Terça-feira, 10.08.10

 

O festival Sudoeste não é só música. O convívio, o divertimento, a praia e a aventura são outros dos motivos que levam milhares de jovens até à Zambujeira do Mar, uma vila que, nesta altura, “rebenta pelas costuras”.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

No caminho para a Zambujeira do Mar, feito maioritariamente por estreitas estradas nacionais, antevê-se a chegada ao destino apenas ao olhar para o pó que cobre os carros que por ali circulam.

 

O parque de estacionamento à porta do Sudoeste cobre qualquer carro acabado de lavar numa grossa camada de poeira, que dá azo à inspiração para a escrita de algumas mensagens.

 

 

Muitos aproveitaram o passe de cinco dias com direito a acampar junto ao recinto do festival. Uma boa opção para quem quer estar alojado lado-a-lado com os artistas favoritos. Contudo, é quase impossível dormir em sossego.

 

As actuações nos palcos do Sudoeste terminam com o sol quase a nascer. A animação continua nas tendas, com “djambés” e outros instrumentos musicais.

 

Por esta razão, há quem recorra ao parque de campismo da Zambujeira do Mar, que dista cerca de cinco quilómetros da Herdade da Casa Branca (local do festival). Aqui, a partir da meia-noite e até às 08:00, o silêncio é obrigatório, com risco de expulsão.

 

Durante estes cincos dias, a vila da Zambujeira “rebenta pelas costuras”. Os poucos minimercados existentes não conseguem dar conta do recado e extensas filas se formam no exterior. Alguns festivaleiros desesperam por comprar a comida e a bebida necessárias para aguentar o dia-a-dia do Sudoeste.

 

Outro local palco de enchentes é a praia. Só com alguma sorte se consegue arranjar um lugar para estender a toalha e colocar o chapéu-de-sol. Se for um grupo numeroso, a solução passa por sair do festival logo pela manhã.

 

 

Para além de se torrar ao sol e dar um mergulho no mar, a praia é uma oportunidade para alguns festivaleiros colocarem o sono em dia, tarefa complicada de se fazer no campismo do Sudoeste.

 

Entre as 12:00 e as 15:00 é o período crítico para se almoçar nos vários restaurante e cafés da Zambujeira do Mar. Há quem prefira pegar no carro e ir até um restaurante nas imediações.

 

Um exemplo é a Azenha do Mar, uma povoação que conta com algumas casas, uma praia com pedras (a erosão ainda não as desfez em areia), uma doca e um tradicional porto de pesca.

 

A grande atracção de Azenha do Mar é, porém, o único restaurante existente, sempre lotado. Passavam das 14:00 e a lista de espera continha 72 pessoas.

 

Já almoçados, os festivaleiros rumam até ao campismo no recinto do Sudoeste ou, em alternativa, instalam-se nas esplanadas dos cafés a conviver e a trocar experiências e impressões.

 

Pelas estreitas ruas da Zambujeira há sempre um espacinho para se venderem cervejas frescas, t-shirts, calças, fios e pulseiras de plástico e para se fazerem térérés e rastas. A maioria dos “comerciantes” é de nacionalidade espanhola.

 

 

Aliás, os nossos vizinhos estiveram em força no Sudoeste. Aproveitaram para ver alguns dos seus artistas favoritos e dar uma escapadela pelas praias portuguesas.

 

Durante os cinco dias, este cantinho do Sudoeste alentejano rejuvenesce e o turismo é próspero. Mal termina o festival, os jovens regressam às suas casas e a Zambujeira do Mar volta ao seu ritmo e à pacatez características.



publicado por Expressões Lusitanas às 00:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 06.08.10

Foto: Organização


A Herdade da Casa Branca, em Zambujeira do Mar, continua a acolher o festival Sudoeste. O pó tem varrido o recinto e feito das suas, mas não é motivo suficiente para desanimar os festivaleiros. De manhã dorme-se, à tarde vai-se à praia e à noite assiste-se aos concertos. É o dia-a-dia no Sudoeste.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

Bastantes festivaleiros optaram por comprar o passe que dá direito aos cinco dias do festival e ao campismo.

 

Há tendas desalinhas e pequenas “aldeias” partilhadas por festivaleiros de um mesmo grupo, cordéis atulhados de roupa e toalhas e filas para a zona de duches.

