Terça-feira, 15.02.11

 

 

‘Não Há Só Tangos em Paris’ é o título do novo trabalho discográfico de Cristina Branco, sucedendo a ‘Kronos’ (2009). António Lobo Antunes, Mário Laginha e João Paulo Esteves da Silva (piano) dão o seu contributo na composição do novo álbum, que será editado a 28 de Fevereiro. Para o final de Março, a artista reservou três datas para apresentar em concerto o novo registo

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

“Cristina Branco queria um disco de memórias, viagens ou, simplesmente, flashes da sua vida. Pensou no triângulo Buenos Aires – Paris - Lisboa e partiu para o seu novo disco”, explica a editora da artista em comunicado enviado ao Expressões Lusitanas.

 

O novo álbum apresenta “diferentes faces” e inclui referências a Amália Rodrigues, Jacques Brel, ‘boleros’, ‘milongas’, Baudelaire, ao contrabaixo, ‘bandoneon’, piano e à guitarra portuguesa.

 

Em ‘Não Há Só Tangos em Paris’, Cristina Branco contou com “colaborações de renome”. Mário Laginha compôs a música para o poema escrito por Lobo Antunes intitulado “Quando Julgas Que Me Amas” e Manuela de Freitas escreveu duas letras – “Se Não Chovesse Tanto, Meu Amor” e Talvez”.

 

O tema ‘Não Há Só Tangos em Paris’, que dá nome ao novo trabalho, foi composto por um dos membros dos Deolinda, Pedro da Silva Martins.

 

Cristina Branco é acompanhada por Bernardo Couto (guitarra portuguesa), Bernardo Moreira (contrabaixo), Carlos Manuel Proença (viola), João Paulo Esteves da Silva (piano) e Ricardo Dias (acordeão).

 

A edição nacional contempla o formato CD + DVD, no qual Cristina Branco interpreta seis dos 16 temas do disco num “ambiente intimista” e “quase teatral”.

 

O novo registo vai ser divulgado ao público em três concertos agendados pela artista. O Cine-Teatro de Estarreja (26 de Março), o lisboeta Teatro São Luiz (31 de Março) e o Convento São Francisco, em Santarém (01 de Abril), são os palcos escolhidos.

 



publicado por Expressões Lusitanas às 09:45 | link do post | comentar

Quinta-feira, 04.02.10

 

Cristina Branco está nomeada para o Prémio Autores 2010 promovido pela Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) na categoria 'Música - Melhor Canção' pelo tema "Margarida", incluído no seu mais recente álbum "Kronos".

 

Expressões Lusitanas

 

Editado em Março de 2009, o álbum "Kronos" tem por tema unificador o "tempo" e é constituído por canções inéditas compostas por uma dezena de criadores distintos.

 

José Mário Branco, Sérgio Godinho, Amélia Muge, Rui Veloso, Vitorino, Janita Salomé, Maestro Victorino d’Almeida, Mário Laginha, Carlos Bica, João Paulo Esteves da Silva e Ricardo Dias deram assim o respectivo contributo na escrita dos temas  presentes no último ábum de Cristina Branco.

"Kronos" é o décimo disco de uma carreira que teve início num palco de Amesterdão, Holanda, em 1996. O repertório dos primeiros anos de Cristina Branco foi marcado por uma confessada admiração por uma das personalidades mais fortes da canção portuguesa de todo o século XX: Amália Rodrigues.

Para além da voz de Cristina Branco, dão corpo a "Kronos" o piano de Ricardo Dias, a guitarra portuguesa de José Manuel Neto ou Bernardo Couto, a viola de fado de Alexandre Silva e a guitarra baixo de Fernando Maia.

 

O vencedor do prémio nesta categoria vai ser revelado no dia 8 de Fevereiro, segunda-feira, durante a Gala do Prémio Autores SPA/RTP, que decorrerá no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.



publicado por Expressões Lusitanas às 15:05 | link do post | comentar