alargados da competição na SIC Notícias.

 

O canal 1 da RTP emitirá em directo 28 jogos do Mundial: 16 da primeira fase (que incluem o jogo de abertura e os de Portugal e do Brasil), quatro jogos dos oitavos de final, os jogos dos quartos de final e das meias finais, além dos jogos dos terceiro e quarto lugares e o da final.

 

A RTP exibe ainda os três jogos de preparação da selecção nacional, marcados para 24 de Maio e 01 e 08 de Junho.

 

Estes três jogos serão também exibidos na TVI, que, numa parceria com a Zon, garante a transmissão dos dois primeiros em 3 dimensões (3D).

 

A estação pública irá deslocar para a África do Sul uma equipa composta por 19 elementos para relatar tudo o que se passa no Mundial, mas não só.

 

"Teremos uma equipa de reportagem extra que dará conta de outras histórias da África do Sul, onde reside uma grande comunidade portuguesa", disse o director de informação do canal, José Alberto Carvalho.

 

A cobertura que a RTP fará do Mundial de Futebol, que decorre de 11 de Junho a 11 de Julho na África do Sul, estará disponível em diversas plataformas: televisão, rádio, internet (através do 'site' da estação pública e das redes sociais) e telemóvel.

 

"É uma grande operação conjunta que congrega sinergias e competências", disse José Alberto de Carvalho.

 

Também a SIC apostou nas sinergias para a cobertura do Mundial. Desta forma, para além dos onze elementos que a televisão desloca para a África do Sul -"uma equipa de oito pessoas para fazer o acompanhamento dia-a-dia do Mundial e uma outra equipa com três para cobertura da área da programação" -, o canal conta ainda com as equipas do Expresso e da Visão [também do grupo Impresa].

 

Na estação de Carnaxide, a operação mundial começou a 22 de Abril com blocos noticiosos especializados na SIC e na SIC Notícias, uma página no 'site' do canal dedicada à competição e com o programa "O Regresso dos Incríveis".

 

A SIC irá emitir ainda, no período pré-Mundial, duas grandes reportagens na África do Sul, "uma sobre Mandela e outra sobre a comunidade portuguesa que reside naquele país".



publicado por Expressões Lusitanas às 01:32 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Segunda-feira, 19.04.10

 

O homem forte das novelas da TVI é o novo director de programas da estação de televisão de Queluz de Baixo. A decisão partiu da administração da Media Capital e da direcção-geral da TVI.

 

Expressões Lusitanas

 

André Cerqueira é natural do Brasil e era, até ao dia de hoje, o director-geral da Plural Portugal, a produtora das novelas da estação da Media Capital, cargo que vai acumular com as suas novas responsabilidades na TVI.



publicado por Expressões Lusitanas às 23:59 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Domingo, 13.12.09

                           

 

O actor José Carlos Pereira lançou este mês o seu disco de estreia "Azul", num registo 'pop-rock', que reflecte os gostos e influências musicais do actor, como são os exemplos de Ben Harper, Jack Jonhson ou os Beatles. *com CM
 
O 'single' de apresentação 'M'Água' integra a banda sonora da série da TVI "Morangos com Açúcar", enquanto o tema 'Sei Lá' foi escolhido para integrar a banda sonora da telenovela 'Meu Amor', também em exibição na estação de televisão de Queluz de Baixo.
 
'Azul' foi produzido por Alexandre Almeida, que já trabalhou com "Pedro Abrunhosa & Os Bandemónio", Mundo Secreto e Cazino.

 



publicado por Expressões Lusitanas às 14:31 | link do post | comentar

Terça-feira, 20.10.09

                                                       

 

A novela da noite da TVI “Sentimentos” já tem disponível para audição a sua banda sonora, com os temas que fazem parte do enredo e das personagens de mais uma produção nacional da estação de Queluz de Baixo, informa ao Expressões Lusitanas a editora Farol Música.
 
O duplo CD apresenta um total de 31 temas, numa compilação em que apenas estão presentes músicas de artistas nacionais, como Sérgio Godinho, Classificados, Per7ume, Madredeus, Pedro Khima, entre outros.
 
A compilação tem ainda, a par da versão normal de estúdio, uma versão acústica do tema “Fácil de Entender” dos ‘The Gift’.
 
Conheça agora o alinhamento de “Sentimentos”:
 
CD1
  1. The Gift – Fácil de Entender
  2. Sinal com Lena d´Água – Sempre Que o Amor Me Quiser
  3. Classificados – No Teu Último Degrau
  4. Fingertips – Do It
  5. Pedro Khima – Olá
  6. Padre Victor – Mudar de Lugar
  7. Pedro Madeira – Descobre-me
  8. Bruno Correia – Amor Incondicional
  9. Vintém – Whea
  10. Luiz e a Lata (com Raquel Tavares & Rão Kyao) – Plágio de Mim 
CD2
  1. Sérgio Godinho – O Coro das Velhas
  2. Madredeus – Um Amor Assim, O Que Será
  3. Per7ume – Ao Ouvido
  4. Lobo – Algo Mudou
  5. Padre Victor – Palavras
  6. Jorge Courela – Minha Santa Criatura
  7. João Tiago Silva – Não Dá (A Minha Paciência)
  8. Pedro Bargado – Nada
  9. Catarina Pereira – Acredita Em Mim
  10. Paulo Brissos – Serás Tu


publicado por Expressões Lusitanas às 00:00 | link do post | comentar

Terça-feira, 28.04.09

                                          

 

Paulo Gonzo apresentou a nova música “Espelho (De Outra Água”) num palco pouco habitual, uma canção composta propositadamente para uma campanha promovida pela eléctrica nacional EDP, com o apoio da estação de televisão privada TVI.
 
A apresentação do tema musical decorreu na casa das máquinas da barragem do Alto do Lindoso, concelho de Ponte da Barca, a 340 metros de profundidade.
 
Em declarações à TVI, Paulo Gonzo “gostou” de dar o primeiro concerto debaixo de água, algo que “nunca” lhe passaria pela cabeça.
 
«Fiquei deslumbrado quando aqui entrei. As pessoas não têm noção desta realidade... Perguntaram-me se ia estar dentro de uma bolha», afirmou Paulo Gonzo à TVI.
 
O espectáculo contou com cerca de 400 convidados da EDP, que promoveu o concerto no âmbito da campanha “Quanto Projectamos uma Barragem, Projectamos um Futuro Melhor”.
 
Uma campanha multi-meios, já que as imagens e os sons do concerto vão ser adaptados para a televisão, imprensa, rádio, cinema, ‘outdoors’ e internet.
 
Veja ou reveja aqui o vídeo do concerto de Paulo Gonzo na Barragem do Alto do Lindoso, transmitido pela estação de televisão privada TVI.
 
Fonte: TVI
Fonte da imagem: Google Imagens

Cortesia: YouTube e Sapo Vídeos

 



publicado por Expressões Lusitanas às 10:21 | link do post | comentar