Sexta-feira, 19.02.10

 

O ciclo “Sexta, Meia Noite e uma Guitarra” continua hoje com as canções e a sonoridade de Alexandre Soares (GNR e Três Tristes Tigres) e Ana Deus (Três Tristes Tigres), um percurso a dois que se cruzou nos “Três Tristes Tigres”.

 
Daniel Pinto Lopes
 

Hoje, à meia-noite, Alexandre Soares e Ana Deus apresentam-se neste ciclo de música “com um trabalho desenvolvido, numa primeira instância, para os “Nadadores de Inverno”, colectivo que partilham com outros músicos e onde Alexandre e Ana procuram, através da guitarra e da voz, encontrar, construir e criar esqueletos, mais ou menos descarnados, para as suas canções”, explica a organização do evento em comunicado.

 

O músico e compositor Alexandre Soares nasceu no Porto e estudou guitarra clássica durante alguns anos. Na década de 80 marcou a sonoridade dos GNR e, mais tarde, nos anos 90, a identidade dos “Três Tristes Tigres”, altura em que cruza o seu caminho musical com Ana Deus.

 

“Osso Vaidoso” vai hoje juntar no Cinema São Jorge, em Lisboa, as guitarras à voz, naquele que é o terceiro espectáculo do ciclo "Sexta, Meia Noite e uma Guitarra".

 

Cada espectáculo deste ciclo de música tem como base e ponto de partida o trabalho de um guitarrista, apresentado num "contexto de diálogo, mistura e experimentação com outras formas de expressão artística (cantores, actores, realizadores, outros músicos, entre outros)", informa a organização ao Expressões Lusitanas.

 

O "Sexta, Meia Noite e uma Guitarra" tem lugar todas as sextas-feiras até ao dia 5 de Março no Cinema São Jorge, em Lisboa.

 



publicado por Expressões Lusitanas às 14:07 | link do post | comentar