Quarta-feira, 22.09.10

Foto: Concerto de António Mão de Ferro na Casa do Livro, no Porto

 

O músico António Mão de Ferro apresenta hoje, às 22:30, no Hard Rock Café (Lisboa), o seu primeiro disco a solo intitulado ‘Karma (Train)’. Rui Veloso, Katia Guerreiro e Airto Moreira são os convidados especiais do álbum de estreia. ‘Adeus Amor, Adeus Saudade’ é o tema de avanço.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

António Mão de Ferro nasceu no Porto e a sua relação com a música começou aos 11 anos. Influenciado pelo pai Joaquim Cardoso, membro da banda “Tártaros” (anos 60), a guitarra torna-se no seu instrumento de referência.

 

Os ‘blues’ ganham um espaço “importante” na sua vida musical aos 17 anos, aquando da integração na banda ‘Rithm, Funk, Soul and Blues’, é referido no comunicado enviado ao Expressões Lusitanas pela agência do músico.

 

Um ano mais tarde, aos 18, António Mão de Ferro participa pela primeira vez na gravação de um disco e, posteriormente, integra a ‘Minnemann Blues Band’.

 

Ainda na adolescência, junta-se à banda portuense GNR e, ao lado de Rui Reininho e Toli Machado, grava dois álbums – ‘Popless’ e ‘Lago dos Cisnes’.

O baixista Jerrel Lamar, um dos elementos dos Platters e que tocou com Gino Vanelli, Herbie Hancock e Stevie Ray Vaughan, convida, em 2004, António Mão de Ferro para participar no seu projecto a solo.

Neste sentido, em 2005, grava quatro faixas do projecto do músico norte-americano, onde também participaram Gregg Bissonette, Marcio Montarroyos, Ney Matogrosso e Alcione.

Em 2007, inicia a sua carreira a solo, na qual canta, toca guitarra e compõe e constitui a sua banda. Segue-se a gravação dos seus primeiros temas originais no Estúdio Vale de Lobos, propriedade de Rui Veloso, começando assim a trabalhar no seu disco de estreia, que vê a luz do dia em 2010.

‘Karma (Train)’ consiste numa “viagem de uma vida, onde assumimos de corpo inteiro as nossas alegrias e tristezas, os nossos sentimentos e acções. Vamos falar de vidas e de vivências durante uma viagem que tem múltiplos apeadeiros e múltiplos estados de consciência”, refere António Mão de Ferro, citado no comunicado.

Hoje, às 22:30, o músico portuense vai apresentar este seu álbum de estreia no Hard Rock Café, em Lisboa.



publicado por Expressões Lusitanas às 19:49 | link do post | comentar

Sexta-feira, 17.09.10

 

Os Moonspell apresentaram a sua ‘memorabilia’ (peças da banda emolduradas) no Hard Rock Café, em Lisboa. A banda lisboeta teve ainda a oportunidade de interpretar dois temas acústicos a ser incluídos no espectáculo acústico ‘Sombra’ a realizar pelo grupo em Portugal.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

O Hard Rock Café foi pequeno para acolher todos os fãs presentes dos Moonspell durante a cerimónia de apresentação da ‘memorabilia’, que se traduz na exposição de várias peças da banda (guitarra, passes de concertos realizados pelo grupo a nível internacional, entre outros) naquele espaço lisboeta.

 

“É um orgulho ser a primeira banda de ‘metal’ portuguesa a ter coisas afixadas na parede do Hard Rock”, confessa o vocalista Fernando Ribeiro durante a conversa intimista mantida com os fãs.

 

O colectivo aproveitou a ocasião para adiantar os novos pormenores sobre a ‘tournée’ acústica intitulada “Sombra” a ter lugar um pouco por todo o país.

 

“O espectáculo acústico permite despir as nossas músicas e ter uma relação mais próxima com os fãs, algo que não acontece nas grandes produções”, sublinha Fernando Ribeiro, garantindo que, apesar de serem espectáculos em versão acústica, vão ter “poder, arrojo e intensidade”.

 

A nível artístico, o vocalista dos Moonspell diz que o grupo quer “surpreender outra vez” os seus fãs, levando-os numa “viagem através do tempo” e “realçar” a faceta “mais negra, artística e melódica” da sua música.

 

Pelo facto de enveredarem pelo formato acústico, o líder dos Moonspell descarta a ideia de que a banda “já não tem mais nada para fazer”.

 

“Há muitas pessoas que pensam isso. Felizmente, esse não é o caso dos Moonspell. Até interrompemos a edição do nosso novo álbum”, explica.

 

 

Contudo, o grupo português continua a “dedicar-se” ao novo disco de originais, que conta já com oito canções feitas e uma maquete a ser enviada às editoras e produtoras.

 

‘Sombra’ é o título da ‘tournée’ acústica, um nome “muito bonito e sonante” em português, considera Fernando Ribeiro. “Encerra uma beleza misteriosa que pretendemos transmitir durante o nosso espectáculo”, assevera.

 

Os primeiros concertos são nos dias 30 e 31 de Outubro no Cinema São Jorge, em Lisboa. No decorrer da ‘tour’, os Moonspell vão ser acompanhados pelo coro feminino Crystal Mountain Singers e por um quinteto composto por quatro violoncelistas e um percussionista chamado Opus Diabolicum.



publicado por Expressões Lusitanas às 22:10 | link do post | comentar

Quinta-feira, 10.12.09

José Cid apresentou ontem ao vivo no Hard Rock Café Lisboa o novo trabalho discográfico "Coisas do Amor e do Mar", depois de ter estado sete anos sem gravar um álbum de originais.

 

      

 

O novo álbum conta com a participação de André Sardet (no tema "Asas Brancas"), Luís Represas ("No Meu Veleiro") e Susana Félix ("E Por Vezes") e já tem disponível o primeiro 'single' "Mais 1 dia", que foi escolhido para ser o tema do genérico da novela da TVI "Meu Amor".
 
      
 
Perante uma plateia de cerca de uma centena de pessoas, José Cid deu a conhecer a maioria dos 12 novos temas presentes neste disco.
 
Para honrar o nome "lançamento de disco", como o próprio referiu, José Cid levantou-se da cadeira e afastou-se do seu piano para "lançar" três discos para o público presente.
 
      
 
A apresentação de "Coisas do Amor e do Mar", que, de acordo com José Cid, "tem mais coisas de amor do que do mar", antecede o regresso do músico à arena do Campo Pequeno em Lisboa, neste sábado, 12 de Dezembro.
 
Daniel Pinto Lopes

 



publicado por Expressões Lusitanas às 19:32 | link do post | comentar