 

Foto: Organização

 

Foto: Organização

 

Os primeiros raios de sol custam a suportar. O sono ainda é muito. Mais tarde, já acordados, tomam o pequeno-almoço e rumam até à praia na vila de Zambujeira do Mar ou aproveitam as águas do canal ao lado do parque de campismo improvisado.

 

Horas mais tarde, tempo de voltar a confortar o estômago. A seguir, lavam-se a loiça e os dentes, após se ter degustado um prato de arroz com atum.

 

Já ao final da tarde, ao som dos primeiros acordes, o recinto do festival começa a compor-se de gente.

 

Depois de terminados os concertos, os festivaleiros rumam até às suas tendas. Alguns dormem, outros jogam, outros conversam e riem e há quem tenha momentos mais íntimos.

 

Vai ser assim o quotidiano dos festivaleiros, pelo menos até domingo, 08 de Agosto.



publicado por Expressões Lusitanas às 14:14 | link do post | comentar

Quarta-feira, 04.08.10

Foto: Música no Coração


Arranca hoje a 14ª edição do Festival Sudoeste na Herdade da Casa Branca, perto de Zambujeira do Mar, no Alentejo. A pacífica vila enche-se de gente nova e a praia fica composta no período da tarde, antes de se escutarem os primeiros acordes de mais um dia de concertos. Conheça algumas informações e dicas úteis sugeridas pelo Expressões Lusitanas e pela organização do evento.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

Para os mais habituados às lides dos festivais de Verão, a experiência dá lugar a sensações de maior descontracção e conforto.

 

Para os estreantes, o nervosismo antes de se chegar ao festival é substituído pela preocupação constante no seu decorrer. Nada que não seja normal.

 

Antes da partida, questiona-se sobre que tipo de roupa e acessórios levar, quais as condições e segurança no recinto e no campismo.

 

Onde se carrega a bateria do telemóvel e da máquina fotográfica, onde se pode comer e qual o supermercado mais perto, onde fica o multibanco, entre outras, são questões que passam pela cabeça dos mais prevenidos.

 

Alguns recorrem à ajuda dos amigos com quem vão partilhar a experiência de assistir a um festival longe de casa pela primeira vez. Outros recorrem à Internet para lerem experiências de festivaleiros em edições passadas.

 

O Expressões Lusitanas realizou uma pesquisa na Internet e redigiu uma lista não exaustiva: levar roupa prática e fresca (um casaco pode dar jeito para o arrefecimento nocturno), um estojo com os artigos de higiene (champô, sabonete, gel de duche, toalhitas pente, pasta e escova de dentes, produtos íntimos, entre outros), telemóvel (a melhor solução é levar um telemóvel antigo e perdido pela casa) e respectivo carregador, máquina fotográfica simples, alimentação e bebida (muita água), tenda, saco-cama, esponja, almofada, cadeado e artigos de campismo, corta-vento, toalha, calção de banho e chinelos.

 

Lanterna, rolos de papel higiénico, repelente, pomada, protector solar, comprimidos para dores de estômago e de cabeça, algum dinheiro vivo e cartão multibanco, saco do lixo, guarda-chuva e impermeável são outras coisas a fazer parte integrante da lista.

 

Consoante a sua disposição, pode levar alguns objectos que proporcionem o convívio entre os vários elementos do grupo, como uma guitarra ou o simples mas útil baralho de cartas.

 

Na pesquisa que o Expressões Lusitanas fez, é sugerido que se levem preservativos. As temperaturas esperadas para os cinco dias do festival são elevadas. O ambiente alegre, descontraído e o calor podem propiciar momentos mais íntimos, pelo que é necessário estar prevenido.

 

De acordo com a organização, o recinto do festival Sudoeste está sujeito a uma série de regras, tais como a proibição de entrada de vidro, garrafas com tampa, latas, máquinas fotográficas profissionais e de filmar, capacetes e armas ou objectos que possam servir como arma.

 

São permitidas a entrada de comida “(desde que não seja embalada em vidro)”, fogareiros ou equipamentos equivalentes, animais domésticos e cadeiras e mesas, detalha a organização em comunicado enviado ao Expressões Lusitanas.

 

O campismo dispõe de “todas as infra-estruturas necessárias para a maior comodidade”, como “chuveiros, casas de banho, multibanco, posto de primeiros socorros, zonas de alimentação, nadadores salvadores no canal, zona para lavagem de loiça, etc”.

