Sexta-feira, 03.12.10

 

As quatro emissoras do grupo renascença comunicação multimédia – Renascença, RFM, Mega Hits e Rádio Sim – vão novamente promover campanhas de solidariedade de Natal. O Fundo Solidário, a Acreditar, a Casa de Santa Isabel e o Centro Social e Paroquial de Ferreira-a-Nova são os beneficiados, respectivamente.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

A campanha da Renascença pretende ajudar o Fundo Solidário, uma iniciativa da Igreja Católica. Criado em Junho de este ano, o Fundo Solidário tem como ponto de partida as paróquias, que “identificam os casos mais urgentes e fomentam a ajuda local e de proximidade”, refere o grupo em comunicado enviado ao Expressões Lusitanas.

 

Por seu lado, a RFM centra-se este ano na ajuda à Acreditar – Associação de Pais e Amigos de Crianças Com Cancro. A campanha começou no dia 22 de Novembro e termina a 07 de Janeiro e o objectivo é angariar fundos “para fazer face às  despesas da Casa de Coimbra” da Acreditar.

 

“Um euro para alimentar a vida” é o mote da campanha da rádio do grupo dirigida a um público mais jovem – Mega Hits. Pedro Granger, Carolina Patrocínio e Gonçalo Uva são os emabaixadores.

 

As verbas recolhidas vão ser posteriormente doadas a favor dos bebés e mães da Casa de Santa Isabel, em Lisboa. Fundada em 2003 no âmbito do PAV – Ponto de Apoio à Vida -, esta instituição ajuda bebés e jovens mulheres grávidas em “situações limite.”

 

Por fim, a emissora mais recente do grupo r/com – a Rádio Sim – pretende auxiliar o Centro Paroquial de Ferreira-a-Nova, uma instituição que, no mesmo espaço, acolhe duas diferentes gerações: crianças e idosos.

 

“Este Natal, a Rádio Sim pede a ajuda de todos para se comprar uma carrinha com placa elevatória, para transportar os idosos, e equipamentos educativos para a sala dos mais pequenos”, pode ainda ler-se no mesmo comunicado.



publicado por Expressões Lusitanas às 13:39 | link do post | comentar

Sexta-feira, 08.10.10

Teatro Tivoli


A emissora do grupo R/Com realiza hoje, às 21:00, no Teatro Tivoli, em Lisboa, a sua 2ª Grande Gala. Em palco vão estar vários nomes da música ligeira portuguesa e quatro fadistas convidados vão protagonizar um momento dedicado à considerada canção nacional. Os Chinchilas e o Conjunto Mistério representam o Yé-Yé dos anos 60.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

“Conseguimos fazer um espectáculo com os artistas que passam na Rádio SIM com a dignidade que merecem, acompanhados de uma notável orquestra [Orquestra Ligeira do Exército] ”, refere a directora de programação da Rádio Sim, Dina Isabel, citada no comunicado enviado pela emissora ao Expressões Lusitanas.

 

Carlos Guilherme, Carlos Mendes, Eduardo Nascimento, Lenita Gentil, Maria Amélia Canossa, Paulo Alexandre e Trio Odemira são os artistas convidados em mais uma gala da Rádio Sim.

 

O fado vai estar igualmente representado no espectáculo com a presença de quatro fadistas – António Pinto Basto, Argentina Santos, que assinala 50 anos de carreira, Maria Armanda e Fernando Machado Soares, um dos representantes do fado de Coimbra.

 

Os fadistas vão ser acompanhados em palco por Francisco Gonçalves na viola e António Parreira na guitarra.

 

Passadas décadas de ausência, dois dos considerados maiores representantes do Yé-Yé nos anos 60, os Chinchilas e o Conjunto Mistério, vão também subir ao palco do Tivoli.

 

Compostos por Filipe Mendes (guitarra), José Machado (teclas), Vítor Mamede (bateria) e João Maló (baixo), os Chinchilas formaram-se em 1965, em Lisboa, e “foram um dos nomes cimeiros de uma primeira geração do ‘rock’ português, a par dos Sheiks ou do Quinteto Académico”, detalha a Rádio Sim em comunicado.

 

O Conjunto Mistério nasce das cinzas dos Nova Onda, também na década de 60. “Fãs incondicionais dos Shadows, os membros do Conjunto Mistério notabilizaram-se pelas orquestrações ‘pop’ que atribuíram a algumas das principais canções da música popular portuguesa”, detalha o mesmo comunicado.

 

O colectivo é composto por Edmundo Silva (baixo), José Pino (guitarra), Miguel Mounier (bateria) e Duarte Mendes (guitarra).

 

A apresentação do espectáculo vai estar a cargo dos animadores da Rádio Sim, emissora do grupo R/Com vocacionada para um público “mais sénior”.



publicado por Expressões Lusitanas às 01:00 | link do post | comentar