Segunda-feira, 13.12.10

 

 

A emissora do grupo r/com apresenta a sua primeira televisão na Internet intitulada RFM Vi. “Vê o que ouves” é a assinatura e, de acordo com o comunicado enviado ao Expressões Lusitanas, “sintetiza” aquilo que poderá ser visto neste novo projecto. A primeira emissão vai para o ar a 20 de Dezembro.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

O lançamento da RFM Vi vai ao encontro das “mais recentes inovações tecnológicas” e pretende “seguir a evolução de hábitos de consumo dos media” juntos do seus ouvintes, explica a RFM no mesmo comunicado.

 

Nesta primeira fase, o projecto apresentará conteúdos vídeo assentes nos “acontecimentos que se desenrolam na emissão da RFM”. Podem também ser vistos em directo alguns dos eventos produzidos pela emissora, nomeadamente no seu auditório. Exemplos disso foram os mini-concertos de Pedro Abrunhosa, Tim, Blind Zero, entre outros.

 

Ainda de acordo com a nota enviada ao Expressões Lusitanas, a RFM Vi vai estar disponível numa página própria, em versão ‘mobile’ e adaptada a vários dispositivos, como ‘smartphones’, Iphone ou Ipad.

 



publicado por Expressões Lusitanas às 12:23 | link do post | comentar

Sexta-feira, 03.12.10

 

As quatro emissoras do grupo renascença comunicação multimédia – Renascença, RFM, Mega Hits e Rádio Sim – vão novamente promover campanhas de solidariedade de Natal. O Fundo Solidário, a Acreditar, a Casa de Santa Isabel e o Centro Social e Paroquial de Ferreira-a-Nova são os beneficiados, respectivamente.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

A campanha da Renascença pretende ajudar o Fundo Solidário, uma iniciativa da Igreja Católica. Criado em Junho de este ano, o Fundo Solidário tem como ponto de partida as paróquias, que “identificam os casos mais urgentes e fomentam a ajuda local e de proximidade”, refere o grupo em comunicado enviado ao Expressões Lusitanas.

 

Por seu lado, a RFM centra-se este ano na ajuda à Acreditar – Associação de Pais e Amigos de Crianças Com Cancro. A campanha começou no dia 22 de Novembro e termina a 07 de Janeiro e o objectivo é angariar fundos “para fazer face às  despesas da Casa de Coimbra” da Acreditar.

 

“Um euro para alimentar a vida” é o mote da campanha da rádio do grupo dirigida a um público mais jovem – Mega Hits. Pedro Granger, Carolina Patrocínio e Gonçalo Uva são os emabaixadores.

 

As verbas recolhidas vão ser posteriormente doadas a favor dos bebés e mães da Casa de Santa Isabel, em Lisboa. Fundada em 2003 no âmbito do PAV – Ponto de Apoio à Vida -, esta instituição ajuda bebés e jovens mulheres grávidas em “situações limite.”

 

Por fim, a emissora mais recente do grupo r/com – a Rádio Sim – pretende auxiliar o Centro Paroquial de Ferreira-a-Nova, uma instituição que, no mesmo espaço, acolhe duas diferentes gerações: crianças e idosos.

 

“Este Natal, a Rádio Sim pede a ajuda de todos para se comprar uma carrinha com placa elevatória, para transportar os idosos, e equipamentos educativos para a sala dos mais pequenos”, pode ainda ler-se no mesmo comunicado.



publicado por Expressões Lusitanas às 13:39 | link do post | comentar

Sexta-feira, 08.10.10

Teatro Tivoli


A emissora do grupo R/Com realiza hoje, às 21:00, no Teatro Tivoli, em Lisboa, a sua 2ª Grande Gala. Em palco vão estar vários nomes da música ligeira portuguesa e quatro fadistas convidados vão protagonizar um momento dedicado à considerada canção nacional. Os Chinchilas e o Conjunto Mistério representam o Yé-Yé dos anos 60.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

“Conseguimos fazer um espectáculo com os artistas que passam na Rádio SIM com a dignidade que merecem, acompanhados de uma notável orquestra [Orquestra Ligeira do Exército] ”, refere a directora de programação da Rádio Sim, Dina Isabel, citada no comunicado enviado pela emissora ao Expressões Lusitanas.

 

Carlos Guilherme, Carlos Mendes, Eduardo Nascimento, Lenita Gentil, Maria Amélia Canossa, Paulo Alexandre e Trio Odemira são os artistas convidados em mais uma gala da Rádio Sim.

 

O fado vai estar igualmente representado no espectáculo com a presença de quatro fadistas – António Pinto Basto, Argentina Santos, que assinala 50 anos de carreira, Maria Armanda e Fernando Machado Soares, um dos representantes do fado de Coimbra.

 

Os fadistas vão ser acompanhados em palco por Francisco Gonçalves na viola e António Parreira na guitarra.

 

Passadas décadas de ausência, dois dos considerados maiores representantes do Yé-Yé nos anos 60, os Chinchilas e o Conjunto Mistério, vão também subir ao palco do Tivoli.

 

Compostos por Filipe Mendes (guitarra), José Machado (teclas), Vítor Mamede (bateria) e João Maló (baixo), os Chinchilas formaram-se em 1965, em Lisboa, e “foram um dos nomes cimeiros de uma primeira geração do ‘rock’ português, a par dos Sheiks ou do Quinteto Académico”, detalha a Rádio Sim em comunicado.

 

O Conjunto Mistério nasce das cinzas dos Nova Onda, também na década de 60. “Fãs incondicionais dos Shadows, os membros do Conjunto Mistério notabilizaram-se pelas orquestrações ‘pop’ que atribuíram a algumas das principais canções da música popular portuguesa”, detalha o mesmo comunicado.

 

O colectivo é composto por Edmundo Silva (baixo), José Pino (guitarra), Miguel Mounier (bateria) e Duarte Mendes (guitarra).

 

A apresentação do espectáculo vai estar a cargo dos animadores da Rádio Sim, emissora do grupo R/Com vocacionada para um público “mais sénior”.



publicado por Expressões Lusitanas às 01:00 | link do post | comentar

Sexta-feira, 10.09.10

 

As duas estações de rádio do grupo r/com têm agora emissores próprios instalados nos Açores, mais concretamente no Pico da Barrosa, ilha de São Miguel, passando a poder emitir a sua programação nacional em frequências específicas. Em Julho, a Renascença e a RFM iniciaram as suas emissões integrais na Região Autónoma da Madeira.

 

Expressões Lusitanas

 

As novas frequências atribuídas à Renascença (95,2Mhz) e à RFM (100,0Mhz) abrangem sobretudo as populações das ilhas de São Miguel e de Santa Maria, num raio de alcance que atinge “cerca de 60% da população açoriana”, detalha o grupo em comunicado enviado ao Expressões Lusitanas.

 

O administrador do grupo r/com José Luís Ramos Pinheiro, citado no referido comunicado, considera que a chegada das emissões das duas rádios aos Açores, através de transmissores próprios, “é a concretização de um sonho antigo”.

 

Recorde-se que no passado mês de Julho o grupo instalou os primeiros emissores na Região Autónoma da Madeira. Deste modo, a Renascença pode ser escutada em 88,0Mhz e a RFM em 93,6Mhz.



publicado por Expressões Lusitanas às 19:19 | link do post | comentar