 

A bilheteira do festival vai estar situada à entrada do recinto e funcionará até à 01:00 de 09 de Agosto, um dia após o término do evento.



publicado por Expressões Lusitanas às 11:09 | link do post | comentar

Terça-feira, 03.08.10

Foto: Música no Coração


O festival Sudoeste, que se realiza na Herdade da Casa Branca, perto da tranquila vila de Zambujeira do Mar, começa quarta-feira, 04 de Agosto, com a “noite de recepção ao campista”. Até domingo, 08 de Agosto, são esperadas milhares de pessoas na 14ª edição do evento. Fique a par do horário dos concertos.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

Apesar de o festival ainda não ter começado, a área reservada aos campistas começa gradualmente a encher de tendas. O objectivo é chegar mais cedo para arranjar o melhor e mais espaçoso lugares.

 

Na edição deste ano surgiram duas novidades em relação ao campismo. A primeira chama-se “Car Camping” e permite aos festivaleiros estacionar os seus carros junto à tenda para “maior comodidade” e “conforto”, informa a organização ao Expressões Lusitanas.

 

Para entrar com o carro no ‘car camping’, a organização esclarece que os campistas necessitam de adquirir um passe específico para o efeito, que já se encontra esgotado.

 

A segunda novidade prende-se com uma nova modalidade de campismo no festival, permitindo a estadia no “Zmar Eco Camping Resort & Spa”.

 

Para além de dar acesso aos cinco dias do festival, o passe Zmar possibilita a entrada no “campo polidesportivo, matraquilhos humanos, piscina exterior ou piscina de ondas, bem como ao serviço de restaurante e supermercado. Os serviços pagos incluem desportos, como o ténis, padel, tiro com arco, entre outros”, detalha a organização em comunicado.

 

À semelhança do “Car Camping”, esta última modalidade de campismo está esgotada.

 

A edição de 2010 do Sudoeste começa quarta-feira, 04 de Agosto, com a recepção ao campista, que inclui a actuação de vários dj’s, como Nuno Reis, Dj Zé Pedro (Xutos & Pontapés), Dr. Ramos, Dj Zé Miguel Nora e os 2ManyDjs.

 

Há várias opções para se deslocar ao festival Sudoeste. A Rede Expressos e a CP disponibilizam serviços especiais. O carro é outra possibilidade.

 

O festival Sudoeste realiza-se entre os dias 04 e 08 de Agosto na Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar.

 

Conheça o horário detalhado dos concertos:


Dia 4

Palco TMN


Nuno Reis: 21h30-22h30
DJ Zé Pedro, Dr. Ramos, DJ Zé Miguel Nora: 22h30-01h00
2ManyDjs: 01h20-02h50

Dia 5

Palco principal


Maria Gadú: 20h00-20h50
Bomba Estéreo: 21h15-22h05
The Flaming Lips: 22h35-23h50
M.I.A: 00h20-01h50
Groove Armada: 02h10-03h35

Palco Sudoeste


Márcio Local: 20h05-20h50
Rye Rye: 21h10-21h55
The Very Best: 22h15-23h15

Groovebox


Kruder&Dorfmeister Live: 23h45-01h00
Social Disco Club: 01h00-02h00
Hot Natured (Jamie Jones & Lee Foss): 02h00-03h30
Rui Vargas & André Cascais: 03h30-05h30

Positive Vibes


Richie Campbell: 20h45-21h45
Tarrus Riley: 22h15-23h45
Israel Vibration: 00h15-01h45
Lyre Le Temps: 02h00-04h00

 

Dia 6

Palco principal


Expensive Soul: 19h45-20h35
James Morrison: 21h10-22h10
Jamiroquai: 00h10-01h40
Colbie Caillat: 22h40-23h40
Orelha Negra: 02h10-03h10

Palco Sudoeste


Emmy Curl: 19h45-20h30
NuSoulFamily: 20h50-21h35
Ladi6: 21h55-22h40
Lykke Li: 23h00-00h00

Groovebox


DJ Shadow Live: 00h30-01h30
Petre Inspirescu: 01h30-03h00
Guillaume & The Coutu Dumonts Live: 03h00-04h00
Magazino: 04h00-05h30

Positive Vibes


Human Chalice: 20h45-21h45
Zion Train: 22h15-23h45
Jah Cure: 00h15-01h45
Herb-a-lize it: 02h00-04h00

