Sexta-feira, 27.08.10

 

O funeral da actriz Maria Dulce realiza-se hoje da Basílica da Estrela para o cemitério do Alto S. João, em Lisboa, anunciou a Casa do Artista, citada pela Lusa.

 

Expressões Lusitanas

Com Agências

 

O corpo da actriz está em câmara ardente na Basílica da Estrela, local onde se vai realizar “a missa de corpo presente na sexta-feira às 15:00", disse Linda Silva, da Casa do Artista, à Lusa.

 

De acordo com a mesma fonte, após a missa haverá uma homenagem à falecida actriz pelo Grupo de Cantares de Mora, região alto alentejana onde Maria Dulce residia.



publicado por Expressões Lusitanas às 01:45 | link do post | comentar

Terça-feira, 03.08.10

Foto: Crematório do Cemitério dos Olivais (Lisboa)


O funeral do jornalista Mário Bettencourt Resendes realizou-se esta tarde no cemitério dos Olivais, em Lisboa. Tratou-se de uma cerimónia recatada, na qual marcaram presença os familiares, alguns amigos e colegas de profissão.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

O corpo esteve em câmara ardente na Igreja de São João de Deus, em Lisboa. Aqui, por volta das 15:00 desta terça-feira, 03 de Agosto, realizou-se uma missa de corpo presente, seguindo-se do funeral rumo ao cemitério dos Olivais, onde o corpo do jornalista foi cremado às 16:50.

 

Os amigos e poucos populares presentes iam entrando a conta-gotas para o interior do edifício do crematório. Foi uma cerimónia particular e algo reservada.

 

Alguns amigos e antigos colegas de profissão fizeram questão de prestar uma última homenagem a Mário Bettencourt Resendes. Foram os casos de Carlos Pinto Coelho, Paquete de Oliveira ou José António Santos.

 

Aos jornalistas, o actual secretário-geral da Lusa referiu que trabalhou durante 28 anos com Mário Bettencourt Resendes, o “mestre da comunicação, da palavra e também do silêncio”.

 

“O Mário é uma bênção e um dom, pelos camaradas que teve e pelos profissionais que formou. Sabia os seus limites e os limites da sua circunstância”, sublinha.

 

José António Santos considera ainda que os 58 anos de vida de Mário Bettencourt Resendes “tornaram este mundo melhor”.

 

Nascido no ano de 1952 em Ponta Delgada, Açores, Mário Bettencourt Resendes desempenhava a função de Provedor do Leitor do Diário de Notícias (DN).

 

O jornalista ficou conhecido pelo cargo de director do DN, ocupado entre o início da década de 90 e o ano de 2003.

 

Nos últimos tempos, era presença assídua enquanto comentador político em programas de televisão e de rádio.



publicado por Expressões Lusitanas às 19:23 | link do post | comentar

Sábado, 31.07.10

 

Vários amigos, colegas de trabalho e populares quiseram marcar presença no último adeus ao actor e encenador António Feio, que faleceu na quinta-feira, 29 de Julho, vítima de um cancro no pâncreas.


Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

O carro funerário que transportava a urna com os restos mortais de António Feio chegou ao cemitério dos Olivais, em Lisboa, por volta das 17:15.

 

Chegada ao edifício do crematório, a urna passou por entre os muitos populares presentes a bater palmas, naquele que foi o último adeus a António Feio.

 

“Ele vai para um mundo melhor. Certamente, será melhor do que este”, dizia, consternada, uma popular, após a passagem da urna.

 

Durante a cerimónia, ouvia-se um pouco dos acordes musicais de uma festa que decorria nas redondezas do cemitério dos Olivais, ritmos de festa e de alegria que destoavam com o ambiente de tristeza e pesar pelo desaparecimento de um nome maior da cultura portuguesa.

 

Amigos, colegas de trabalho e alguns famosos estiveram nos momentos finais do adeus a António Feio, tais como Bruno Nogueira, Maria Rueff, Vítor Norte, Fernanda Serrano, Miguel Guilherme, José Pedro Gomes, João de Carvalho, Jorge Mourato ou João Baião.

 

Aos jornalistas, o apresentador da RTP afirmava que, apesar de “não ter tido um relacionamento muito próximo” com António Feio, “admirava” o seu “talento” e o “contributo” que deu. “É uma pessoa muito especial”, conclui João Baião.

 

VÍDEO:




publicado por Expressões Lusitanas às 19:51 | link do post | comentar

Sexta-feira, 30.07.10

 

O funeral do actor e encenador António Feio realiza-se sábado, 31 de Julho, a partir das 16:00, para o cemitério dos Olivais, em Lisboa. A partir das 18:30 de hoje, o corpo de António Feio estará em câmara ardente no Palácio Galveias, em Lisboa.

 

Expressões Lusitanas


Recorde-se que António Feio faleceu quinta-feira, às 23:40, na unidade de Cuidados Paliativos do Hospital da Luz, em Lisboa.

 

Vários amigos e colegas de profissão, políticos e representantes do Estado e da República portuguesa, entre outros, se manifestaram “tristes” com o desaparecimento de António Feio, “homenageando” o seu contributo para com a cultura portuguesa.



publicado por Expressões Lusitanas às 19:10 | link do post | comentar

Quarta-feira, 26.05.10

 

O funeral do cantor português Beto, que faleceu no passado domingo vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC), realiza-se hoje, às 16:00, na Igreja de São Pedro, em Peniche.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

Os familiares e amigos despedem-se hoje de Beto no funeral que tem lugar na terra natal do cantor, Peniche.

 

O artista faleceu no passado domingo numa residencial das Caldas da Rainha, onde habitualmente ficava hospedado.

 

Beto deu voz a canções célebres da música romântica portuguesa, tais como “Porto de Abrigo”, “Fugir dos Meus Medos”, bem como ao dueto com Rita Guerra intitulado “Brincando com o Fogo”.



publicado por Expressões Lusitanas às 10:19 | link do post | comentar

Domingo, 09.08.09

                         

 

Centenas de pessoas estiveram, este domingo, no Palácio Galveias para prestar homenagem ao humorista Raul Solnado, cujo corpo vai rumar ao Cemitério dos Olivais, onde vai ser cremado.

 
Entre as pessoas que quiseram prestar esta última homenagem estiveram ex-companheiros de palco, como Francisco Nicholson, Catarina Avelar, Alina Vaz, Manuela Maria, Nicolau Breyner, Vítor de Sousa, entre outros.
 
Também marcaram presença no Palácio Galveias outras figuras como o escritor Francisco José Viegas, o fadista Carlos do Carmo, o realizador José Fonseca e Costa, o cantor Pedro Abrunhosa e o apresentador Carlos Cruz.
 
A urna com o corpo de Raul Solnado, que faleceu no sábado de manhã, encontra-se na biblioteca do palácio rodeada de dezenas de coroas de flores e de um texto intitulado Um Vazio no Tempo, que conta uma experiência do autor, em que este descobriu «o seu Deus».
 
O corpo de Solnado vai seguir para o Cemitério dos Olivais pela Avenida João XXI, passando depois pelo Areeiro, Avenida Gago Coutinho, Avenida de Pádua e Avenida Infante D. Henrique.
 

Fonte: TSF (com adaptações)



publicado por Expressões Lusitanas às 19:54 | link do post | comentar