Segunda-feira, 29.03.10

ÁUDIO da REPORTAGEM:

 

O actor Pedro Granger dá voz à história e às várias personagens da obra literária de Antoine de Saint-Exupéry, “O Principezinho”, naquele que é um dos poucos áudio-livros editado em Portugal, que recupera o contador de histórias.

 

Daniel Pinto Lopes

 

Pedro Granger foi convidado “por acaso” pela editora MHIJ para dar voz à história de “O Principezinho” em vários e diferentes tons, consoante as características de cada personagem. Um convite que “não podia recusar”.

 

O actor explica ao Expressões Lusitanas que tem uma “admiração especial” por este livro de Saint-Exupéry e confessa que dar voz a este áudio-livro foi “um dos maiores desafios” que já teve e que “dificilmente” terá outros “como este”.

 

“Houve personagens mais difíceis de fazer do que outras, como, por exemplo, a raposa, em que não consegui criar uma voz tão diferente da minha. Contudo, como é a parte de que mais gosto, não me queria distrair da mensagem”, elucida.

 

Pedro Granger mostra-se “bastante satisfeito” com o resultado final, apesar de haver “sempre coisas que se mudaria ou se fazia melhor”.

 

Em contraste com outros países, o mercado do áudio-livro em Portugal ainda não tem grande afirmação, um facto de que Pedro Granger está consciente. Porém, sublinha que cabe “a cada um de nós” tentar “inverter” esta situação.

 

“Passa por fazermos força para que haja mercado. Martelar na cabeça dos livreiros, pedir e encomendar áudio-livros para ver se a coisa começa a animar”, refere Pedro Granger.

 

Questionado pelo Expressões Lusitanas sobre se há o hábito de ouvir ao invés de ler livros, Pedro Granger afirma que existe em algumas pessoas, mas, sublinha, “tudo acaba por ser uma questão de prática”.

 

O áudio-livro de “O Principezinho” foi apresentado na livraria Bulhosa, em Lisboa, e contou com a presença de Sílvia Alberto, Mariana Monteiro e Margarida Rebelo Pinto, as suas “rosas”, como afirmou Pedro Granger.

 

Mafalda Veiga, também convidada, não pôde comparecer por estar a realizar um concerto no Norte do país.

 

“O Principezinho” é umas das obras mais conhecidas de Antoine de Saint-Exupéry e um dos livros franceses mais vendido em todo o mundo.



publicado por Expressões Lusitanas às 15:57 | link do post | comentar