Dia 7

Palco principal


Brett Dennen: 20h30-21h20
Sugababes: 22h00-23h00
Mika: 23h40-01h10
Bajofondo: 01h40-02h40

Palco Sudoeste


João Só e Abandonados: 18h45-19h30
Diabo na Cruz: 19h50-20h35
Anaquim: 20h55-21h40
Friendly Fires: 22h00-23h00

Groovebox


DJ Ride Showcase: 23h30-00h45
Scuba: 00h45-02h00
Soundhack / Soundstream (Smith n Hack) Live: 02h00-03h30
Zé Salvador & João Maria: 03h30-05h30

Positive Vibes


Marrokan: 20h45-21h45
Black Seeds: 22h15-23h45
Midnite: 00h15-01h45
Supersonic: 02h00-04h00

Dia 8

Palco principal


peixe:avião: 19h45-20h30
Mike Patton's Mondo Cane: 21h15-22h35
Air: 23h00-00h00
Massive Attack: 00h25-01h55
David Guetta: 02h15-03h25

Palco Sudoeste


Martina Topley-Bird: 19h05-19h50
Carminho: 20h10-20h55
Tiago Bettencourt & Mantha: 21h15-22h05
Beirut: 22h25-23h45

Groovebox


Soul Clap (Wolf + Lamb): 00h15-01h45
Hugo Santana: 01h45-03h00
Dyed Soundorom: 03h00-04h30
Johnwaynes Live: 04h30-05h30

Positive Vibes


B!rd: 20h45-21h45
The Steel Pulse: 22h15-23h45
The Wailers: 00h15-01h45
Pow Pow Movement: 02h00-04h00



publicado por Expressões Lusitanas às 17:53 | link do post | comentar

 

Uma “inesperada” infecção ocular obriga Tim a cancelar o concerto agendado no festival Sudoeste. Face ao “imprevisto”, a organização vai “aumentar o tempo de actuação dos restantes concertos” no palco principal.

 

Expressões Lusitanas


Em comunicado enviado ao Expressões Lusitanas, a organizadora do festival adianta ainda que, “por indicação médica”, Tim “terá que ficar em repouso absoluto”, facto que leva o artista a cancelar todos os concertos a solo e enquanto membro dos Xutos & Pontapés.



publicado por Expressões Lusitanas às 14:18 | link do post | comentar

Quarta-feira, 30.06.10

 

O vocalista/baixista dos Xutos & Pontapés e co-fundador dos Resistência, Rio Grande e Cabeças No Ar, Tim, convida Mariza para se juntar aos seus ‘Companheiros de Aventura’ no palco principal do festival Sudoeste, no dia 07 de Agosto.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

Tim apresentar-se-á ao palco do Sudoeste 2010 com os seus ‘Companheiros de Aventura’, que são o pai do rock português Rui Veloso, o trovador alentejano Vitorino e a veterana do fado Celeste Rodrigues, irmã de Amália Rodrigues.

 

A estes três “companheiros”, Tim convida Mariza para se juntar e marcar presença no seu concerto no Sudoeste, a 07 de Agosto.

 

Recorde-se que a fadista portuguesa foi cabeça de cartaz do festival na edição do ano passado.

 

O evento em 2010 tem lugar entre os dias 04 e 08 de Agosto, na Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar.



publicado por Expressões Lusitanas às 21:41 | link do post | comentar

Quarta-feira, 23.06.10

 

O projecto de Sam The Kid, João Gomes (Cool Hipnoise, Cacique97), Fred (Oioai, Buraka Som Sistema) e Dj Cruzfader - “Orelha Negra” - apresenta um espectáculo conjunto no Festival Sudoeste com o jovem ‘street art’ português Vhils.

 

Daniel Pinto Lopes

Jornalista

 

“Esta criação é mais do que um simples complemento cénico, podendo quase ser considerada como o ‘quinto elemento’ da banda”, explica a organização em comunicado enviado ao Expressões Lusitanas.

 

Vhils é o nome artístico de Alexandre Farto e no seu quotidiano divide-se entre Lisboa e Londres, locais onde vive e trabalha.

 

“Em 2008, quando participou no Cans Festival, organizado por Bansky, ao lado de nomes sonantes do ‘street art’, a imprensa britânica apontou o artista português como a grande revelação do evento”, refere ainda a organização no mesmo comunicado.

 

A obra de Vhils experimenta a “diferença” e “testa limites”, algo que “combina com a obra musical dos Orelha Negra”, acrescenta.

 

A actuação dos Orelha Negra está agendada para o dia 6 de Agosto no Festival Sudoeste, na Herdade da Casa Branca, Zambujeira do Mar.



publicado por Expressões Lusitanas às 18:25 | link do post | comentar

Sexta-feira, 04.06.10

 

Cerca de 30 artistas nacionais compõem o cartaz da edição deste ano do Festival Sudoeste, que se realiza, como habitualmente, na Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar, entre os dias 4 a 8 de Agosto.

 

Expressões Lusitanas

Redacção

 

Entre os artistas portugueses que vão subir aos quatro palcos espalhados pelo recinto, a organização destaca, em comunicado, a presença de Tim & Amigos, Expensive Soul, Orelha Negra, Tiago Bettencourt & Mantha e a fadista Carminho, entre outros.

 

A estes nomes juntam-se ainda os peixe:avião, que antecipam o álbum “Madrugada” a editar em Setembro, os Anaquim, Diabo na Cruz, João Só e Abandonados e DJ Ride.

 

Mais uma vez, a organização do festival aposta no fado, tendo em conta a aceitação do público nos concertos de Camané (2008) e Mariza (2009).

 

O cartaz completo do Sudoeste TMN 2010:

 

PALCO TMN


Dia 4 (Noite de recepção ao campista)
2 MANY DJ’S . DJ ZÉ PEDRO, DR. RAMOS, DJ ZÉ MIGUEL NORA . NUNO REIS

Dia 5
GROOVE ARMADA . M.I.A . THE FLAMING LIPS . BOMBA ESTEREO . MARIA GADÚ

Dia 6
ORELHA NEGRA . JAMIROQUAI . COLBIE CAILLAT . JAMES MORRISON . EXPENSIVE SOUL

Dia 7
MIKA . SUGABABES . BAJOFONDO . TIM & AMIGOS . BRETT DENEN

Dia 8
DAVID GUETTA . MASSIVE ATTACK . AIR . MIKE PATTON'S MONDO CANE . PEIXE:AVIÃO

 

 

PALCO PLANETA SUDOESTE

Dia 5
RYE RYE . THE VERY BEST . MÁRCIO LOCAL

Dia 6
LYKKE LI . LADI6 . NUSOULFAMILY . EMMY CURL

Dia 7
FRIENDLY FIRES . ANAQUIM . DIABO NA CRUZ . JOÃO SÓ E ABANDONADOS

Dia 8
BEIRUT . TIAGO BETTENCOURT & MANTHA .  CARMINHO . MARTINA TOPLEY-BIRD


GROOVEBOX

Dia 5
RUI VARGAS & ANDRÉ CASCAIS . HOT NATURED (JAMIE JONES & LEE FOSS) . SOCIAL DISCO CLUB . KRUDER & DORFMEISTER LIVE

Dia 6
DJ SHADOW . MAGAZINO . PETRE INSPIRESCU . GUILLAUME & THE COUTU DUMMONS LIVE

Dia 7
ZÉ SALVADOR & JOAO MARIA . SOUNDHACK / SOUNDSTREAM (SMITH’N HACK) LIVE . SCUBA . DJ RIDE SHOWCASE

Dia 8
JOHNWAYNES LIVE . DYED SOUNDOROM . HUGO SANTANA . SOUL CLAP (WOLF + LAMB)


PALCO POSITIVE VIBES

Dia 5
RICHIE CAMPBELL . ISRAE L VIBRATION . TARRUS RILEY . LIRE LE TEMPS

Dia 6
HUMAN CHALICE . JAH CURE . ZION TRAIN . SUPERSONIC

Dia 7
MARROKAN . MIDNITE . BLACK SEEDS . HERB-A-LIZE-IT

Dia 8
BIRD . THE WAILERS . THE STEEL PULSE . POW POW MOVEMENT



publicado por Expressões Lusitanas às 21:50 | link do post | comentar

Quinta-feira, 27.05.10

 

Maria Gadú, natural de São Paulo, no Brasil, é mais um nome confirmado para o Palco Planeta Sudoeste no dia 5 de Agosto.

 

Expressões Lusitanas

Redacção

 

O álbum de estreia, um disco homónimo, vendeu mais de 50 mil cópias, tornando-se disco de ouro no Brasil. “Shimbalaiê”, “Donce Cila” e “Tudo Diferente” são êxitos que poderão ser interpretados no concerto de Maria Gadú.

 

A 14ª edição do Festival Sudoeste realiza-se entre os dias 4 e 8 de Agosto, na Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar.



publicado por Expressões Lusitanas às 14:16 | link do post | comentar

Quarta-feira, 26.05.10

 

O palco “Positive Vibes” do festival Sudoeste vai ser dedicado aos sons “mais quentes” do ‘reggae’ nacional e internacional, informa a promotora do evento em comunicado enviado ao Expressões Lusitanas. Destacamos a presença em palco dos portugueses.

 

Expressões Lusitanas

Redacção

 

No dia 5 de Agosto, o segundo do Sudoeste, Richie Campbell ou Ricardo Costa sobe ao palco do “Positive Vibes”. Em 2004 formou os ‘Stepacide’, grupo no qual era responsável pelas vozes. Na edição do ano passado do Sudoeste, Richie marcou presença neste mesmo palco.

 

O artista está a preparar um novo álbum para este ano com Ron Butler, o ex-guitarrista dos jamaicanos ‘Israel VIbration’ (também presentes no cartaz desta edição) e ‘Steel Pulse’.

 

De Matosinhos chegam os ‘Human Chalice’, grupo formado em 2007 e que apresenta uma “mensagem de esperança”, “reclamando o que acham que está mal”, pode ler-se no comunicado enviado. Têm actuação marcada para dia 6 de Agosto.

 

No dia seguinte, 7 de Agosto, sobe ao palco mais um português. Marrokan, que fundou a banda de Carcavelos chamada ‘Manif3estos’, propõe agora a solo “uma mistura de fado, morna, rock e soul”.

 

Os Bird vêm de Carcavelos e apresentaram, em 2008, o primeiro EP intitulado “Start a Revolution”. Depois de uma pausa, a banda regressa agora para que denomina “um novo começo”. A sua actuação é no dia 8 de Agosto.

 

A 14ª edição do Festival Sudoeste realiza-se entre os dias 4 e 8 de Agosto, na Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar.



publicado por Expressões Lusitanas às 18:52 | link do post | comentar

Sexta-feira, 14.05.10

 

A 14ª edição do Festival Sudoeste, que se realiza na Zambujeira do Mar, vai permitir que os festivaleiros estacionem os seus carros junto à tenda para “maior comodidade” e “conforto”, informa a organização em comunicado.

 

Expressões Lusitanas

Redacção

 

A Herdade da Casa Branca na Zambujeira do Mar recebe há 14 anos o Festival Sudoeste. A edição de 2010 surge com uma novidade intitulada ‘car camping’.

 

Em comunicado enviado ao Expressões Lusitanas, a organização informa que o estacionamento dos carros dos festivaleiros junto às respectivas tendas “obedece” a uma série de regras.

 

Os lugares de ‘car camping’ têm cada um 8x3 metros e, desta forma, os campistas “podem ter o seu carro e tantas pessoas e tendas quantas as que caibam nesse espaço”.

 

Para entrar com o carro no ‘car camping’, a organização esclarece que os campistas necessitam de adquirir um passe específico para o efeito.

 

“Uma vez que este é o ano de teste desta modalidade no campismo, basta que um dos elementos do grupo a acampar nesta área tenha este passe. Cada uma das restantes pessoas terá que adquirir um passe normal para todos os dias do Festival”, detalha.

 

Por razões de segurança “não é permitida a saída e reentrada de carros nesta área”. A partir do momento de entrada nesta área do campismo, “o carro fica nesse lugar até ao final do Festival”.

 

No entanto, se o campista precisar de sair mais cedo, deve informar a equipa de apoio. Porém, a organização adverte para o facto de o carro não poder voltar a entrar “a partir do momento que sai”.

 

Apenas é autorizado um carro por cada lugar de ‘car camping’. Após ter sido feita a revista do veículo à entrada, o respectivo proprietário recebe um dístico com o nome, contacto no festival e matrícula.

 

A área de ‘car camping’ “não é arborizada” nem tem sombra, como forma de evitar o risco de incêndio.



publicado por Expressões Lusitanas às 18:56 | link do post | comentar